Como fazer alguém rir sobre o texto

Como Fazer Alguém Sorrir. Uma das experiências mais satisfatórias que existem é fazer alguém sorrir. Além de ser positivo para a pessoa, você também terá uma sensação gostosa e gratificante. Conte uma piada, faça cócegas, elogie, envie uma... Como Fazer Alguém Rir. Rir é o melhor remédio, pelo menos é o que dizem. Apesar de não termos certeza de quais são os mecanismos responsáveis pelas risadas em nossos cérebros, nós sabemos que ela são ativadas por muitas sensações e... Claro que se o dinheiro falta, se a saúde vacila, se o amor arma alguma cilada, seu desejo de rir será pouco. Mas combata a depressão. Cultive o bom humor, como quem cultiva um bom hábito. Esforce-se para ser alegre. Afaste os sentimentos mesquinhos que provocam o despeito, a inveja, o sentimento de fracasso, que são origem de infelicidade. Como todo mundo, não sou perfeita e jamais serei; já errei e já acertei e continuarei errando e acertando e de tudo que já fiz e hei de fazer na vida, sei que todo esse tudo tem a sua razão de ser, porque nada acontece por acaso e no mínimo serve para o nosso aprendizado; se tudo o que já fiz me fez a pessoa que sou hoje, tudo o que hei ... Como fazer uma pessoa rir: 4 segredos da pesquisa. Sorrir é involuntário, o cérebro é responsável por essa ação que envolve o corpo inteiro. Você quer saber como tornar o riso algo constante em sua vida? Leia o texto e entenda como sorrir mais e como ser feliz com poucas ações e mudanças de hábitos na sua vida. Tudo o que é preciso são os primeiros minutos para ela ter uma impressão sobre você. Sendo um cara, essa é uma idéia bastante assustadora se você não sabe o que é preciso para impressionar uma garota.. Mas se você sabe como parecer quente e simpático à primeira vista, você já tem o jogo de namoro em sua vantagem. [Leia mais: 4 Fatos simples que você deve saber de como namorar ... E além disso é necessário um pequeno toque de humor para que o leitor possa fazer troça ou rir. dw-world.de You need the drawing and that drawing has to transmit information and on top of that you need a little touch of humor so the reader can mock or smile derisively.

Tenho medo de conversar com pessoas

2020.09.15 22:25 Yog-Shoghoth Tenho medo de conversar com pessoas

Desculpa o texto longo
Desde pequeno sou uma pessoa muito insegura, sempre sofri com bullying, seja verbal ou físico, de dentro e fora de casa, porém, nos últimos 2 anos, sinto que minha vida melhorou, hoje moro apenas com a minha mãe e estudo em uma escola bacana porém, ainda tem algo que me aflige.
Em todas as escolas que estudei nunca fui o garoto popular, sempre me sentei na frente e fiquei sozinho no intervalo, conhecia as pessoas porque elas vinham falar comigo para saber quem eu era, porém eu sempre gaguejava e morria de vergonha, ficava de touca longe de todo mundo lendo ( hábito que sempre tive muito por influência da minha mãe )
Porém, as pessoas que eu menos conseguia conversar eram garotas. Tipo, conseguia conversar tranquilamente com adultos, e com o tempo, aprendi a perceber sobre que assuntos eram mais fáceis de conversar com garotos, porém sempre tive problema com o sexo feminino. E, nesse últimos anos, as coisas melhoraram e pioraram.
Hoje estudo em uma escola em que não sofro bullying, fico um pouco mais tranquilo e tenho uns colegas legais, mas no começo do ano comecei a gostar de uma garota, a quem chamarei de N1. N1 era uma garota legal, que tinha gostos muito parecidos e a conheci por um amigo em comum porém no meio do ano, ela começou a namorar com um garoto e parou de falar comigo ( coisa que me deixou bem mal ) e eles ficavam se pegando no meio da sala de aula, o que me deixava meio incomodado, porém as coisas ainda pioraram.
Durante esse meio do ano ao qual fiquei mal, comecei a gostar de uma garota a qual chamarei de N2, bonita e popular, mas que sempre me tratou bem e me chamava de amigo, e, durante esses outros 6 meses, me apaixonei por ela, passava todas as aulas querendo fazer ela rir, contava piadas ( sempre fui péssimo nisso), ouvia como tinha sido o dia dela e sempre me preocupava com ela, uma das coisas que mais gostava de fazer era cheirar o cabelo dela, principalmente nos dias que ela o lavava, chegando ao nível de adivinhar quando ela o lavava e qual shampoo ela usou, chegava em casa e só ficava pensando/falando dela, e vivia pensando no seu sorriso.
No final de 2019/2020 eu mandei uma mensagem para ela me declarando ( coisa que foi um grande erro, visto que eu não conseguia falar isso para ela ao vivo ) e ela me respondeu dizendo que gostava de mim como amigo e que se desculpava se tivesse me feito mal ( pois ela se abria muito comigo e contava se tinha ficado com alguém ou estava gostando de alguém ) respondi para ela não se preocupar e beleza.
2 semanas depois ela começou a namorar com um garoto que ela tinha conhecido a 1 mês atrás, e no dia do seu aniversário, acabei não indo pois tinha medo de chegar lá e ver ela com ele, então acabei ficando em casa, triste. Quando nos voltamos as aulas, ela começou a ter uma mania de me contar sobre o seu relacionamento, desde as coisas que ele falava para ela até fotos dele, e, eu acabava não reclamando pois me sentia feliz dela me considerar amigo o suficiente para falar sobre essas coisas, porém isso me machucava muito, me deixava se sentindo um lixo. Cerca de dois meses depois eles terminaram ( ele traiu ela ) e, agora na pandemia, sinto que perdi o contato que tinha com ela, tenho vergonha/medo de falar com ela, e sinto saudades de ouvir sua voz, ver o seu rosto.
Me sinto um lixo por ter estragado a nossa amizade e me sinto o garoto mais bosta do mundo. Fico sempre pensando que sou um merda, o pior homem do mundo, que nunca vai conseguir ser ninguém pois é um covarde e fraco. Tenho uma mãe legal com quem consigo conversar, porém não consigo me abrir sobre essas inseguranças. Sinto como se eu fosse o único que não consegue ter alguém, seja um amigo ou namorada, e, sempre vi sobre esse esteriótipo de homem perfeito, que não chora nem sofre, e é um ombro amigo para as pessoas e, não consigo ser assim, muitas vezes deito em posição fetal e choro me sentindo um lixo, ou tento ficar jogando/lendo para esquecer minhas fraquezas. Nunca me considerei um garoto bonito, e, quando criança, não gostava de escovar os dentes, o que me fez ter 6 dentes estragados e 1 torto, agora tenho medo de beijar alguém, quanto mais sorrir, sinto vergonha de falar próximo das pessoas, estava indo ao dentista, porém com essa pandemia acabei parando.
Bom, esse é meu desabafo, e desculpe esse final ficar meio nice guy.
submitted by Yog-Shoghoth to desabafos [link] [comments]


2020.09.08 02:17 Lukeoru Uma mina me olhou com nojo por eu ser gordinho e isso foi o pontapé que eu precisava.

Bom, eu resolvi fazer esse post pq me inspirei em um outro de alguém que levou um pé na bunda kkkk.
A Historia é o seguinte: Fui pra uma outra cidade sair com uma menina que conheci no Tinder(Fui nesse sábado 5/9 pra voltar no domingo 6/9). Nos tinhamos falado bastante sobre a vida dela e a minha e eu percebia um certo clima de que no minímo eu ganharia um beijo, mas chegando lá já fiquei desconfortável pois ela fez uma carinha de "nojinho" quando meu viu. Mas até aí beleza vida que segue... conversamos, na verdade, tentei conversar e criar assunto Mas ela ficava me cortando e quando eu conseguia falar ela ficava no celular. Isso foi me irritando aos poucos e fazendo eu me questionar se tenho um papo tão merda assim, mas continuei suave como se nada tivesse acontecido, até o momento que começou a chegar uns amigos E amigas na casa dela.
Como eu Não conhecia nenhum dos amigos dela, tentava entrar no assunto ou rir de algo que eu achava engraçado pra ver se eles percebiam que eu tava ali. Deu certo mas toda vez que eu falava, ela me cortava de novo Ou revirava os olhos, enquanto os amigos dela interagiam e trocavam altas ideias comigo.
No final da noite, só estávamos ela e eu na casa dela. Investi pra ver se rolava algo mas não deu em nada e fomos dormir em quartos separados.
No outro dia, eu acordei cedo, limpei a casa dela (pois estava frustrado e limpar me acalma) e quando ela acordou, ela nem me agradeceu.
Fomos almoçar juntos. Durante o almoço comecei a falar com ela sobre o que tinha rolado ontem, se eu tinha feito ou falado algo de errado ou se ela só se decepcionou comigo. Ela foi sincera falando que:
"Ah é que eu não tava muito no clima, e pensei que você não seria tão gordinho assim."
Isso fez eu segurar algumas lágrimas mas vida que segue né, tinha falado que só ia sair da casa dela as 15:00 E nesse meio tempo tentei falar sobre o porquê dela não ter falado isso antes, ou tivesse sido sincera desde que eu cheguei pra que eu não fosse criando expectativa, e ela só respondeu com um "Não sei".
Dado as 15:00, me despedi dela com um abraço e com um sorriso no rosto falei que adorei o final de semana e que deveríamos fazer de novo quando ela voltasse da cidade dela (no final desse mês ela irá voltar pra cidade natal dela) e ela disse com uma animação genuina na voz:
"Claro, vamos sim!"
Na volta pra minha cidade, fiquei pensando no jeito que ela me tratou, do que ela tinha me falado e de se ela tinha razão ou não. Decidi voltar pra academia e pegar firme, fazer dieta, ir pela primeira vez numa psicóloga pra ver se tá tudo normal na minha cabeça. Vou começar a dieta e academia amanhã (08/09) vou ir na psicóloga na Sexta feira (12/09).
Quando eu ver ela de novo vou ser um homem novo e melhorado. Prometi isso pra mim mesmo.
Enfim, desculpa o texto longo mas foi uma experiência "agridoce" pra mim, e só tinha que tirar do meu peito, obrigado por ter lido até aqui.
submitted by Lukeoru to desabafos [link] [comments]


2020.07.28 07:44 obsession_Liz a professora fez bullying comigo e isso gerou mais bullying

Olá Luba, gatas, editores e etc. Há dois anos atrás eu sofri bullying por uma professora. Eu era pequena e não fiz muito a respeito, por isso recentemente postei no Facebook um tipo de exposed dela e dos meus colegas, falando as coisas que ela fez e como eu me senti. Não mencionei o nome dela, mas sei que alguns professores vão indentificar que foi ela. A seguir, o texto que postei:
Eu tenho uma história para contar. É uma coisa importante, algo ruim que passei na escola e gostaria que as pessoas soubessem.
Como alguns devem saber, eu sempre gostei muito de português. Desde pequena sempre soube escrever direitinho, ler em voz alta e esse tipo de coisas. Concluindo, sempre gostei de português e sempre fui bem na matéria. No quinto ano tive português com a prof. Ana, a qual foi uma ótima professora.
Quando eu comecei o sexto ano, meu "amor" por português acabou. Na verdade, foi morto. Comecei a ter aula com uma professora nova, que eu nem sequer conhecia ou já tinha ouvido falar. Não vou dizer o nome dessa pessoa, mas sei que alguns vão descobrir quem é ao longo da história.
Desde minha primeira aula com essa professora, eu achei tudo muito estranho. Ela não me olhava de um jeito normal, era quase com desprezo. Lembro dela falar que não tolerava falta de educação e esse tipo de coisas, tudo olhando torto para mim. Eu não entendia o motivo disso, pois nem conhecia a professora.
No primeiro trimestre, eu fui bem na prova. Ela entregava as provas sorridente e dando parabéns a todos. Na hora de entregar a minha, ela não disse nada, fez pouco caso e nem me olhou na hora de entregar. Já no segundo trimestre, ela já havia me afetado mais. Eu não tirei uma nota muito boa na prova, se me lembro bem devo ter tirado um pouco abaixo da média. Ela foi, sorridente, até a minha mesa entregar a prova e disse algo do tipo "quem mandou ficar se exibindo, bem feito, foi mal na prova". E não que eu não tivesse estudado para a prova, mas eu ficava tão apavorada, na maioria das aulas dela, com medo, que não conseguia me concentrar.
E foi na semana do gaúcho, que foi a gota d'água. Nesse dia eu estava com meu vestido de prenda, meu cabelo preso em um coque e com um tipo de xale por cima, pois estava meio frio. Em algum momento da aula dela, ela parou para mim e disse "você parece uma velha que vi num livro com essa roupa", "você parece uma velha". Isso foi o que mais me impactou. Nesse momento, boa parte da sala começou a me chamar de velha e a professora ali, quieta enquanto eu estava, internamente, desesperada. Eu até tentei falar algo, me defender, mas nunca fui de discutir com as pessoas, não sou muito boa nisso. No mesmo dia, quando saí da escola eu contei para minha vó o que tinha acontecido. Ela ficou indignada e quis ir na direção tirar satisfação desse absurdo. Meu pai também não gostou nada da história e quis fazer o mesmo, mas eu não deixei, eu disse "não, por favor não falem nada, só vai dar a ela mais motivos para me odiar e me tratar mal". Depois do "apelido" que ela me deu, durante muito tempo, meses, eu escutei meus colegas me chamando de velha "fica quieta, velha!", "ninguém te perguntou, velha!" e rindo de mim, debochando de mim. Nem consigo explicar o quanto isso foi difícil para mim.
Eu sofria um certo bullying diariamente e durante todo esse tempo, eu fiquei sozinha, sem amigos e sem apoio. Isso é uma coisa que me feriu e a ferida ainda existe, visivelmente, em mim, hoje em dia. Como nunca tive tantos amigos e, na maioria das vezes, grande parte da turma me odiava e me tratou, sendo que alguns ainda tratam, mal. Foram tantas e tantas as vezes que por causa disso eu agi contra o que eu pensava e fui quem eu não era, só para agradar os outros. Para não me tratarem mal, para não me odiarem. Isso é uma coisa que, sinceramente, eu ainda fiz pouco tempo atrás. Eu sei que devo ser eu mesma, mas se a maioria odeia o seu "eu mesmo", é muito difícil ser essa pessoa. Muitos já me julgaram e ainda me julgam pelo que os outros falam de mim e pelas coisas que eu já fiz, sendo que eu sou totalmente diferente disso.
E eu sempre escutei calada. Eu sempre fui a aluna problema, a que sempre estava aprontando alguma coisa, a que sempre acusavam por qualquer coisa, por que alguém ligaria para esse tipo de coisa? sempre fui arrastada para a direção, sem mal ter o direito de me explicar. A cada ano, eu mudo um pouco. Nem de longe sou a mesma menina que eu era no quinto ano, mas muitos ainda me julgam por coisas que fiz no passado. Hoje em dia, por eu ter feito algumas coisas ruins no quinto e no sexto ano, alguns professores acham que podem me tratar pior do que os outros. É claro que muitos professores são maravilhosos como o Thiago, a Elisandra, a Giovana, a Ana Paula e por aí vai, mas alguns, minoria, não são o que todos pensam. Não vou expor nomes, mas eles existem.
Um dia, em uma aula dessa professora, eu descobri o tal objetivo dela, o porque da tortura que ela praticava comigo. Ela disse que escolheu nossa turma justamente por eu e outro aluno (não vou expor) estarmos nela. Até mesmo, em um outro dia, ela disse o seguinte "se até o final do ano eu não te ensinar a respeitar os outros, eu mudo de nome!".
Eu não sou e nunca fui uma ameaça. Eu era pequena, as vezes não pensava duas vezes antes de fazer as coisas e muitas vezes até aconteciam coisas sem querer. A questão é que, um professor deve ser um exemplo para os alunos, um professor representa uma escola. Mas que exemplo dá, um professor que incentivou alunos a fazerem bullying com alguém? um professor que deixou uma menina com medo e traumatizada, pelo jeito que a tratou?
Durante aquele ano, na última folha do meu caderno de português, eu escrevia tudo o que ela dizia e tudo o que ela fazia contra mim. Não citei tudo aqui, pois algumas coisas não são tão relevantes, mas essa lista ainda existe e minhas lembranças também.
No último trimestre, felizmente, eu consegui tirar uma nota muito boa e recuperar os pontos que faltavam do vermelho que tirei no segundo trimestre. Claro que a professora não parecia feliz em me entregar aquela nota, mas fiquei aliviada em ter conseguindo me esforçar e não deixar ela atrapalhar minhas notas. Mas eu não aprendi tanto naquele ano, não como eu deveria ter aprendido e isso interferiu bastante nas minhas notas hoje em dia. Passei a não gostar tanto do português e a não tirar notas tão boas, passei a ter um pouco de dificuldade.
Na época eu tinha tanto medo daquela pessoa e aquilo me fez tão mal, tanto mentalmente quanto um pouco socialmente, pois meus colegas guardavam o apelido de "velha", esperando o momento certo para me atingir com aquilo no peito. Naquele tempo, a questão de amizades foi meio complicada para mim, passei grande parte dos intervalos, lanchando no banheiro, para ninguém ver que eu ficava sozinha e rir de mim. E o pior de ficar sozinha, lanchando no banheiro, era que parecia que ninguém dava falta de mim, o que fazia eu me sentir mais insignificante ainda.
Todos gostavam tanto daquela professora e eu não entendia como meus colegas gostavam tanto de alguém que me fazia tão mal. Eu tentava falar com minhas colegas sobre isso, ver se elas não achavam que ela me tratava diferente, mas ninguém se importava muito, claro, não era com elas que ela "implicava".
Para minha sorte, a professora saiu da escola no ano seguinte, para cuidar de alguém, algo do tipo. Mas isso foi um grande alívio, pois na minha cabeça, eu ainda passaria o sétimo ano tendo aula com ela, ainda teria que enfrentar o dragão, ou ao menos, não me queimar.
Apenas uns dois professores sabem dessa história, contei apenas para os que, na época, eu conversava mais. Isso foi muito ruim para mim na época, mas também sinto um peso muito grande hoje em dia, de ter isso guardado.
Eu sinto que é tão injusto, essa pessoa ter me afetado tanto, sendo que pra ela provavelmente foi só uma brincadeirinha. Acho tão errado, ela ter me ferido tanto psicologicamente e isso não ter mudado nada a vida dela. Por esse motivo, eu decidi expor isso que passei. Não estou obrigando ninguém a odiar ela ou algo do tipo, apenas quero que saibam do que essa pessoa é capaz e se ela realmente é quem vocês esperavam que fosse.
Aliás, lembro de ter falado com uma menina um dia, na saída da escola, sobre isso e de ela ter dito passar por algo parecido com essa mesma pessoa. Isso me deixou aflita, pois isso me afetou tanto e se outros alunos não passaram por o mesmo, com essa mesma professora? Caso alguém tenha passado, espero que tenha coragem de expor isso, pois se eu não fui a única que passei por isso, essa história pode ficar bem mais séria do que é.
Se você acha que passou por algo assim, não se cale, o mundo precisa saber quem essa pessoa é e o tipo de coisas que ela faz para "educar" seus alunos.

obrigado a todos que leram esse textão, kk, menor que trêix
submitted by obsession_Liz to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.18 16:50 epilef_backwards Análise (não tão séria) de The 8th son? Are you kidding me?

Análise (não tão séria) de The 8th son? Are you kidding me?
O texto a seguir vai conter palavrões, zoeiras e um excesso tóxico de ironia. O motivo disso é que esta obra é tão mal feita e patética que não merece a minha seriedade.
Lembram quando eu falei sobre Tower of God ser um completo desserviço à humanidade e sobre como ele seria o pior anime da temporada? Então...devo dizer que a temporada de primavera deste ano está de parabéns por ter conseguido o quase impossível feito de fazer que Tower of God não fosse o seu pior anime. Isso porque se existe uma frase que eu já levava para a vida, e vou levar ainda mais agora, é que tudo que está ruim pode piorar. Eis que chegamos a The 8th son? Are you kidding me?
É claro que eu já sabia que seria ruim. Todos os animes de aventura com nomes grandes são ruins. No entanto, esse aqui me pegou desprevenido por conseguir ser uma compilação de muitas das piores coisas que eu já vi em uma produção audiovisual (sim, é pior que Seikon no Qwaser).
A começar pelo seu roteiro. E que roteiro. HAHAHAHAHAHHAHAHHA.
Ele não somente apresenta todos os clichês imagináveis do gênero, porém, não os utiliza de nenhuma maneira para tentar subverter as nossas expectativas e proporcionar uma experiência menos tortuosa. Mas acredite em mim: esse é o menor problema do roteiro.
Primeiro, vamos aos personagens. Completamente tapados, estúpidos, rasos, sem senso de humanidade, pífios, patéticos, ignorantes, irritantes, desinteressantes e sem nenhuma camada de desenvolvimento, eles só não são piores, narrativamente falando, do que as suas relações. Todas as relações desse anime são forçados da maneira mais insensível e rushada possível. Desde a relação do protagonista com seu mestre à relação sua e seus "amigos". E coloco aspas ao falar amigos porque a "amizade" deles se inicia com ele forçando-os a participarem de uma acontecimento com um nobre daquele mundo. Agora você deve se perguntar o porquê dele "convidá-los". Então, eu também não sei. Não sei não porque não prestei atenção (embora quase dormi diversas vezes ao assistir esse pedaço de lixo), mas, sim, porque o roteiro coloca a razão mais aleatória e sem sentido imaginável. Ao que eu entendi, ele percebeu que aqueles 3 possuíam algo a mais que os demais não porque não desistiam dos "testes". O problema é que só nos é mostrado esses três e mais um ou outro personagem. Não temos 100% de noção se somente eles não desistiram ou não. Porém muito pior que isso são os "testes". HAHAHAHAHAHAHA os testes. Basicamente um do trio "principal", o qual se alia ao protagonista, tira do interior do orifício anal dele que o protagonista estava testando a qualidade dos demais da sua sala. Isso porque, claro, o protagonista é a pessoa abençoada que é mais forte, apenas com cinco anos, do que 90% dos magos existentes daquele mundo. Agora você deve pensar: bom, é claro que todo mundo ridicularizou esse idiota que falou isso já que o protagonista NUNCA fez nada que desse a entender tal coisa. Não, não somente ninguém o ridiculariza ou espanca ele ou qualquer coisa plausível na situação como eles CONCORDAM e SEGUEM essa ideia de "teste do protagonista". WHAT IN THE ACTUAL FUCK? POR QUE ELES ACEITARAM? ISSO LITERALMENTE NÃO FAZ O MENOR SENTIDO. E mais: não é como se esse cara que falou tivesse qualquer ligação com as demais pessoas da classe da suposta "escola" de aventureiros. Simplesmente ele era tão novato quanto todo mundo e veio com uma ideia ridiculamente absurda dessa. Mas é claro, mais absurda do que a ideia é a pessoa que a escreveu. Mas, novamente, relaxa, esse não é a pior convenção do roteiro. Não, não, ele fica pior. Muito pior.
A situação se transforma numa catástrofe maior quando falamos do protagonista. Muito mais do que clichê, raso, patético, irritante, sem graça e estúpido, falamos de um cara que tinha 25 anos na sua vida original e age como uma criança de -12. O que quero dizer com isso é que ele só apresentava um corpo de criança/jovem. Ele tinha VINTE E CINCO anos e começou a agir como um completo retardado mental a partir do momento que viajou ao mundo de fantasia (viagem essa que nem sequer tentou ser explicada pelo roteiro bananada). E muito pior do que isso: se ele já existia naquele mundo, como é possível que ninguém da família dele percebeu algo de estranho? Alguma mudança de comportamento? Mas é, eu acho que estou sendo um pouco rígido de mais uma vez que a mesma família literalmente não percebeu que o moleque sumia durante dias e voltava com um monte de comidas exóticas àquela região (para ser sincero, o pai dele até percebeu da primeira vez, no entanto, o roteiro apagou esse fato da existência pois enfim, sabe como é, não podemos ter problemas no andamento da estória XDXDXD).
Pior que a família mongoloide do moleque é o seu professor: quem, tirando o roteirista do anime, fala algo como "você vai ser um mago muito mais forte que eu" no primeiro encontro com alguém? O cara literalmente nem sequer tinha visto o menino em ação direito e já falou algo assim. Mas bem como o personagem do professor é completamente subutilizado e irritante, pior que ele é o treinamento imposto por ele ao protagonista (cujo nome sequer habita nas mais profundas camadas do meu subconsciente de tão lixo que ele e seu anime são). Não somente ele não faz o menor sentido como utiliza de certos artifícios como a transferência de poder que absolutamente não fazem sentido. Então quer dizer que pelo simples fato do professor falar como a magia se realiza o moleque já vai saber conjurá-la de maneira perfeita? Que dois dias depois do início do treinamento ele literalmente se equipara aos grandes magos do mundo?
O treinamento fica pior quando chega no ponto do professor do protagonista transferir seu poder a ele. Entendam a situação: eu falo de um dos top magos do mundo e de um moleque de 5 anos. Em que planeta ele conseguiria aguentar tamanha força/passagem de energia? Em nenhum. Em nenhum, claro, à exceção desse mundo. Mas calma. Vai além.
A relação dos dois é completamente forçada e sem nenhum toque de emotividade. Contudo, o roteirista do anime acreditou, em um de seus devaneios-os quais devem ser de onde o roteirista tirou uma escrita tão porca e lixosa-, que tal relação era orgânica e que seria muito bacana colocar uma cena comovente do aluno expurgando o seu professor que, na realidade, era um morto-vivo. Lembra quando eu disse que essa merda de um morto-vivo/assombração/visão treinar os protagonistas iria pegar depois de Kimetsu? Então, a desgraça já começou a acontecer (PS: Não funciona). A cena é patética e só demonstra como o roteiro cria TUDO à força e sem NENHUM toque de sensibilidade. Quem escreveu isso aqui tem a mesma sensibilidade uma melancia em uma loja de cristais.
Logo depois do fim do seu treinamento, o roteiro jumpa 10 anos (ou algo próximo) no futuro e o protagonista basicamente se tornou o mago mais poderoso do mundo treinando por conta própria. É, nem sequer auxílio de livros ele teve. Mas é claro, para o personagem que aprendia a usar uma magia perfeitamente só pelo seu mestre falar sobre ela, não é de se espantar que ele consiga treinar sozinho e se torne o mago mais forte de todos.
Ele adentra em uma escola de aventureiros e basicamente durante um episódio temos o ápice do roteiro juvenil. Lembra quando você, garotinho de 11 anos pós término de Sword Art Online, ficava imaginando como seria ser um cara super overpower para chegar na escola e todo mundo babar seu ovo? Pois é. No caso de 8th son, o roteirista trouxe esse seu sonho de infância à tona no protagonista da história. Literalmente ele sequer mostrou qualquer tipo de habilidade e absolutamente TODOS os demais já DESISTIRAM da escola porque era muita humilhação ter alguém tão foda e picudo com elas.
Calma...
HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA.
Após isso, ele se junta aos seus aliados da maneira como eu já falei e o anime se torna um compilado de histórias estúpidas montadas de uma maneira cancerígena aos sentidos.
Mas antes de dar procedimento, preciso comentar de uma das cenas que mais me fizeram rir na história da animação japonesa. Sério mesmo, eu engasguei de tanto rir.
E essa é a cena do dragão de ossos.
Basicamente o nosso herói e o seu grupo de personagens clichês se junta para ir a uma cidade próxima porque o protagonista é literalmente MUITO foda para ficar na escola de aventureiros. O problema aqui, antes de falar sobre o Dragão (HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHA), é que não há nenhum sentido nos outros três largarem a escola. Eles, embora considerados muito fortes, não são nem 5% do protagonista. Os três juntos quase morriam para lobos e tiveram que ser salvos pelo protagonista. Mas é, foda-se, eles simplesmente largaram a escola de aventureiros e foram se tornar aventureiros por conta própria sendo carregados pelo protagonista.
Para irem à cidade, utilizaram o método de viagem aparentemente mais rápido do mundo que é o navio mágico, um navio que voa graças à magia. Um método muito seguro e que não apresenta riscos de, por exemplo, cair. Bom, é aí que começa a cena.
O cara responsável por levar eles nessa travessia é o professor do professor do moleque. Ele fala sobre como a viagem é segura e que somente caso aparecesse um Dragão que o navio poderia cair. E adivinha o que aparece ao fundo no exato momento. Sim, um Dragão.
Calma...
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
Eu comecei a rir de maneira quase descontrolada nesse ponto. Mas relaxa, vai ficar pior (ou melhor).
O Dragão de Caveira é uma das criaturas mais fortes existentes. Portanto, o seu visual PRECISA ser ameaçador, imponente e perigoso. O problema é que o visual dele é feito com base no pior 3D possível. Não somente destoa completamente do cenário como, por ser um 3D de qualidade abaixo da de Berserk, deixa o seu visual tudo menos amedrontador e de algo que pareça ser uma das criaturas mais fortes existentes. Os seus ataques são completamente pastelões e sequer triscam o protagonista (devo lembrá-los que era a primeira batalha do protagonista, o qual deveria ter não mais que 15 anos na cena, e justamente contra uma das criaturas mais fortes de todas). Contudo, nada é pior do que os efeitos sonoros da criatura.
Os efeitos sonoros dela, sem nenhuma brincadeira, lembram sons de batidas de cocos. BATIDAS DE COCOS.
A FEKEN CRIATURA MAIS FORTE DO PLANETA TERRA E DO MUNDO BANANADA DO PROTAGONISTA SE MOVE FAZENDO SOM DE BATIDA DE COCO
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
Eu estourei de rir nesse momento. Simplesmente os sons são de uma qualidade tão péssima que geram um efeito cômico no que é para ser uma das cenas de batalha do anime. É literalmente hilário o quão ruim esse show é.
Agora lembrem do que eu disse: nada está ruim que não possa piorar.
Abaixo da qualidade audiovisual patética e do roteiro escrito por um fugitivo da APAE, temos a direção dessa bagaça (a qual eu já dei uma palha quando comentei acima sobre os efeitos visuais e sonoros).
Em poucas palavras, ela é o pior pedaço de merda audiovisual lixoso autista aidético já contemplado pela humanidade. Os diálogos são os piores em eras: expositivos, vergonhosos e sem sentido (existem horas que o que um personagem fala LITERALMENTE NÃO SE ENCAIXA COM O QUE ESTÁ ACONTECENDO. Um exemplo disso é quando o personagem principal pergunta a um outro personagem se algo seria x Ou y. Sabem o que o outro personagem responde? Sim. ELE RESPONDEU SIM A UMA PERGUNTA DE X OU Y. QUEM ESCREVEU ESSA MERDA CARA? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA).
Mas nenhum diálogo supera o da cena que o protagonista expurga o seu professor. Nada que eu fale vai ser suficiente para a mesquinhez dele, portanto, assista por conta própria. É no final do episódio 2. Feche seus olhos e só ouça o diálogo.
A montagem das cenas...ah, a montagem das cenas. Vocês acreditam em mim se eu falar que esse anime tem problemas na MONTAGEM das cenas e dos diálogos? Coisas do tipo: um personagem estava em certa pose e no segundo seguinte ele está com a mesma pose só que de outra maneira. Um exemplo disso: um personagem (sequer lembro qual, acho que era o protagonista) aponta para o rosto. Na cena imediatamente seguinte ele permanece na mesma posição de apontar para si mesmo, contudo, aponta para o PEITO e não para o rosto. Um outro exemplo é quando o personagem pergunta algo para uma personagem e OUTRO cara responde a pergunta. WTF?.
Outro recorrente ponto na montagem das cenas aqui é que eu tive a ligeira impressão que houveram cenas cortadas. Do tipo: tal personagem vira e pergunta "Hm, o que você disse?" sendo que ABSOLUTAMENTE NINGUÉM FALOU NADA. Ou então x personagem se refere a algo que ele havia dito quando na verdade ele nunca realmente disse tal coisa (e sequer um flashback nos é mostrado). As transições entre cenas são feitas de uma maneira abrupta e que demonstram total inabilidade da direção mesmo em seus quesitos mais básicos. O corte é feito repentinamente e de maneira tão porca que, muitas vezes, corta a FALA DA PERSONAGEM.
Calma...
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.
Sim, é nesse ponto que a patetisse da produção desse anime chega.
E eu nem preciso tocar nos demais pontos tangentes à animação e à trilha sonora, certo?
A animação ficaria datada na década de 70 e a trilha sonora é forçada e sem graça. Aliás, sobre a animação, devo dizer que as escolhas estéticas sequer fazem sentido. O exemplo mais claro é a invocação de uma habilidade: um círculo tech aparece antes de uma skill ser conjurada. Por quê? Devo lembrá-los que esse anime se passa no feudalismo. Por que diabos tem um efeito que mais parece ter saído de Sword Art Online? A resposta é clara: porque a direção pateta não tem a menor criatividade para fazer algo além do que já foi feito infinitas vezes e caí no óbvio até mesmo nas escolhas visuais presentes no show.
As cenas de ação foram gravadas tentando cumprir o recorde mundial de cortes por segundo e não passam nenhuma sentimentalidade e emoção. Existem horas que são 3/4 cortes em questão de segundos. SÉRIO.
Veredito
Eu preciso parabenizar a produção dessa bomba por ter conseguido retirar o título de pior anime da temporada de Tower of God. Em poucas palavras: The 8th son? Are you kidding me? É o pior anime do ano (a menos que alguma produção tente copiar o feito da desse show e faça um cristal de merda como esse) e um dos piores de toda a existência da animação japonesa. Ele falha em absolutamente tudo que não aumentar a minha tolerância para animações.
E digo mais: Tower of God tem que agradecer essa abominação em formato de show por ter me feito repensar a nota que eu iria dar para ele.
Nota final: 0.
O elenco pateta e os vilões água com açúcar da série. Só para que você saiba: a garota atrás do protagonista tem 12 anos e tem cenas...meio bizarras, eu diria, ao longo do show porque os produtores acharam que seria uma boa ideia fazer isso :D
submitted by epilef_backwards to u/epilef_backwards [link] [comments]


2020.06.10 22:08 Zaruvado A minha waifu existe , mas agora a parte que ficaria no meio do primeiro post.

Ohayo luba-sama , lindos editores , gatas , papelões (que descansem em paz) , possível convidado , e turma que está vendo ou ouvindo o luba. Essa história é uma "continuação" da história. Eu disse no post anterior (a minha waifu existe) que talvez um dia eu contasse o que aconteceu no meio da história , que senão ia ficar muito longa e tals. Um resumo não tão breve assim: eu estava no clube e vi uma garota que se parece com a minha waifu (vou chamar de Miku em homenagem à minha waifu , Nakano Miku de gotoubun no hanayome , eu sinceramente recomendo esse anime , Luba) e com o poder do ecchi a Miku caiu em mim de um jeito que eu entrasse e tocasse em TUDO dela (de um jeito um pouco adulto) e o meu amigo que tava junto ainda não esqueceu de me zoar com essa porra até hoje e depois eu tive que falar com a Miku e tals para entender que porra foi aquela e pegar os contatos para falar depois se desse alguma merda sobre aquilo e saber o que fazer depois daquilo , aí a gente virou amigos pelo gosto em comum e tals , mas , um pouco depois disso começa esse post.
Ok , lá estava eu , em um restaurante que tava indo pela primeira vez , mas com a minha família e tals para comemorar as minhas notas (na época eu tava no sétimo ano) e fui no banheiro para mijar (obviamente , pera , mas eu podia ter ido cagar... Deixa para lá) , mas tinha uma fila enorme e tinha um banco , e eu sentei nele (aqui se encaixa uma piada sexual) e depois de uns minutos vejo a Miku vindo para o banheiro (provávelmente) , mas a ela desmaiou e adivinha em quem. Sim , isso mesmo , em mim. EM MIM , AHHHHHH É SEMPRE EM MIM E SEMPRE TEM QUE TER A PORRA DO ECCHI , AHHHHHHH. Mas dessa vez com a boca em um lugar (R.I.P. meus testículos) e eu sai dali e deixei a Miku deitada no banco e chamei alguém para fazer o que tinha que fazer de primeiros socorros , e também fui procurar e avisar quem tava com ela e tals. Aí me falaram que foi de alguma coisa de pressão , não lembro se era baixa ou alta , mas sei que foi "bem de boas" e que podia ser bem pior , mas foi por bem pouco que ela desmaiou.
No dia seguinte tomei coragem (eu sabia que ia dar merda e que iam me zoar para o resto da vida) e falei que conheci uma garota que se parece com a minha waifu e tals para uns amigos meus da escola e de zoeira um "amigo" (aquilo não tinha uma boa intenção , sem dúvidas) falou para eu "me declarar" (aspas pq ela não tinha me atraído tanto para chamar de amor e me declarar) e aí como eu sou retardado eu decidi fazer e elevar "um pouco" o nível. Eu preparei um MOTHER FUCKER TEXTO DE DECLARAÇÃO para pedir ela em namoro no ano novo e eu esperava um fora épico e que eu ia ir embora rindo para um caralho (aqui se encaixa uma piada sexual). Mas como sempre tudo dá errado para mim e ela aceitou e eu fiquei sem palavras e ela chorando me abraçando e todo mundo vendo e cada segundo que se passava eu me sentia pior e mais desconfortável. E eu não ia falar que era uma pegadinha (até pq eu me dei bem) e senão ia dar merda para ela e ia geral rir dela e zoar , não que ela ligue para isso , mas eu só fui descobrir isso depois. E até hoje a gente tá junto (só até hoje mesmo , assim que ela ver , ela vai reconhecer e comer o meu cú por saber que era uma pegadinha) e depois eu comecei a gostar dela de verdade não só por ser igual à minha waifu , mas pelo humor , a cara fofa quando ela tá puta (respiração do gado décima terceira forma: ela é tão bonita quando fica brava) e várias outras coisas como gosto em comum ela é bonita e eu gosto dela (kawaii desu ne? Mimimi). Então , tchau e se der merda (denovo) eu atualizo o post ou faço outro , tanto faz.
Obs: Se você reconhece essa história , não sou eu , o OP nunca existiu e nunca existirá , esse post é um delírio coletivo.
Quem não conhecer a minha waifu olha a minha foto de perfil e vocês vão ver como ela é fofa e bonita.
submitted by Zaruvado to TurmaFeira [link] [comments]


2020.04.04 04:52 altovaliriano A Grande Conspiração Nortenha - Parte 6

Texto original: https://zincpiccalilli.tumblr.com/post/53563214511
Autores: Vários usuários do Forum of Ice and Fire, mas compilado por Yaede.
Índices de partes traduzidas: Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Parte 5, Parte 6

--------------------------------------------------

A Dama Faz Protestos Demasiados

No episódio anterior de A Grande Conspiração do Norte, Harwood Stout, juramentado a Lady Dustin, foi visto conversando baixinho com Terror das Rameiras Umber, um conhecido “sócio” de Lorde Manderly desde A Fúria dos Reis. Do que eles falaram? Não procure para além do tour guiado por Lady Dustin às criptas de Winterfell no final do capítulo.
Theon vagueia sem rumo por algum tempo após o desjejum, atravessando as partes destruidas do castelo, subindo para as ameias e confessando no bosque sagrado. Durante esse mesmo período, a Senhora Dustin manda seus homens procurarem nas adegas, até nas masmorras, a entrada para as criptas. Seguindo as instruções de Theon, eles encontram essa entrada e passam meia hora cavando neve e entulho para descobrir a porta congelada, que precisou ser aberta com um machado. Todo esse esforço foi feito apenas para que ela se apresentasse um queixa antiga tendo apenas pedra fria, Theon e os silenciosos mortos como companhia. Que outro motivo a Senhora Dustin poderia ter para visitar as criptas?
Segundo a teoria, ela teria acabado de ouvir de Manderly (quem ouviu de Stout e Terror das Rameiras) que Bran e Rickon sobreviveram. Os meninos, Osha, Jojen, Meera e Hodor fugiram de seus perseguidores, escondendo-se nas criptas. É o que Bran conta ao moribundo meistre Luwin, enquanto Wex espia de seu esconderijo na árvore coração. O grupo de Bran também deixa evidências de sua estadia.
Osha levava sua longa lança de carvalho numa mão e o archote na outra. Uma espada nua pendia de suas costas, uma das últimas a ostentar a marca de Mikken. Forjara-a para a sepultura do Lorde Eddard, para deixar seu fantasma em descanso. Mas com Mikken morto e os homens de ferro de guarda no arsenal, era difícil resistir a bom aço, mesmo se implicasse assaltar uma tumba. Meera tinha ficado com a lâmina de Lorde Rickard, apesar de se queixar de seu peso. Bran ficou com a do seu homônimo, a espada feita para o tio que nunca conhecera.
(ACOK, Bran VII)
Até Hodor rouba uma espada ao sair.
O cavalariço tinha se esquecido de sua espada, mas agora se lembrara.
– Hodor! – exclamou. Foi buscar a arma.
Tinham três espadas mortuárias que trouxeramdas criptas de Winterfell quando Bran e o irmão Rickon se esconderam dos homens de ferro de Theon Greyjoy. Bran ficou com a espada do tio Brandon; Meera, com aquela que encontrara sobre os joelhos do avô, Lorde Rickard. A lâmina de Hodor era muito mais velha, um enorme e pesado pedaço de ferro, embotado por séculos de negligência e cheio de pontos de ferrugem.
(ASOS, Bran I)
Enquanto estava nas criptas com Theon, a Senhora Dustin nota especificamente as espadas que faltam.
– Aquele rei perdeu sua espada – a Senhora Dustin observou.
Era verdade. Theon não se lembrava que rei era aquele, mas a espada longa que devia segurar se fora. Marcas de ferrugem permaneciam para mostrar o lugar em que a lâmina estivera. [...] Seguiram adiante. O rosto de Barbrey Dustin parecia mais duro a cada passo. Ela não gosta deste lugar tanto quanto eu. Theon se ouviu falando:
– Minha senhora, por que odeia os Stark?
Ela o estudou.
– Pela mesma razão que você os ama. [...] Por que você ama os Stark?
– Eu... – Theon colocou uma mão enluvada contra um pilar. – ... eu queria ser um deles...
– E nunca pôde. Temos mais em comum do que imagina, meu senhor. Mas venha.
Apenas um pouco adiante, três tumbas estavam agrupadas juntas. Foi lá que pararam.
– Lorde Rickard – a Senhora Dustin observou, estudando a figura central. A estátua pairava sobre eles; rosto comprido, barbado, solene. Tinha os mesmos olhos de pedra dos demais, mas os seus pareciam tristes. – Ele tampouco possui uma espada.
Era verdade.
– Alguém esteve aqui embaixo roubando espadas. A de Brandon se foi também"Aquele rei está sentindo falta da espada", observou Lady Dustin.
(ADWD, O Vira-casaca)
Suponhamos que o verdadeiro objetivo da Senhora Dustin nas criptas seja confirmar a história de Wex. O que ela conta a Theon sobre sua história pessoal com os Starks não é mentira, é claro, mas também serve como cortina de fumaça para suas investigações, caso Ramsay (ou, pior ainda, Roose) questione suas ações. Embora a Senhora Dustin avise Theon para não repetir nada do que ela disse, ela deve saber que ele falharia na tentativa de manter segredos dos Bolton, se eles perguntassem abertamente. Theon e sua crença de que ela odeia os Starks são seu álibi.
No entanto, Roose parece ter certeza da lealdade da Senhora Dustin à Casa Bolton. Por que ela o abandonaria? Para começar, o que quer que os Starks tenham cometido com ela não muda o fato de que Rickard, Brandon e (agora) Ned estão todos mortos. Portanto, não são mais alvos satisfatórios de seu ressentimento. É verdade que a Senhora Dustin ainda pode guardar rancor contra os Starks. Porém não tanto quanto por Ramsay. A Senhora Dustin despreza Ramsay, e o sentimento é inteiramente mútuo.
– Deveria ter sido você a organizar o banquete, para celebrar meu retorno – Ramsay reclamou –, e deveria ter sido no Solar Acidentado, não nessa latrina de castelo.
– Solar Acidentado e suas cozinhas não estão a minha disposição – seu pai disse suavemente. – Sou apenas um convidado lá. O castelo e a cidade pertencem à Senhora Dustin, e ela não pode sustentá-lo lá.
O rosto de Ramsay ficou sombrio.
– Se eu cortar as tetas dela e der de comer para minhas garotas, ela me sustentará então? Ela me sustentará se eu arrancar a pele dela para fazer um par de botas para mim?
– Improvável. E essas botas sairiam caras. Elas nos custariam Vila Acidentada, a Casa Dustin e os Ryswell. – Roose Bolton sentou-se do outro lado da mesa, de frente para o filho. – Barbrey Dustin é a irmã mais nova da minha segunda esposa, filha de Rodrik Ryswell, irmã de Roger, Rickard e do meu homônimo Roose, prima dos outros Ryswell. Ela gostava do meu falecido filho e suspeita que você tenha alguma coisa a ver com a morte dele. A Senhora Barbrey é uma mulher que sabe nutrir uma mágoa. Seja grato por isso. Vila Acidentada é leal aos Bolton em grande parte porque ela ainda culpa Ned Stark pela morte do marido.
Leal? – Ramsay fervilhava. – Tudo o que ela faz é cuspir em mim. Chegará o dia em que colocarei fogo em sua preciosa cidade de madeira. Deixe ela cuspir nisso, para ver se apaga as chamas.
(ADWD, Fedor III)
O fato de Ramsay ter assassinado Domeric Bolton a sangue frio é um dos segredos mais mal guardados do Norte. Acho que a Senhora Dustin prefere que a justiça seja feita contra o assassino de seu amado sobrinho do que, em nome de sua vingança contra os Starks, continuar a apoiar um regime que legitima Ramsay como herdeiro. De todo modo, os Stark nem seriam culpados pela morte de seu marido, já que Lorde Dustin decide ir para o sul por seu próprio orgulho.
Além disso, a Senhora Dustin não estaria sozinha em sofrer se Ramsay herdarsse, legalmente ou não, o controle do norte. Vila Acidentada e seus habitantes poderão ser vítimas da ira indiscriminada de Ramsay, e os senhores menores sob a proteção dela, como Stout, provavelmente não se sairão muito melhor. No caso improvável de que Ramsay de alguma forma se contenha de responder ofensas passadas com fúria assassina, ele ainda não demostrou ter interesse em colocar o bem-estar de suas terras e povo sobre seu próprio bel-prazer egoísta. Tudo o que se pode dizer sobre os Starks, bons ou ruins, é que eles são governantes justos e nos quais pode-se confiar para proverem o Norte durante um inverno rigoroso, como fizeram por milhares de anos.
Por fim, a Senhora Dustin traça paralelos entre Theon e ela mesma. Theon, que percebeu que nunca odiava verdadeiramente os Starks. Ele os amava como a única família que conheceu e estava rancoroso por não poder ser um deles por completo. Faz dezesseis anos desde a Rebelião de Robert. Certamente, a Senhora Dustin fez uma pequena auot-reflexão e possivelmente chegou à mesma conclusão que Theon? Ela amava Brandon e talvez Lyanna também, como uma irmã, sendo ambas selvagens, ferozes e bonitas?
Em minha opinião, quando ela sai das criptas, a Senhora Dustin teria decidido participar da conspiração de Manderly. E ela traz os Ryswells consigo.
Há algum indício sobre a mudança de fidelidade da Senhora Dustin e Ryswell? Sim, de fato existem!
[Dustin:] E Lorde Wyman não é o único homem que perdeu um parente em seu Casamento Vermelho, Frey. Acha que o Terror-das-Rameiras tem algum bom sentimento por você? Se vocês não tivessem prendido Grande-Jon, ele teria arrancado suas entranhas e feito vocês comê-las, como a Senhora Hornwood comeu seus dedos. Flint, Cerwyn, Tallhart, Slate... todos tinham homens com o Jovem Lobo.
– A Casa Ryswell também – disse Roger Ryswell.
– Até os Dustin fora de Vila Acidentada – a Senhora Dustin separou seus lábios em um sorriso fino e selvagem. – O Norte se lembra, Frey.
(ADWD, Um fantasma em Winterfell)
Não apenas nós, leitores, ficamos sabendo que Ryswells e Dustins morreram no Casamento Vermelho, mas vimos a Senhora Dustin citar o slogan da vingança de Manderly para um Frey com um sorriso decididamente lupino.
– Para lutar com Lorde Stannis, temos que encontrá-lo primeiro – Roose Ryswell observou. – Nossos batedores saíram pelo Portão do Caçador, mas até agora nenhum deles retornou.
(ADWD, Um fantasma em Winterfell)
Batedores Ryswell? Agora, lembre-se de que uma teoria coloca Robett Glover como líder do segundo exército do Norte, fora dos muros de Winterfell, o qual teria subido a Faca Branca no rastro de Manderly e se aproximado sob a cobertura da tempestade de neve. Talvez esses batedores desaparecidos tenham ordens para entrar em contato com Glover e informá-lo sobre a evolução da coisa em Winterfell? Ao menos eles não foram encontrados, vivos ou mortos, pelos homens de Stannis.
– Qualquer homem lá fora, neste tempo, estará com o pau congelado. [riu Rickard Ryswell]
– Lorde Stannis está perdido na tempestade – disse a Senhora Dustin. – Está a quilômetros de distância, morto ou moribundo. Deixe o inverno fazer o pior. Alguns poucos dias e as neves enterrarão ele e seu exército.
E nós também, pensou Theon, impressionado com a tolice da mulher. A Senhora Barbrey era do Norte e deveria saber mais. Os velhos deuses estariam ouvindo.
(ADWD, Um fantasma em Winterfell)
Talvez ela saiba mais, mas está tentando ganhar tempo. Tanto para os conspiradores finalizarem seus preparativos quanto para Stannis chegue com um exército de reserva.
– O que está sugerindo, Frey? – O Senhor de Porto Branco secou a boca com a manga. – Não gosto do seu tom, sor. Não, nem um maldito bocado.
– Vá para o pátio, seu saco de sebo, e eu servirei todos os malditos bocados que seu estômago aguentar – disse Sor Hosteen.
Wyman Manderly riu, mas meia dúzia de seus cavaleiros ficou em pé ao mesmo tempo. Coube a Roger Ryswell e Barbrey Dustin acalmá-los com palavras apaziguadoras. Roose Bolton não disse nada. Mas Theon Greyjoy viu um olhar em seus olhos claros que nunca vira antes – uma inquietação e, até mesmo, uma pitada de temor.
(ADWD, Um fantasma em Winterfell)
Roose sabe há muito tempo que Manderly planeja uma traição (ADWD, Fedor III), mas o fato de que Lorde Wyman tenha abandonado a cautela, antagonizando abertamente os Freys durante a ceia, deveria sugerir que os planos de seus amigos estão alcançando o objetivo. E não acredito que Roose tenha certeza de quais são esses planos ou quem está envolvido neles, daí o medo inquieto que Theon observa.
Com Lady Dustin e os Ryswells a bordo, praticamente todas as Casas nortenhas em Winterfell se viraram contra os Boltons, deixando de fora os Freys, que neste momento são homens mortos andando. Manderly provacando os Frey no último POV de Theon pode ter sido um ato premeditado para estimular que Roose fizesse exatamente o que ele fez. Ou seja, enviar os homens de Frey e Porto Branco juntos para dar batalha a Stannis. Muito provavelmente, em minha opinião, as forças de Manderly darão um golpe nos Freys na primeira boa oportunidade que tiverem – digamos, depois que a vanguarda dos Frey cair em um lago congelado – depois debater com Stannis e os quatro mil nortenhos que ele tem sobre como tomar Winterfell e remover os Boltons do poder.

O Problema com Stannis Baratheon

Grande Jon Umber já teve uma coisa ou duas a dizer sobre Stannis.
Renly Baratheon não é nada para mim, e Stannis também não. Por que haveriam de governar a mim e aos meus de uma cadeira florida qualquer em Jardim de Cima ou Dorne? Que sabem eles da Muralha ou da Mata de Lobos, ou das sepulturas dos Primeiros Homens? Até os seus deuses estão errados. Que os Outros levem também os Lannister, já tive deles mais do que a minha conta – esticou a mão atrás do ombro e puxou a sua imensa e longa espada de duas mãos. – Por que não havemos de nos governar de novo a nós mesmos? Foi com os dragões que casamos, e os dragões estão todos mortos! – apontou com a lâmina para Robb. – Está ali o único rei perante o qual pretendo vergar o meu joelho, senhores – trovejou. – O Rei do Norte!
(AGOT, Catelyn XI)
Bem, como se vê, Stannis realmente conhece pouco sobre a Muralha e da Mata dos Lobos, mas está disposto a aprender, através de uma experiência dolorosa em primeira mão. Sua determinação corajosa em A Dança dos Dragões de ver o Norte livfre dos Boltons e Freys ganhou muitos admiradores. E, para esses e outros leitores, parecia completamente ingrato que os nortenhos subsequentemente rejeitem Stannis como seu rei em uma traição que certamente manchará para sempre a honra do norte.
Infelizmente para Stannis, no entanto, existem dois fatores principais trabalhando contra ele: 1) Seu deus vermelho, sempre faminto por sacrifícios, ainda é o errado. 2) Os nnortenhos simplesmente amam mais os Starks e não se importam com o Trono de Ferro.
Seis homens da rainha lutavam para colocar dois enormes postes de pinheiro em buracos que outros seis homens da rainha haviam cavado. Asha não teve que perguntar para que serviam. Ela sabia. Estacas. O anoitecer estaria sobre eles em breve, e o deus vermelho precisava ser alimentado. Uma oferenda de sangue e fogo, os homens da rainha chamavam, para que o Senhor da Luz possa voltar seus olhos de fogo sobre nós e derreter estas neves três vezes amaldiçoadas.
– Mesmo neste lugar de medo e escuridão, o Senhor da Luz nos protege – Sor Godry Farring disse para os homens que haviam se reunido para ver as estacas sendo marteladas dentro dos buracos.
– O que esse seu deus sulista tem a ver com a neve? – exigiu saber Artos Flint. Sua barba negra tinha uma crosta de gelo. – Isso é a ira dos antigos deuses sobre nós. É a eles que devemos agradar.
– Sim – disse Grande Balde Wull. – O Rahloo vermelho não significa nada aqui. Vocês apenas deixarão os antigos deuses mais zangados. [...]
Os quatro foram acorrentados de costas uns para os outros, dois em cada estaca. [...]À visão de Stannis, dois dos homens atados às estacas começaram a implorar por misericórdia. O rei ouviu em silêncio, sua mandíbula cerrada. Então disse para Godry Farring:
– Pode começar. [...]
Depois de um tempo, os gritos pararam. [...]
Clayton Suggs esgueirou-se ao lado dela.
– A boceta de ferro gostou do espetáculo? [...] A multidão será ainda maior quando for você se contorcendo na estaca. [...]
[Alysane:] A Senhora Asha não será queimada.
– Ela será – insistiu Suggs. – Já abrigamos essa adoradora do demônio entre nós por muito tempo. [...]
A Mulher-Ursa falou.
– E se você a queimar e a neve continuar a cair, e então? Quem queimará em seguida? Eu?
Asha não pôde segurar a língua.
– Por que não Sor Clayton? Talvez R’hllor goste de um dos seus. [...]
Sor Justin riu. Suggs achou menos graça.
– Aproveite suas risadinhas, Massey. Se a neve continuar a cair, veremos quem vai rir por último. – Olhou para os homens mortos nas estacas, sorriu e foi se juntar a Sor Godry e os outros homens da rainha. [...]
[Massey:] Se juntarão a mim [para cear], minhas senhoras?
Aly Mormont sacudiu a cabeça.
– Não tenho fome.
– Nem eu. Mas faria bem em engolir um pouco de carne de cavalo mesmo assim, ou em breve poderá desejar ter feito isso. [...]
Aly sacudiu a cabeça.
– Eu não.
(ADWD, O Sacrifício)
Eu penso que seja seguro concluir que Alysane Mormont não está impressionado com R'hllor, seus seguidores ou que o rei Stannis aprove práticas tão cruéis. Tampouco estão os homens do clã das montanhas. Curiosamente, no jantar, Artos Flint, Grande Balde Wull e o resto dos líderes dos clãs não são mencionados, possivelmente indicando que estão ausentes. Isso levou a algumas especulações de que a reunião de Alysane com os Liddles, Norreys, Wulls e Flints, cujos julgamentos iniciais de Stannis teria sido favorável enquanto ele comeu e bebu com eles.
Jon avisa Melisandre que os clãs das montanhas não admitirão insultos às suas árvores do coração (ADWD, Jon IV). Melisandre não acompanha Stannis a Winterfell, mas, no entanto, o devido respeito não foi pago aos deuses antigos. Pior ainda, com Flints e Norreys em Castelo Negro, as notícias poderiam muito bem se espalhar sobre como a sacerdotisa vermelha de Stannis e os homens da rainha forçam os selvagens a queimar pedaços dos represeiros sagrados do norte ao atravessar a Muralha (ADWD, Jon III). Os nortenhos estão dispostos a tolerar a adoração dos Sete, pois criar algumas seitas aqui e ali não perturba seus bosques sagrados, mas R'hllor é um deus ciumento e seus arrogantes devotos sulistas fariam conversões à força.
Enquanto Stannis, sua rainha ou seus homens continuarem apoiando o R’hllorismo fanático, ele, em minha opinião, nunca poderá deter o Norte. Até Porto Branco será cauteloso, pois os Sete já foram usados para acender os fogos de R'hllor, assim como os deuses antigos, e muitos do povo de Manderly sem dúvida adotaram a religião dos Primeiros Homens nos mil anos desde que aqueles procuraram refúgio com os Starks.
Sobre o segundo obstáculo de Stannis, um aspecto marcante da história de Westeros após a conquista é o quão isolacionista o Norte permanece até a Rebelião de Robert (e até depois). Embora oficialmente sejam parte do reino e estejam sujeito à autoridade do Trono de Ferro, os Stark ainda são, extraoficialmente, reis em tudo, exceto no nome. O número de Targaryens que se aventuraram ao norte do Gargalo nos últimos trezentos anos pode ser contado em uma mão: 1-2) Rei Jaehaerys, o primeiro de seu nome, com sua esposa, a boa rainha Alysanne, seus dragões e metade da corte; 3) Egg enquanto se disfarçava com Dunk no próximo conto “The She-Wolves of Winterfell”; 4-5) Meistre Aemon, acompanhado por Corvo de Sangue, ambos para tomar o preto. Mesmo Robert nunca o visita, exceto em A Guerra dos Tronos (e nove anos antes para acabar com a revolta de Balon Greyjoy).
Enquanto quem quer que esteja sentado Trono de Ferro permaneça em Porto Real, todo o resto do reino sente-se bem fingindo que o Norte não é efetivamente auto-governado por Winterfell. Suspeito, porém, que Stannis, inflexível em exigir sua merecida lealdade como o legítimo rei de Westeros, não ficará satisfeito com um acordo por meio do qual seus comandos reais devem primeiro ser aprovados por um Stark antes de serem postos em prática.
No entanto, ao se opor a isso, ele estaria desafiando o legado Stark. Que alcançou status quase mítico após milhares de anos de domínio mais ou menos contínuo. Quando o Norte é ameaçado por selvagens ou homens de ferro, são os Starks que chamam os homens às armas. Um Stark construiu a Muralja e liderou a luta contra os Outros. Os Stark expulsou os ândalos invasores, fizeram do Norte o único reino dos Primeiros Homens que ainda resta, mas entregaram voluntariamente sua coroa aos Targaryen para poupar seu povo do fogo do dragão. Eles servem a seu tipo distinto de justiça para desertores e outros criminosos. Eles punem bandidos rebeldes, tomam reféns quando necessário e casam-se com as famílias do Norte em busca de alianças. Com as paredes aquecidas e os jardins de vidro de Winterfell, os Stark provavelmente fornecem necessidades básicas (comida, abrigo) para os plebeus durante os longos invernos. De inúmeras maneiras, grandes e pequenas, os Starks provaram seu valor. Tanto é assim que mesmo seus inimigos seculares, os selvagens, não suportam ouvir Theon Vira-casaca pronunciar o lema dos Stark (ADWD, Theon I).
Em minha opinião, nenhum senhor sulistas pode esperar competir com a idéia dos Starks. Com o que eles passaram a representar para os nortennhos através da longa associação de muitas gerações: proteção e estabilidade em tempos difíceis de inverno. Alys Karstark, por exemplo, procura a ajuda de Jon – não a de Stannis – na condição de "o último filho de Eddard Stark", apesar de que Robb tenha decapitado seu pai e da ostensiva neutralidade da Patrulha da Noite (ADWD, Jon IX).
Além do mais, os nortenhos não juraram a Stannis nenhum voto aos quais eles se considerariam obrigados a seguir. A Grande Conspiração Nortenha, se verdadeira, antecede a chegada de Stannis à Muralha. Os Mormonts, os Glovers, Manderly e os outros partidários dos Stark teriam agido contra os Boltons com ou sem Stannis. E agora, em Winterfell, Stannis depende dos homens nortenhos que compõem a maior parte de seu exército, especialmente devido ao desgaste de seus cavaleiros sulistas.
Então, onde isso deixa Stannis? Quando um Stark estiver em Winterfell novamente, os nortenhos poderiam lhe dizer: “Agradecemos a ajuda, Sua Graça. Saiba que o norte estará sempre aberto para você e os seus. O trono de ferro? É por ali, e você é bem-vindo a sentar nele. Mate alguns Lannisters por nós!”. O que Stannis poderia fazer a respeito se os senhores do Norte se recusassem a se juntar à guerra dele? Nada, na verdade.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.01.24 13:39 drdova Ainda gosto da minha ex

Olá pessoal, estou tentando já há algum tempo escrever esse post, finalmente chegou a hora certa... provavelmente vem textão, então pega uma água e senta aí, tentarei deixar o texto bem escrito para que a leitura fique agradável.
Tive uma história muito linda de relacionamento, namoramos por quase 7 anos e infelizmente terminamos em Maio do ano passado, eu quem terminei. Nós não chegamos a ficar brigados, mas nos machucamos muito. Hoje tenho 23 anos, ela tem 21. Deixamos de nos falar em agosto do ano passado. Cada um passou a viver sua vida, ficar com outras pessoas e etc.
Acontece que semana passada, mandei uma mensagem pra ela dizendo que ela tinha sumido, não tinha dado mais notícias e etc, ela visualizou e não respondeu. Bem.. achei que nesse momento ela não falaria mais comigo, até que no outro dia ela me liga. Ela diz que sumiu porque preferia assim, disse que não era bom estarmos nos falando, nem trocando mensagens, mas começou a perguntar de mim, se eu estava bem, por onde eu andava, o que fazia, até que me perguntou se eu ainda gostava dela e eu disse que a amava, ela respira fundo, eu de fato compreendi que ela gostou da notícia, que gostou de saber que eu ainda sinto algo por ela, perguntei se ela gostava de mim ainda, ela fez um monte de arrudeios e não respondeu minha pergunta, disse que precisava desligar o telefone e que não era pra eu falar mais com ela. Falei que tudo bem, mas que eu queria ver-la como amigo, que queria sentar um tempo, rir, conta histórias da minha vida e etc. Ela desligou.
Na sexta feira da semana passada, aparece uma notificação no meu snapchat que ela estava digitando algo para mandar pra mim, sendo que não recebi nenhuma mensagem. Na terça e na quarta feira dessa semana aconteceu a mesma coisa, ambos os dias aparece uma notificação de que ela estava escrevendo algo, mas nenhuma mensagem chegou. Então, ontem (quinta-feira) ela posta uma foto no snap (claramente para eu ver, porque ninguém usa mais snapchat e ela NUNCA posta algo lá, faz anos que ela n posta foto nesse AP) , eu respondi dizendo que ela estava muito linda, falei mais umas coisinhas nesse sentido e disse que precisava falar com ela novamente, então ela me ligou.
Nessa segunda ligação perguntei de cara se ela estava namorando, ela respondeu que não importa se está ou não, que não ia me responder nada nesse sentido. Conversamos 1h e 10 minutos no telefone. Falei o quanto amadureci durante esse tempo separados, que cresci como pessoa, como profissional, mas que há um lado em mim que gosta muito dela, falei que desde que nos separamos não tem um único dia que deixei de pensar nela, que nada do que fiz (indo à festa, outros relacionamentos) me preenchia, que eu de alguma forma estava bem ligado a ela ainda, mesmo há 8 meses separados. Ela me responde dizendo que entende, que infelizmente nos separamos, que as coisas não deveriam ter sido da forma que foi, que tínhamos tudo para dar certo, mas infelizmente as coisas aconteceram. Ela é bem religiosa, disse que Deus estava no comando de tudo, que orou diversas vezes entregando a vida dela a Deus e que a vontade dele sempre vai se realizar. Ela viu minhas fotos no instagram com uma amiga de outra cidade, perguntou se namorávamos, insistiu dizendo que a guria era minha namorada, mesmo eu dizendo que não, ficou fazendo uma certa birra. Ela perguntou muito sobre mim ainda, acredito que de fato ela sente algo por mim, foram 7 anos.
Vamos ao finalmente... Eu não posso namorar com ela agora por uma série de motivos que envolve o lado financeiro, pessoal, profissional e religioso. Creio que pra ela seria o mesmo desgaste. Ela entende isso, tenho certeza.
Eu falei para ela que em Outubro, que é quando eu vou ter sanado todos esses problemas, irei procurar-la, irei querer namorar com ela e que dessa vez não vou passar mais que 1 ano namorando, iria querer casar, até mesmo porque vou ter dinheiro para bancar tudo, se assim Deus permitir.
Ela não acreditou muito no que eu disse (eu acho), falou que daqui pra lá vou ter oficializado meu namoro com a guria da outra cidade, falou que vou ter outra pessoa na minha vida, que o sentimento por ela não seria mais o mesmo.
Avisei que ela receberia sim essa ligação, se atendesse que saiba que vai ser nesse sentido.
Perguntei novamente a ela se ela ainda gostava de mim, ela disse que precisava desligar, na mesma hora perguntei de novo... ela respondeu que precisava muito desligar. Ela me desejou boa noite, que eu me cuidasse e pediu para não nos falar mais.
Depois desse longo texto, o que fazer? Tocar minha vida daqui para outubro e ver no que dá? Vocês acham que com base no que relatei ela ainda deve gostar de mim? Você passaria 1h 10 min numa ligação com seu/sua ex, sabendo que ele gosta de você sem você gostar dele?
Alguém leu até aqui? Se sim obrigado.
DrDova
submitted by drdova to desabafos [link] [comments]


2020.01.08 08:07 Bloodao Paixão por uma personagem fictícia.

Olá, esse é o segundo site em que posto isso, por mais que seja um tanto vergonhoso pra min, sinto que é nescessário, por favor se você acha esse título uma brincadeira ou uma fanfic, pelo menos não comente nada pra não piorar minha situação, irei contar como tudo começou desde o primeiro dia.

Naquele dia eu estava jogando tranquilamente, e chega uma mensagem no meu celular, eu abro e é meu amigo, me recomendando um anime, eu curto animes e ultimamente tem sido o meu hobby além de jogar, então eu fui ver, pra quem assiste bastante animes, provavelmente já deve conhecer,Rascal Does Not Dream of Bunny Girl Senpai, ou só pelo nome curto que as pessoas chamam normalmente, Bunny Girl Senpai, e bom, eu assisti o anime inteiro e achei maravilhoso e incrível, creio que tenha sido o melhor anime da minha vida inteira, depois de terminar o anime assisti o filme do anime, que também é espetacular, depois disso eu fui continuar meu dia normal de férias, jogar ou assistir mais anime, mas eu tavo sentindo um peso enorme, e eu não sabia o que era, e eu ficando confuso comecei a entrar em pânico, tentando descobrir o que estava me causando essa agonia, esse frio na barriga absurdo, então sem querer eu descobri, quando eu pensei em uma das personagens do anime, eu cai em lágrimas, tinha acabo de descobrir que estava apaixonado por uma personagem fictícia, me refiro a Mai Sakurajima, ou apenas Mai-San, e eu estava tentando achar uma solução e me veio a cabeça ''eu posso ficar tranquilo, isso é só uma apaixonite por uma personagem, obviamente não vai durar nada ou algo do tipo'', emfim.... aqui estou eu, com um belo tempo passado, e já estou ficando com medo de me sentir assim pra sempre, pode parecer muito exagero, afinal estamos tratando de algo impossível, mas eu realmente percebo que estou apaixonado por ela, ela conseguiu ser perfeita aos meus olhos, provavelmente não só aos meus, isso que me deixa ainda mais furioso, além de ser uma personagem, ou seja, é algo que nunca conseguirei, se por um acaso eu conseguisse, eu não seria o único, pode parecer egoísmo mas é o que eu sinto, eu cada vez só sinto mais afeto por ela, eu realmente à amo, eu percebo isso por que um dia eu já fiquei apaixonado por uma garota, e senti as mesmas coisas, e eu só consegui esquece-la por que ela realmente parou de existir pra min, eu não lembro dela mais, e quando eu lembro não sinto mais nada, provavelmente muitos de vocês que estão vendo esse texto vai tentar responder que esse é o exemplo mais forte de que eu vou um dia quem sabe esquecer a Mai-San, mas pra min esse é o exemplo mais forte de que eu não vou esquecer, por que pra esquecer uma garota que eu praticamente não tinha contato nenhum com ela, quase não a via, foi um inferno, imagina pra uma personagem, que é algo que aparece toda hora, ainda mais ligada a tantas coisas importantes pra min, por exemplo, quem me recomendou o anime foi um dos meus melhores amigos, pra min ele é uma pessoa inesquecível, e o anime foi o melhor que já vi na vida, então também é inesquecível, eu já não sei o que fazer, muitas pessoas também podem falar que eu só estou apaixonado por ela ser uma personagem bonita, mas a personalidade dela pra min é a melhor do mundo, eu não consigo acreditar que exista algo assim, uma pessoa tão boa e doce, que se preocupa com você a ponto de largar o trabalho que estava fazendo em outro país, pra viajar até você pra te confortar, talvez possa existir várias pessoas assim, mas eu queria me casar com ela, queria dormir com um abraço quente dela, e pensar nessas coisas só aumentam meu amor por ela.

Eu sou um cara muito realista, nem um pouco utópico, reconheço o que é impossível, e talvez por isso eu esteja mais triste do que deveria estar, eu sei que não vou consegui-la, e isso me dói muito, acho que é a dor mais forte que já senti, superou até a que eu senti na morte do meu avô.

Não sou uma pessoa triste, não vivo dizendo por ai que quero cortar os pulsos nada do tipo, e como eu já disse essa sensação não é nova pra min, já que já senti isso um dia, eu fico com um ódio de mim mesmo por ter me apaixonado por uma personagem de um desenho japonês, kkkk me da até vontade de rir, mas a tristeza bate muito mais forte por culpa de todos esses fatores, eu não vou esquece-la, e nunca vou ter ela junto comigo.

Eu realmente agradeço você que leu tudo isso e que provavelmente quer me ajudar, eu não sei o que fazer, e não sei o que quero que aconteça no meu futuro, já que uma parte de min que esquece-la, pra acabar com esse sofrimento que estou sentindo, mas a outra parte quer que eu lembre dela, essa parte quer ser utópica, a ponto de ter esperança de um dia eu me juntar a uma personagem de desenho, eu não sei como eu deixei isso acontecer (me apaixonar por uma personagem), mas eu me culpo todo dia por isso.

Antes de terminar queria dizer que se você for responder uma frase pra me ajudar que seja do tipo: ''fale com seus pais sobre isso, eles são as melhores pessoas pra conversar com você'' ou ''tente achar uma pessoa igual a ela, tanto em aparência (apesar de ser impossível pois além dela ser perfeita rsrs... ela é uma personagem de anime) quanto em personalidade''. Digo pra não responder isso pois se eu falo pros meus pais sobre isso, e que foi assistindo anime que aconteceu, eles vão cortar minha assinatura com o site de animes, pois pra assinar foi uma luta, já que meu pai havia ouvido rumores de que adolescentes/jovens estava se suicidando e coisa do tipo por causa de animes, e assistir animes está sendo meu hobby principal, é o que eu mais gosto de fazer. E pela parte de encontrar alguém parecida, por que eu não vou ficar com uma garota apenas por que ela parece com uma outra pessoa que eu gostaria de estar namorando, além de ser ruim pra min, em questão de eu estar sendo egoísta e deixando a garota triste por isso, eu vou estar apenas aumentando as esperanças de que um dia eu tenha ela.
submitted by Bloodao to desabafos [link] [comments]


2020.01.07 00:38 Enkacomfarinha Mesmo esquema das aleatoriedades estudando o etnocentrismo prepotente

Uma vez vi um texto (um pouco patético, por sinal) de um americano (tinha que for, putz) reclamando de estrangeiros que tiram sarro de um americano que não sabe outro idioma.
Ok, tem um ponto em que concordo, não saber idiomas estrangeiros não deveria ser motivo de piada. Isso é fato. Mas alguns pontos que o texto não abordou, mas que é fundamental pra esse choro significar algo (e que foi felizmente abordado nos comentários), é que:
Primeiro, se você não entende outro idioma E NEM se esforça pra aprender, e mais ainda, espera sentado que os outros aprendam seu idioma, então sim, merece ser zoado sim. E não, você não é a vítima da xenofobia, pelo contrário.
Segundo, é pura hipocrisia reclamar de gringo "exigindo" que você conheça o idioma e a cultura deles e te desdenhando se não o faz quando você é parte de um puta país que acha ridículo algum gringo não entender piadas de walmart ou alguma referência nacional mas jura, por exemplo, que brasileiro fala espanhol (ou que "brasileiro" é um idioma) ou que iraniano fala árabe.
Terceiro, acham que é cruel e arrogante rir de você que só fala inglês? Mas, então, e quando você mesmo zoa um estrangeiro com sotaque que está se esforçando pra entender um idioma que não é dele ou acha ele estúpido e ignorante por não entender uma gíria? Ou mais ainda, um turista cujo compromisso dele com o idioma se resume à alguns dias? Ou pior ainda, quando você é o gringo e espera que todos, incluindo aquele garçon mal pago que não pode frequentar curso de inglês que vale praticamente todo o salário dele por mês ou o vendedor de artesanato na barraca, na feira ou na esquina que mal consegue pagar as contas, todos, absolutamente todos você espera que falem fluentemente seu idioma e ainda faz piada do sotaque dos que tentam te atender. Ah, mas isso é só quando você é o gringo, quando você é o nativo, o inglês ruim deles é hilário e a mania terrível deles de terem o próprio idioma é uma ofensa, um ato xenofóbico indefensável. Bem, o mesmo se vocês forem o gringo ou se forem o nativo. Em qualquer caso, não falar inglês é uma piada e uma ofensa pra vocês.
Pela puta que pariu, vários americanos não conseguem nem sequer ver filme legendado, precisa fazer remake, com atores brancos e relocalizando nos EUA se não for no máximo europeu (e europeu com limites, que seja um país "turístico") Veronika que o diga, Paulo Coelho escreveu um puta capítulo sobre a Iugoslávia que era bastante relevante pra pensar sobre o suicídio dela (diferente do clássico e perigosamente mal abordado caso do personagem que tem um problema pontual e bem específico, como se dissesse "olha, ele tem um motivo claro e óbvio", como se fossem os únicos casos possíveis e "admitíveis"). Então fazem uma readaptação em filme, e a Veronika é novaiorquina. Ironicamente, pelo mesmo motivo abordado na carta dela, pessoas que se perguntam "Iugoslávia é um país?", então vêm os diretores e se perguntam, "Iugoslávia é um país?", ou na melhor das hipóteses, simplesmente descartaram um dos melhores trechos do livro sob a desculpa de não ferir a sensibilidade americana que se perguntaria "o que é uma iugoslávia?"
Mas, ok, voltando ao "ninguém é obrigado a ser bilíngue ou poliglota", estou descartando casos de pessoas que só falam um idioma porque não tiveram a OPORTUNIDADE de aprender. Escola de idiomas é caro em muitos países (e em vários casos, simplesmente inexistente) e quase sempre a aula de idioma estrangeiro obrigatória da educação básica deixa muito a desejar. Mas agora, se você tem acesso e tem condições, mas simplesmente não se dá ao trabalho, aí não tem direito nenhum de reclamar da "arrogância de um estrangeiro poliglota".
Bem, finalizando, agora vem a parte em que alguém nem sequer lê o texto mas se dá ao trabalho de dizer que deveriam me deportar ou ironicamente (principalmente nesse texto) dizer da forma mais ridículo possível se eu não sei inglês ou que meu teclado está quebrado, coisas do tipo, como se eu tivesse algum retardo ou como se outros idiomas fossem errados pelo simples fato de existirem.
submitted by Enkacomfarinha to rant [link] [comments]


2019.12.12 01:19 didiramone Opinião impopular que renderá downvotes abaixo, mas se você não conseguir fazer uma reflexão baseado em uma crítica, você deveria morar num curral.

Uma das coisas mais imbecis dos conservadores radicais (principalmente aqueles que seguem cegamente o Bolsonaro) é achar que arte e cultura são coisas de esquerdistas e maconheiros.
Essas pessoas acham que se pode manter a ordem e os bons costumes passando leis e fiscalizando a população, mas há dezenas de exemplos que comprovam que a repressão quase nunca funciona.
Vou dar dois exemplos: racismo e homofobia.
As duas coisas são crime no BR mas a primeira é consenso entre todos os cidadãos de bem. Se você vir alguém ofendendo um negro pela sua cor, dificilmente vai apoiar, rir ou ficar indiferente. No entanto, com o homofobia é completamente diferente. Passaram uma lei que não é consenso entre a população e simplesmente ninguém tem medo dela. É normal um sujeito dar uma porrada num gay se receber uma cantada, piadas são comuns, há movimentos abertsmente anti gays, e mais um milhão de exemplos que vocês conhecem bem.
Vocês já se perguntaram por que as pessoas compraram a ideia de que racismo é ruim e homofobia não?
Pois eu tenho um palpite:
Arte e cultura.
Quantas músicas, filmes, séries, novelas pinturas e caralho a quatro você viu sobre racismo a vida inteira?
Faço a mesma pergunta sobre homofobia.
Se lembram da polêmica do beijo gay na globo? Somente nos últimos anos temos visto personagens de fato gays assumidos em séries americanas e filmes, mas poucas pessoas têm acesso a esse conteúdo. Canais populares como música (rap) e novelas, não falam sobre esse assunto.
Mas por que a arte é eficiente em mudar a percepção das pessoas?
Por dois motivos. Ela te mostra o mundo sob a ótica de uma pessoa que vive numa realidade diferente da sua e faz isso te emocionando.
A soma de se ver na pele de um escravo e sentir a tristeza, impotência e injustiça que eles passaram despertou a empatia em você, a ponto de perceber que o racismo é cruel. Mas você não passou por esse processo com a realidade de travestis, por exemplo.
Bom, antes de você vir me chamar de lacrado esquerdista, quero concluir meu texto com o motivo original que me levou a escrevê-lo.
Por que é consenso geral (salvo exceções, é claro) que o nazismo é ruim mas não se tem a mesma percepção de socialismo?
Já pararam pra pensar nisso?
A resposta que se dá é doutrinação das escolas mas eu simplesmente não acredito.
Vejam só. Quantos filmes e séries vocês já viram ao longo da vida denunciando os horrores do nazismo? Todo ano sai um.
E sobre o socialismo? Quantos filmes, séries, peças de teatro ou músicas condenando o ocorrido de fato existem?
Honestamente, bicho. Eu não me lembro de nenhum. Então, como é que você vai pegar um estudante de história e fazer com que ele se coloque no lugar de um habitante de regime socialista? E se ele não fizer isso, como é que ele vai mudar sua percepção de regimes totalitários são cruéis?
Deixo essa resposta pra vocês.
Fuop.
submitted by didiramone to brasilivre [link] [comments]


2019.12.03 14:06 ebookrevenda Como ganhar dinheiro em 2020?

Como ganhar dinheiro em 2020?

https://preview.redd.it/7xsanx233f241.jpg?width=626&format=pjpg&auto=webp&s=c2d232372cb8fe8b7a53f19fa8195015b8eae673
Com certeza absoluta muita dedicação e serviço é algo fundamental, porém se eu tivesse que apostar em algum ramo ou algo do tipo continuaria exercendo o que faço hoje, trabalho com revenda de produtos digitais, Softwares, e-books, cursos, e uma variedade de outros produtos que você pode vender online.
Há uns dois anos atrás esse era um tipo de trabalho no qual ninguém acreditava, imagine então a 9 anos quando eu iniciei, as pessoas chegavam a rir quando se falava em ganhar dinheiro na internet, porém hoje Vejam Só, praticamente todas as pessoas já conhecem alguém que trabalha na internet e ganha dinheiro com isso e fazem disso a sua fonte de renda principal, até mesmo empresas vem abandonando os seus escritórios e levando os seus trabalhos para as casas de seus funcionários, creio que a tendência a cada dia seja mais direcionada a isso, e daqui a alguns anos grande parte da população Terá algum trabalho na internet que seja um trabalho extra ou não.
Um pouco sobre o que eu faço

https://preview.redd.it/34hzb5b43f241.jpg?width=978&format=pjpg&auto=webp&s=37284181826cbab491de3ad68aee4d5142f34445
Um dos softwares que vendo na internet se chama PCG programa classificados grátis Esse software é uma agregador de sites de classificados grátis ou seja cadastrado no programa Tem mais de 200 sites de classificados grátis onde as pessoas podem anunciar produtos e serviços, se trata de um software de publicidade O que é muito fácil de se vender na internet, ao registrar o software você ganha a possibilidade de revendê-lo e os proprietários do mesmo pagam a você 50% de comissão por cada venda que fizer, se você parar de fazer simples análises vai perceber que nem qualquer pessoa paga 50% de comissão por aí, levando em conta que você não terá nenhum custo referente à entrega de produto, custos com produção e outros quaisquer.
GRANDE VANTAGEM DESSE TIPO DE TRABALHO: a grande vantagem que vejo em realizar esse tipo de trabalho além do já citado é que não teria custo algum a não ser o meu tempo com a divulgação que irei fazer, toda a entrega e gerenciamento é feito por parte dos desenvolvedores Então o que me sobra é Apenas divulgar e receber as minhas comissões logicamente, sem ter nenhum trabalho com Os compradores Ou nem mesmo fazer atendimento pois tudo é feito diretamente no site pelos desenvolvedores, por ter um painel de controle online tenho acesso a tudo, pessoas que visitaram o meu linK, pessoas que fizeram o pedido na minha página, manuais, e se você ainda quer garantir mais as suas vendas sempre que fizer um anúncio na internet pode deixar o seu contato assim Os compradores vão entrar diretamente em contato com você.

Você também pode fazer o Mesmo

https://preview.redd.it/b5s2w1h53f241.jpg?width=811&format=pjpg&auto=webp&s=37c9889ee3cfd9aa5f2d38039a4a9c8c92cafd3b
O sistema que citei acima é apenas um de muitos que existem na internet, Existe uma grande diversidade de sistemas de revenda onde você pode estar se cadastrando e participando, e sinceramente a meu ponto de vista para você ganhar dinheiro com esses temas Basta fazer uma simples análise e verificar se você acha que esse produto é “vendivel” ou não, se você acha que sim basta iniciar suas divulgações e logo vai ver os resultados aparecerem.
Não faça como muitas pessoas apenas se cadastre em um sistema achando que vão ganhar dinheiro da noite para o dia de forma mágica pois isso não existe, posso afirmar com toda a certeza que essa é uma forma mais fácil de se trabalhar pois você faz os seus horários e não tem muito trabalho com gerenciamento de estoque ou outros, porém, com toda a certeza posso afirmar também que exige muita dedicação e esforço mas ao final não vai se arrepender.
Posso até mesmo citar outro sistema semelhante, conhecido como Promotion Site Existe um software utilizado também para fazer marketing que tem o mesmo sistema de revenda onde após adquirir o software você pode participar da revenda, Se não me engano a comissão atual que eles pagam por cada revenda que você fizer é de R$40,00 Não pense que isso é pouco, tenha em mente que você não está gastando nada com isso apenas o seu tempo divulgando o software, e pense também que você pode fazer várias vendas por dia com o passar do tempo e suas divulgações feitas.
No final de tudo se tiver dedicação você vai ter sucesso com certeza e para o ano que vem com certeza esse tipo de trabalho vai estar ainda mais em Foco assim como nos anos seguintes, e faço uma aposta nos sistemas que indiquei Pois a cada dia mais as pessoas vão precisar de divulgar coisas na internet e com isso esses softwares vão vender como água. “em meu ponto de vista”.
Enfim, de coração espero ter ajudado com a minha resposta e que você possa tirar algum proveito da mesma caso pretendem iniciar um trabalho na internet ou não, ficaria muito grato se recebeste um voto positivo de sua parte pela resposta dada “e também de você que está lendo” , fico muito grato, desejo excelentes negócios e um próspero futuro….
Abraços.
Palavras-chave relacionadas:
ganhar dinheiro na internet, ganhar dinheiro online, ganhar dinheiro extra, ganhar dinheiro com app, ganhar dinheiro rapido, ganhar dinheiro no paypal, ganhar dinheiro jogando, ganhar dinheiro com instagram, ganhar dinheiro no youtube, ganhar dinheiro assistindo videos, ganhar dinheiro app, ganhar dinheiro apostando, ganhar dinheiro assistindo futebol, ganhar dinheiro anunciando, ganhar dinheiro apostando em futebol, ganhar dinheiro assistindo propaganda, ganhar dinheiro anunciando produtos, ganhar dinheiro avaliando, a ganhar dinheiro rapido, ganhar a dinheiro, a ganhar muito dinheiro, a como ganhar dinheiro no cartola, quando começa a ganhar dinheiro no youtube, como começar a ganhar dinheiro, a oração para ganhar dinheiro, jogos online a ganhar dinheiro, ganhar dinheiro a curto prazo, ganhar dinheiro a noite, ganhar dinheiro a traduzir textos, ganhar dinheiro a internet, ganhar dinheiro a escrever textos, ganhar dinheiro a juros, ganhar dinheiro a escrever artigos, ganhar dinheiro a rodo, ganhar dinheiro vendendo água, aprenda a ganhar dinheiro, aprenda a ganhar dinheiro na internet, começar a ganhar dinheiro do zero, comece a ganhar dinheiro em 21 dias, comece a ganhar dinheiro agora, começar a ganhar dinheiro, comece a ganhar dinheiro hoje, comece a ganhar dinheiro agora mesmo, ganhar dinheiro de jogo, ganhar dinheiro de sites, ganhar dinheiro bitcoin, ganhar dinheiro bet365, ganhar dinheiro baixando app, ganhar dinheiro blog, ganhar dinheiro brasfoot 2019, ganhar dinheiro bolsa, ganhar dinheiro bolsa de valores, ganhar dinheiro baixando aplicativos, ganhar dinheiro bitcoins, ganhar dinheiro bolsa gta v, plano b para ganhar dinheiro, ganhar dinheiro com pesquisas, ganhar dinheiro com internet, ganhar dinheiro com youtube, ganhar dinheiro com artesanato, ganhar dinheiro com blog, ganhar dinheiro com picpay, sonhar c ganhar dinheiro, ganhar dinheiro c artesanato, ganhar dinheiro com impressora, significado sonhar c ganhar dinheiro, o que significa sonhar com ganhar dinheiro, qual o significado de sonhar ganhando dinheiro, significado de sonhar com ganhar dinheiro, sonhar com ganhar dinheiro, sonhar que ganhar dinheiro, ganhar dinheiro divulgando, ganhar dinheiro de graça, ganhar dinheiro dormindo, ganhar dinheiro de verdade, ganhar dinheiro divulgando noticias, ganhar dinheiro digitando nomes, ganhar dinheiro desempregado, ganhar dinheiro dirigindo, ganhar dinheiro desenhando, de ganhar dinheiro sinonimo, formas de ganhar dinheiro, formas de ganhar dinheiro extra, maneiras de ganhar dinheiro, formas de ganhar dinheiro na internet, maneiras de ganhar dinheiro na internet, maneiras de ganhar dinheiro extra, formas de ganhar dinheiro rapido, app de ganhar dinheiro, aplicativo de ganhar dinheiro, ganhar dinheiro escrevendo, ganhar dinheiro enviando email, ganhar dinheiro em app, ganhar dinheiro extra na internet, ganhar dinheiro escrevendo artigos, ganhar dinheiro em ingles, ganhar dinheiro escutando musica, ganhar dinheiro enquanto dorme, é possivel ganhar dinheiro na internet, responder pesquisas e ganhar dinheiro, responder perguntas e ganhar dinheiro, como investir e ganhar dinheiro, trabalhar online e ganhar dinheiro, como trabalhar e ganhar dinheiro pela internet, como trabalhar e ganhar dinheiro na internet, como criar e ganhar dinheiro com um blog, como criar e ganhar dinheiro com um aplicativo, artesanato para vender e ganhar dinheiro, ganhar dinheiro é dificil, ganhar dinheiro respondendo pesquisas é verdade, ganhar dinheiro com pesquisas é confiavel, ganhar dinheiro na internet é possivel, ganhar dinheiro e cartões oferta grátis, ganhar dinheiro e diamante no free fire, ganhar dinheiro e cartões oferta grátis apk, ganhar dinheiro e premios respondendo pesquisas, ganhar dinheiro e ficar rico enfim, ganhar dinheiro e commerce, ganhar dinheiro e viajar, ganhar dinheiro e investir, jogar e ganhar dinheiro, é possivel ganhar dinheiro no instagram, vender e ganhar dinheiro, opinar e ganhar dinheiro, investir e ganhar dinheiro, é possivel ganhar dinheiro com blog, é possivel ganhar dinheiro com day trade, jogar e ganhar dinheiro de verdade, é possivel ganhar dinheiro com hotmart, ganhar dinheiro facebook, ganhar dinheiro fazendo live, ganhar dinheiro facil na internet, ganhar dinheiro fazendo propaganda, ganhar dinheiro fazendo entregas, ganhar dinheiro fazendo pesquisa, ganhar dinheiro freelancer, ganhar dinheiro forza horizon 4, ganhar dinheiro final de semana, ganhar dinheiro gta v, ganhar dinheiro google, ganhar dinheiro gratis, ganhar dinheiro google play, ganhar dinheiro gta v online, ganhar dinheiro gta v offline, ganhar dinheiro gta v historia, ganhar dinheiro gta, ganhar dinheiro google maps, ganhar dinheiro gta san andreas, g suite ganhar dinheiro, ganhar dinheiro hotmart, ganhar dinheiro hoje, ganhar dinheiro home office, ganhar dinheiro honestamente, ganhar dinheiro hoje agora, ganhar dinheiro horas vagas, ganhar dinheiro hackeando, ganhar dinheiro hj, ganhar dinheiro hoje na internet, ganhar dinheiro hay day, ganhar dinheiro internet, ganhar dinheiro investindo, ganhar dinheiro indicando, ganhar dinheiro instagram, ganhar dinheiro investindo pouco, ganhar dinheiro indicando imóveis, ganhar dinheiro iphone, ganhar dinheiro impressora 3d, ganhar dinheiro inesperado, ganhar dinheiro ideias, ganhar dinheiro com porquinhos da índia, como ganhar dinheiro com porquinho da india, ganhar dinheiro jogando lol, ganhar dinheiro jogando poker, ganhar dinheiro jogando free fire, ganhar dinheiro jogando fortnite, ganhar dinheiro jogando online, ganhar dinheiro jogando fifa, ganhar dinheiro jogando games, ganhar dinheiro jogando no celular, ganhar dinheiro kwai, ganhar dinheiro karate, ganhar dinheiro em ksa, ganhar dinheiro com km de vantagens, ganhar dinheiro com kombi, ganhar dinheiro no kindle, ganhar dinheiro com kefir, ganhar dinheiro com kitnet, ganhar dinheiro com kit festa, ganhar dinheiro mary kay, ganhar dinheiro lendo, ganhar dinheiro lendo emails é verdade, ganhar dinheiro loja virtual, ganhar dinheiro lifeinvader, ganhar dinheiro lendo email, ganhar dinheiro lutando, ganhar dinheiro live, ganhar dinheiro legendado, ganhar dinheiro lol, ganhar dinheiro loteria, l como ganhar dinheiro, ganhar dinheiro mercado pago, ganhar dinheiro mercado livre, ganhar dinheiro minerando, ganhar dinheiro marketing digital, ganhar dinheiro milhas, ganhar dinheiro magazine luiza, ganhar dinheiro mercado financeiro, ganhar dinheiro muito rapido, ganhar dinheiro mixer, ganhar dinheiro medium, ganhar dinheiro no instagram, ganhar dinheiro no picpay, ganhar dinheiro no the sims 4, ganhar dinheiro na play store, ganhar dinheiro n, ganhar dinheiro online na hora, ganhar dinheiro online gratis, ganhar dinheiro ouvindo musica, ganhar dinheiro opinando, ganhar dinheiro online 2019, ganhar dinheiro online app, ganhar dinheiro online agora, ganhar dinheiro online jogando, ganhar dinheiro online paypal, o que fazer para ganhar dinheiro, o que vender para ganhar dinheiro, o que vender para ganhar dinheiro rapido, o que fazer para ganhar dinheiro extra, o que vender para ganhar dinheiro extra, o que vender para ganhar dinheiro com pouco investimento, o que fazer para ganhar dinheiro rápido, o que montar para ganhar dinheiro, o q fazer para ganhar dinheiro, o que abrir para ganhar dinheiro, ganhar dinheiro o natal, o que ganhar dinheiro, o que ganhar dinheiro em 2019, como ganhar dinheiro, ganhar dinheiro pela internet, ganhar dinheiro paypal, ganhar dinheiro picpay, ganhar dinheiro pagando contas, ganhar dinheiro pesquisas, ganhar dinheiro postando videos, ganhar dinheiro programando, ganhar dinheiro por indicação, ganhar dinheiro por dia, para ganhar dinheiro, para ganhar dinheiro extra, para ganhar dinheiro rápido, para ganhar dinheiro no youtube precisa de quantas visualizações, para ganhar dinheiro fácil, para ganhar dinheiro no youtube, para ganhar dinheiro urgente, para ganhar dinheiro simpatias, para ganhar dinheiro jogos, para ganhar dinheiro urgente oração, ganhar dinheiro quinto andar, ganhar dinheiro quinze, ganhar dinheiro quora, ganhar dinheiro questionários, ganhar dinheiro com quinze, ganhar dinheiro quero, ganhar dinheiro respondendo quiz, como ganhar dinheiro quando se é menor, como ganhar dinheiro quando está desempregado, como ganhar dinheiro quando se é jovem, que ganhar dinheiro, aplicativo que ganhar dinheiro, app que ganhar dinheiro, jogos que ganhar dinheiro, tenho que ganhar dinheiro, com que ganhar dinheiro em 2018, ganhar dinheiro respondendo, ganhar dinheiro rapido na internet, ganhar dinheiro revendendo, ganhar dinheiro recebendo email, ganhar dinheiro rappi, ganhar dinheiro respondendo pesquisas google, ganhar dinheiro respondendo email, ganhar dinheiro respondendo pesquisas 2019, ganhar dinheiro sendo menor, ganhar dinheiro steam, ganhar dinheiro sendo afiliado, ganhar dinheiro spotify, ganhar dinheiro sinonimo, ganhar dinheiro site, ganhar dinheiro stardew valley, ganhar dinheiro simpatia, ganhar dinheiro sendo youtuber, ganhar dinheiro sendo cobaia, s para ganhar dinheiro, ganhar dinheiro the sims 4, ganhar dinheiro traduzindo, ganhar dinheiro trabalhando na internet, ganhar dinheiro testando produtos, ganhar dinheiro trabalhando, ganhar dinheiro testando sites, ganhar dinheiro testando jogos, ganhar dinheiro trabalhando pouco, ganhar dinheiro the sims 3, ganhar dinheiro twitch, ganhar dinheiro urgente, ganhar dinheiro usando a internet, ganhar dinheiro uber, ganhar dinheiro usando o celular, ganhar dinheiro uber eats, ganhar dinheiro udemy, ganhar dinheiro usando app, ganhar dinheiro usando o pc, ganhar dinheiro urgente na internet, ganhar dinheiro usando a voz, um ganhar dinheiro, ganhar um dinheiro rapido, ganhar um dinheiro extra com artesanato, ganhar um dinheiro bom, ganhar um dinheiro extra em ingles, ganhar dinheiro vendendo, ganhar dinheiro viajando, ganhar dinheiro vendendo doces, ganhar dinheiro vendo anuncios, ganhar dinheiro vendendo fotos, ganhar dinheiro vendendo na internet, ganhar dinheiro vendo propaganda, ganhar dinheiro vendendo roupas, ganhar dinheiro vendendo laços, gta v ganhar dinheiro, gta v ganhar dinheiro modo historia, gta v ganhar dinheiro na bolsa, gta v ganhar dinheiro online, gta v ganhar dinheiro offline, gta v ganhar dinheiro na bolsa de valores, gta v ganhar dinheiro lester, gta v ganhar dinheiro com ações, gta v ganhar dinheiro depois de zerar, gta v ganhar dinheiro lcn, ganhar dinheiro wish, ganhar dinheiro whatsapp, ganhar dinheiro workana, ganhar dinheiro watch dogs 2, ganhar dinheiro witcher 3, ganhar dinheiro wattpad, ganhar dinheiro waze carpool, ganhar dinheiro wikihow, ganhar dinheiro wordpress, ganhar dinheiro web, ganhar dinheiro youtube, ganhar dinheiro yahoo, ganhar dinheiro yahoo respostas, ganhar dinheiro youtube visualizações, ganhar dinheiro youtube 2018, ganhar dinheiro youtube analytics, ganhar dinheiro no youtube com videos dos outros, ganhar dinheiro zelda breath, ganhar dinheiro zynga poker, ganhar dinheiro na zona rural, como ganhar dinheiro zelda breath of the wild, como ganhar dinheiro zepeto, ganhar dinheiro no zap, ganhar dinheiro pelo zap, como ganhar dinheiro zoo tycoon, como ganhar dinheiro zula, ganhar dinheiro do 0, ganhar dinheiro fifa 07, como ganhar dinheiro cm 01/02, 0 que fazer para ganhar dinheiro, 0 que vender para ganhar dinheiro, oq posso fazer para ganhar dinheiro, o q posso fazer para ganhar dinheiro, ganhar dinheiro 188bet, ganhar dinheiro 18 anos, ganhar dinheiro fifa 19, ganhar dinheiro com 100 reais, ganhar dinheiro em 1 dia, ganhar dinheiro com 1000 reais, como ganhar dinheiro 1xbet, ganhar dinheiro em 1 semana, ganhar dinheiro em 1 hora, como ganhar dinheiro 100 online, the sims 1 ganhar dinheiro, battlefield 1 como ganhar dinheiro, ganhar dinheiro no the sims 1, como ganhar dinheiro no the sims 1, como fazer dinheiro no the sims 1, como conseguir dinheiro no the sims 1, ganhar dinheiro 2019, ganhar dinheiro 2020, ganhar dinheiro 2018, ganhar dinheiro 21 dias, ganhar dinheiro 24 horas por dia, ganhar dinheiro 2018 internet, ganhar dinheiro 2captcha, ganhar dinheiro online 2018, ganhar dinheiro paypal 2018, dota 2 ganhar dinheiro, ets 2 ganhar dinheiro, red dead 2 ganhar dinheiro, the crew 2 ganhar dinheiro, 2 apps para ganhar dinheiro, red dead redemption 2 ganhar dinheiro, standoff 2 como ganhar dinheiro, euro truck simulator 2 ganhar dinheiro, payday 2 como ganhar dinheiro rapido, ganhar dinheiro 2 rodada cartola, ganhar dinheiro 3d, ganhar dinheiro sniper 3d, ganhar dinheiro investindo 30 reais, ganhar dinheiro em 3 dias, ganhar dinheiro sims 3, ganhar dinheiro mafia 3, mafia 3 ganhar dinheiro, the witcher 3 ganhar dinheiro, 3 formas de ganhar dinheiro na internet, the sims 3 ganhar dinheiro, 3 sites para ganhar dinheiro, 3 oração para ganhar dinheiro, 3 formas de ganhar dinheiro, 3 dicas para ganhar dinheiro na internet, forza horizon 3 ganhar dinheiro, 3 aplicativos para ganhar dinheiro no paypal, ganhar dinheiro sims 4, ganhar dinheiro fallout 4, ganhar dinheiro forza 4, ganhar dinheiro gta 4 ps3, como ganhar dinheiro 4life, ganhar dinheiro the sims 4 ps4, ganhar dinheiro the sims 4 pc, ganhar dinheiro no simcity 4, ganhar dinheiro no gta 4 xbox 360, sims 4 ganhar dinheiro, fallout 4 ganhar dinheiro, gta 4 ganhar dinheiro, forza 4 ganhar dinheiro, 4 sites para ganhar dinheiro, 4 passos para ganhar dinheiro com bitcoin, forza horizon 4 ganhar dinheiro, 4 formas de ganhar dinheiro, 4 passos para ganhar dinheiro com bitcoin pdf, 4 sites para ganhar dinheiro na internet, ganhar dinheiro 5 mil, ganhar dinheiro 5 reais, ganhar dinheiro investindo 50 reais, ganhar dinheiro gta 5, ganhar dinheiro gta 5 online, ganhar dinheiro gta 5 modo historia, ganhar dinheiro gta 5 ps3, ganhar dinheiro com 50 reais, gta 5 ganhar dinheiro, gta 5 ganhar dinheiro na bolsa, gta 5 ganhar dinheiro offline, gta 5 ganhar dinheiro online, gta 5 ganhar dinheiro modo historia, gta 5 ganhar dinheiro depois de zerar, gta 5 ganhar dinheiro na bolsa de valores, gta 5 ganhar dinheiro com o franklin, 5 maquinas para ganhar dinheiro, 5 maneiras de ganhar dinheiro, ganhar dinheiro em 60 segundos, ganhar dinheiro gran turismo 6, como ganhar dinheiro aos 60 anos, como ganhar dinheiro em 6 meses, como ganhar dinheiro com 600 reais, 6 sites para ganhar dinheiro, 6 formas de ganhar dinheiro na internet, 6 maneiras de ganhar dinheiro na internet, 6 ideias para ganhar dinheiro, sites para ganhar dinheiro online, melhor site para ganhar dinheiro, qual o melhor site para ganhar dinheiro, ganhar dinheiro forza 7, como ganhar dinheiro em 7 dias, como ganhar dinheiro aos 70 anos, como ganhar dinheiro com 700 reais, como ganhar dinheiro com 70 mil reais, como ganhar dinheiro no forza motorsport 7, 7 aplicativos para ganhar dinheiro, 7 maneiras de ganhar dinheiro na internet, 7 formas de ganhar dinheiro na internet, 7 aplicativos para ganhar dinheiro pelo celular, 7 formas de ganhar dinheiro pela internet, 7 maneiras de ganhar dinheiro, 7 dicas para ganhar dinheiro, 7 simpatias para ganhar dinheiro, 7 passos para ganhar dinheiro, 7 maneiras para ganhar dinheiro na internet, ganhar dinheiro 8 ball pool, ganhar dinheiro 8 ball pool 2019, ganhar dinheiro 8 ball pool 2018, ganhar dinheiro 8 pool, ganhar dinheiro no 8 ball, ganhar dinheiro asphalt 8, como ganhar dinheiro 8 ball pool ios, ganhar dinheiro asphalt 8 pc, ganhar dinheiro no 8 ball pool, asphalt 8 ganhar dinheiro, 8 maquinas para ganhar dinheiro, 8 ball pool ganhar dinheiro, 8 sites para ganhar dinheiro, 8 dicas para ganhar dinheiro com blogs, 8 dicas para ganhar dinheiro com blog, asphalt 8 como ganhar dinheiro facil, ganhar dinheiro 99 pop, como ganhar dinheiro 99pop, como ganhar dinheiro 99, como ganhar dinheiro tendo 9 anos, como ganhar dinheiro com 9 anos, 99freelas ganhar dinheiro,
submitted by ebookrevenda to MarketingDigitalBR [link] [comments]


2019.11.21 07:31 lavador_de_rosto Eu tenho algo a dizer.

Eu tenho algo a dizer como nunca tive antes. Eu tenho raiva pulsando nas veias. Eu queria começar esse texto de um jeito sútil, delicado e amável, mas eu não tenho nada bonitinho a dizer. Eu venho da melhor geração da história e insistem em nos subestimar e desafiar todo maldito caralho dia. É isso porra. As outras gerações, bosta. Nós temos acesso ao conhecimento ilimitado em tempo real em qualquer lugar do mundo. Algo que já é bem popular. Nós vimos quedas e ascensões. Nós temos algo a dizer. Sabe por que? Porque quando a Greta Thunberg se torna uma ativista a nível mundial, as pessoas zombam dela sendo que com 16 anos estavam preocupados demais em engravidar alguma novinha nas escola. Esses filhos da puta tentaram matar Malala Yousafzai, e ela ainda ficou de pé depois de um tiro na cabeça. Temos proeminências musicais, no cinema as câmeras voltaram ao preto-e-branco e 70 mm. Eu vejo mudanças toda porra de dia e eu tô cansado da política, cansado de rirem na minha cara. CANSADO DESSA MERDA! Eu discuti com um tiozão, ele me chamou de adultescente. E oq ele já tinha feito com a minha idade? Trabalho desde os 12, nasci um fodido, meu pai criou uma dívida enorme pra me dar uma educação, pra isso? Pra um velho que se acha rico pq foi 3 vezes pra Argentina não perceber que quando eu me fodo ele tbm se fode? Que tem sempre um fodido pra pisar na gente? Nenhum ativista mentiu, nós somos uma geração criada sozinha. Vcs nunca estavam lá, e mesmo quando estavam lá, não estavam lá. E agr a sociedade dá de presente pra gente ansiedade e depressão e vcs agem como se ela tivesse saído DA PORRA DO NOSSO CU. Eu tenho vontade de gritar na rua, de surtar, de bater num velho, de transar até morrer. Nós nos preocupamos com as merdas que a gente vai ter aos 50 pq vcs criaram a gente pra isso, então quando a gente clama direitos vcs riem. Vcs nos endividam nos EUA, nos agridem no Chile, nos queimam em Hong Kong, nos matam no Irã. Vcs querem oq? Que a gente ceda de uma vez? Não vai rolar seus merdas. O conhecimento já chegou na mão do preto pobre fodido. Chegou lá no nordeste que vc fica zoando que não tem água. Já chegou até no cu da sua mãe. E sabe como a gente vê? Pq velho otário cai em fake news e elege presidente animal e a gente não faz nada. Alguns privilegiados omissos ajudam, alguns moralistas tbm, mas principalmente os que acham que são alguém na sociedade pq os HOMENS DE BEM disseram. Vcs fazem eu cagar mole e tacar na parede igual quando eu ficava bêbado com 17 anos. Oq a gente tá esperando? Oq? Eu vi uma peça de teatro fantástica, era sobre Cassandra. Ela era vidente em Tróia e vivia gritando como todos iam morrer e a cidade seria devastada, mas ninguém acreditava nela. Eles matam homens indefesos com 80 tiros. Eles roubam nossa liberdade. Eles vem como tsunami e a gente ri. A gente sempre ri. A gente só ri. Eu quero rir e gritar, quero chorar tbm porra. Eu só tenho 20 anos e sinto que tenho que trabalhar como um cara de 40 anos com 2 filhos e um casamento de merda. Pq foi dessa merda de jeito que eles nos criaram. E eu tô cansado de ser representado igual um animal burro e sexual como em Elite, um depressivo que romantiza várias merdas como em Euphoria ou meu deus RIVERDALE????? Eu venho da geração mais foda da história e eu quero ser respeitado como o caralho foda que eu sou. Eu e meus amigos gostamos do termo "geração tutorial YouTube". Pq é exatamente isso, ensino básico e direto em qualquer lugar a qualquer momento. E quer um ensino melhor? A internet te dá. Nas próximas guerras nós usaremos as mídias dos smartphones como armas e nós já nascemos sabendo doma-la. Pq isso eles querem nos domar. Eles sempre querem domar os jovens. E depois vão dar um nome de merda pra gente como baby boomers e millennials. NÓS devíamos ser os fudidos, ou os assholes, ou os cagados. Vc já pensou que com 50 anos a radiação do seu celular talvez já tenha acabado com qualquer chance de vc ter filhos? Ou que, SE o aquecimento global for real (para os animais que não acreditam) nós estaremos tão fodidos que a chance de sobrevivência talvez seja mínima? Levando em conta o meio ambiente, fatores socioeconômicos e históricos, e principalmente, recursos (em vários sentidos), talvez nossa morte seja a mais certa de todas. E eles insistem em nos foder mais e mais. A gente tem que aproveitar essa pouco juventude que a gente ainda tem, enquanto a gente ainda é só geração Z. E que nome de merda. Devia ser geração A++. A primeira geração do conheço puro e difundido. A primeira que superou todas as outras. E ainda temos que ouvir que somos a geração mimimi? PQ? Pq fomos capazes de discutir assuntos que vcs não conseguiam pq gostavam de agir como imbecis? Ou pq sabemos lidar com mudanças melhor do que vcs? Ou pq vcs são uns fodidos preconceituosos e precisam de um álibi? Ou pq vcs não vão tomar no cu HEIN! HEIIIIIIINNN LAMSNSUUSOANEBDUISNWGDUKS WGDIWM WVSUSKSVGXOSKWNHDUDVWJWKJSBSYEOAM SHWIGEHIRNSNOANWHS SBSIKS E NO SHD X JENS SBIS. CKEJX N KX DHXJ D SIS S EJ F RICND DJ DJC X. CARALHOOOOOOOOOOOOO. VCS COSPEM NA NOSSA BOCA E GENTE ENGOLE. VCS VOMITAM E A GENTE LAMBE. E EU TO CANSADO DESSA MERDA!!!!! TUDO QUE EU FAÇO É PENSANDO NA MERDA DO FUTURO. Eu tenho ahlzeimer (foda-se como escreve) na família. Um dia eu vou esquecer tudo, isso é um fato. Então eu só penso em lembrar de tudo enquanto dá. Eu assisto Scooby-Doo 2 pra me lembrar de quando eu tinha 5 anos. Eu questiono tudo. Eu tenho ansiedade, igual vc provavelmente tem. Eles nos tratam como animais selvagens que lutam contra gladiadores. E a gente ainda não fez nada. Não que eu sinta que esse texto vá mudar algo. Mas eu sinto que se a gente não fizer NADA, a gente vai acabar igual eles. E culpar a próxima geração por tudo como se ela fosse um pedaço de merda. Elegemos um animal, e a culpa tbm é minha pq qualquer um que não se chama Adélio Bispo tbm é culpado. E daqui 20 anos vão tentar culpar alguém mais. Tente sair dessa bolha de MERDA e AJUDAR O SANGUE JOVEM DESSE PAÍS PORRA! Um dia a entropia vai matar tudo, e só por isso a gente devia tentar viver o mais confortável possível. Mas sempre nos impedem, e na real? Nunca é nossa culpa, pq nem deu tempo de fazer NADA ainda. O pessoal de 95 tem 24 anos porra, seus pais com 24 tavam fazendo OQ? Já eram ativos politicamente igual a a gente? E discussão social? Feminismo, racismo, autoritarismo políticos, direitos civis, discutiam? Caralho nenhum. E a gente NASCEU falando disso. E toda dia vem um cuzão do caralho esfregar o cu na nossa CARA como se a gente fosse o demônio de pau invertido. Eu espero que essa merda cause algo em vcs como causou em mim escrever. Esse foi meu protesto. CAOS.
submitted by lavador_de_rosto to desabafos [link] [comments]


2019.09.24 15:03 BlurRex Ajude um bissexual

Oi você, eu sou bissexual e tenho 22 anos e algumas dúvidas. Nunca me relacionei com mulheres só com homens, com mulher não aconteceu nada ainda pq acho mais difícil. Indo direto às dúvidas:
Um breve resumo: quero transar com mulher mas tenho medo de:
- engravidar a menina(eu sei que camisinha previne mas... qualquer gotinha de porra ja pode me fazer ter que ouvir galinha pintadinha repetidamente)
- Não sei como lidar com o ponto G da menina mesmo vendo vídeo não entendi(e prazer pra ambos é essencial)
- e podem rir, mas me falaram que tem o buraco certo pra meter e eu não sei qual é. Eu não pesquisei isso ate o momento que escrevo esse textão, mas vou pesquisar.
- Tenho medo da possessividade(que pode acontecer tanto com homem ou mulher, mas vi isso muito mais em mulher(PERDÃO)
Agora leia o texto se quiser, explico uns motivos e me aprofundo no meu maior medo que é a gravidez.
Quero me relacionar com uma mulher(só sexo provavelmente, mas nada "gostei, transei, vazei" algo que seja agradável para ambos, mas nada muito robótico e superficial) porém eu tenho medo de algumas coisas como a gravidez, eu não sei como funciona o período fértil de uma mulher, estudei isso no ensino fundamental mas nem dei muita bola(kkkkkk na época achava que eu era só gay. me fodi!) tenho muito medo de transar e esperar receber mensagem pedindo mais(ou não), mas acabar recebendo "bora marcar o chá de fralda" e meu outro medo é que me disseram
Eu tenho medo de mulher. Das pessoas que conheci e que estavam ficando com alguém ou namoravam, a mulher sempre era um enigma(agora eu te entendo Gaga) e eu ficava sem entender o que elas realmente queriam que o macho delas fizessem. Uma simples ida ao shopping já dava uma discussão que sabe se lá pq começou, isso me traumatizou. Eu já sabia que era Bi há 4 anos, mas devido a essas vivências e o medo que existe desde sempre, eu só fiquei com homem mas PQP, enjoei, o homem gay perdeu os limites do bom senso. Eu olho para mulheres e vejo algo muito maior, mais legal(a idealização meu pai... sei que nem sempre é assim, calma lá militância) eu me relaciono muito bem com mulher(eu acho pelo menos), sei conversar com a maioria até quem nunca vi na vida consigo chegar e falar. Mas quando o assunto é amoroso, é outros 500 nunca passei dessa linha e sempre fui a poc que falava de macho pras colegas de escola(hoje não mais, AMÉM EVOLUÇÃO!)
meninos e meninas bissexuais ou não, me ajudem eu não tenho com quem falar sobre isso, como vcs lidam com tudo isso?
submitted by BlurRex to desabafos [link] [comments]


2019.09.15 19:11 YareYareDaze007 Minha "breve" história amorosa

Essa História que será aqui contada, nesse livro, é a jornada de um garoto chamado Giovane, um garoto quieto, de poucos amigos, porém muito estudioso, sempre tirava boas notas na escola. E é exatamente lá que nossa história começa.
No ano de 2017, nosso protagonista está sentado tranquilamente em sua mesa, na sala de aula, quando repentinamente ao olhar de relance para a porta, ele percebe alguém entrando, mais especificamente uma garota, uma linda garota, que instantaneamente desperta o encanto de Giovane. Vale lembrar que naquela época, ele era um garoto de 13 anos, sem nenhuma preocupação além de vídeo-games e estudos, mas tudo aquilo estava prestes a mudar. Naquele momento, ele havia descoberto o amor, que muitas vezes pode ser comparado à uma benção ou maldição. Ao ver a garota de nome desconhecido entrar, Giovane logo ficou surpreso com tamanha beleza, porém no momento não fez muita coisa. Apenas voltou aos estudos e tentou não pensar muito naquilo, porém era quase impossível, a cada conta que fazia, a cada texto que lia, a imagem da garota continuava a aparecer em sua cabeça. O que era muito ruim, considerando o fato de Giovane sempre dar muita importância aos estudos, aquilo estava o atrapalhando. Mas logo o nome da garota foi revelado: Sabrina. Giovane ouvira a professora dizer esse nome na chamada e viu a garota responder.
Não demorou muito para ele se dar conta do que havia acontecido. Ele sabia que estava sob o efeito da droga mais poderosa que existe: O Amor. E para o amor não existe cura, apenas o tempo, que foi justamente o que decidiu fazer: dar um tempo e ver o que acontecia. Giovane Não tinha ideia de como os eventos se desenrolariam dali em diante, não sabia o quanto sofreria pensando nela.
Passado algum tempo, cerca de 3 meses, e o amor de Giovane por Sabrina continuava aumentando, como uma fogueira que é atiçada pelo vento. No entanto, uma dúvida ainda pairava sobre sua cabeça: O sentimento era recíproco? Sabrina via Giovane com outros olhos? Ele não sabia, e isso estava o enlouquecendo.
Um mês depois do acontecimento anterior, ele havia pensado em uma maneira de acabar com suas dúvidas, era o único modo que nosso protagonista havia pensado: Falar à Sabrina sobre seus sentimentos. Porém, Giovane era um garoto extremamente tímido, o que deixava essa hipótese quase impossível. Ele tinha medo de contar o que sentia e não ser correspondido, ou ainda pior, ser ridicularizado pelas pessoas ao redor da escola. Chega o fim do ano e Giovane não havia conseguido se declarar. "Meu Deus, mas e se ela não estiver aqui o ano que vem? " Pensava.
2018, início do ano. E para sua surpresa, ele estava na mesma sala que Sabrina. Seria o destino dando uma segunda chance a ele? Talvez. E como dito anteriormente, seu amor não diminuía, apenas crescia dia após dia. Nosso protagonista tem 14 anos agora, muito mais maduro, certo? Errado! Ele continuava com uma ideologia de " deixar o rio fluir ", ou seja, não fazer nada e deixar que o destino cuidasse do resto. Claramente essa tática não deu certo. Porém, Giovane possuía um amigo chamado Marcos, cujo qual se dava muito bem com as mulheres. E fui justamente a ele que Giovane foi pedir ajuda. E acontece que Marcos era realmente bom no que fazia, e milagrosamente conseguiu fazer Sabrina se aproximar consideravelmente de nosso protagonista, que estava pensando sobre a vida e as decisões que havia tomado e aparentemente não interagindo com Sabrina, o que fez Marcos aparecer e talvez ter causado o maior arrependimento da vida de Giovane. Ou não? Marcos chegou conversando com ambos e acabou deliberadamente por falar que Giovane estava apaixonado por Sabrina, o que deixou nosso protagonista completamente paralisado, como se tivesse visto um fantasma, sem nada para dizer, como se tivesse visto a morte cara-a-cara. E Sabrina pareceu incrédula do fato, tanto que até se levantou da cadeira na qual estava sentada e estava se dirigindo a seu lugar, quando Marcos a parou e tentou argumentar com ela, mas nada parecia dar certo. Enquanto isso, nosso protagonista continua sentado imóvel na mesma posição que havia começado a conversa. Passados cerca de 3 minutos, Sabrina chega à mesa de Giovane e pergunta:-O que aconteceu?
-Nada. Diz Giovane
-Você está com cara de bravo. Foi alguma coisa que eu fiz?
-Não, não foi nada.
E Sabrina sai daquela mesa e volta para a dela.
A partir daquele dia, Giovane se tornou outra pessoa, alguém completamente novo. Ao invés do garoto alegre e piadista de sempre, ele havia se tornado alguém quase depressivo, não falava quase nada, passava horas parado pensando na vida, não fazia mais tantas piadas. Até o dia 10 de agosto de 2018, quando ele decide que não vale mais a pena sofrer tanto por conta de falta de coragem. Na escola, durante a aula de geografia a lição era fazer um mapa-múndi e foi o que nosso protagonista fez, porém Marcos tinha um plano para ambos ganharem nota apenas com o esforço de Giovane, que aceitou ajudar já que poderia precisar de algum favor de Marcos algum dia. E foi um plano, absurdamente bem bolado, executado com maestria e finalizado com êxito.
Na noite daquele mesmo dia, Giovane decide cobrar a ajuda que ofereceu à marcos. Mandou uma mensagem para ele e combinou que iriam executar um plano para que nosso guerreiro Giovane tivesse a coragem de se declarar à belíssima donzela Sabrina. Marcos a convenceria a segui-lo e passaria por um local combinado, onde Giovane apareceria e abriria seu coração para ela, acabando de uma vez por todas com isso, do jeito bom, que Giovane sairia com uma namorada e se livraria de sua tristeza ou do modo ruim, que era o que Giovane achava mais provável, onde ele seria completamente rejeitado e jogado à depressão para sempre, porém esquecendo de Sabrina. Nada poderia impedir esse plano de funcionar.
Exceto uma coisa: O esquecimento de Marcos que não conseguiu atrair Sabrina até o local combinado, o que fez com que Giovane saísse vagando pela escola envolto em seus pensamentos, e andando sem parar, para praticar pelo menos de alguma maneira, algum exercício, contudo ao fazer a volta na escola várias e várias vezes, no caminho Giovane se deparava com Sabrina andando com uma amiga e seu namorado, e durante algumas dessas vezes ele pôde ouvir claramente a amiga de Sabrina dizer: " quem quer catar a Sabrina? " Duas vezes na mesma hora em que ele estava passando e ainda ouviu mais uma última vez: " Ela está se doando ". Giovane estava começando a ligar os pontos, tudo começava a fazer sentido em sua cabeça. A vontade dele era alterar o curso de sua caminhada e abrir seu coração a ela, porém se fizesse isso, ele estaria desperdiçando um favor de Marcos, então Giovane Simplesmente continuou sua jornada de volta à sala de aula. Ele estava prestes a descobrir o significado de tudo que aconteceu.
No final daquele dia, Giovane decidiu perguntar à marcos se ele havia se esquecido. E de fato ele havia, no entanto se ofereceu para fazer o mesmo plano no dia seguinte. Giovane concordou.
Terça-feira, 14 de agosto de 2018, nosso protagonista vai para a escola apreensivo pensando em como vai ser, no que ele vai dizer..., mas durante a aula de história, nosso herói percebe que Sabrina estava muito impressionada com o professor novo. Estaria ela realmente afim do professor? Ou seria apenas uma brincadeira? Ele não sabia e isso o deixava apreensivo. Na próxima aula, a de matemática, a professora havia mudado Sabrina de lugar. E coincidentemente, o lugar que ela foi designada era bem perto do lugar de Giovane. Seria esse o destino colaborando mais uma vez para que tudo desse certo em sua vida?
No recreio, tudo estava combinado com Marcos. Só lhe restava sair da sala e seguir com o plano. Acontece que um amigo de nosso protagonista, conhecido pelo codinome Sem Mão, decidiu segui-lo e ver o que aconteceria e como acabaria. Giovane conta o plano à Sem Mão, que fica impressionado e diz que aquele plano era como fazer roleta russa com 5 balas. No entanto, Marcos demorou muito para fazer o plano e quando fez, não fez corretamente: Ele simplesmente disse para Sabrina que Giovane gostaria de conversar separadamente com ela, enquanto nosso protagonista apenas passava por ela e ia direto ao banheiro, pois estava muito tenso. Acaba o intervalo e Giovane se dirige à sala de aula. Na última aula, logo em seguida da de educação física, todos voltam para a sala e se preparam para a aula de matemática e provavelmente a coisa mais inesperada desse livro acontece: Ele pensando na vida como sempre, consegue ouvir Sabrina e Vinícius, um outro colega de sala, discutirem sobre voltar ao lugar anterior deles, e de repente ouve ela dizer que aquele lugar era bom porque ela conseguia ter uma boa vista de uma coisa. Instantaneamente nosso protagonista percebeu que essa "coisa" era nada mais nada menos que ele mesmo, até porque em certo momento dessa conversa ele pôde perceber Vinícius responder: Do G? Que foi logo respondido com uma resposta de Sabrina: Por que você não grita logo de uma vez?! Seguido disso, Vinícius em tom de brincadeira, aumenta levemente sua voz e repete a frase anterior. A teoria das cinco balas de Sem Mão acabara de ser refutada, pois com essas informações, suas chances aumentaram consideravelmente, deixando a arma com apenas uma bala. Estava muito claro para Giovane que Sabrina aparentemente gostava dele, mas não queria que isso fosse exposto. Passado certo tempo da aula, mais uma vez Sabrina diz que é um bom lugar e que ela consegue observar muito bem essa "coisa" e foi respondia por Vinícius: Mas do seu lugar anterior, você também consegue ver. E logo veio a resposta: Sim, mas daqui eu consigo ver mais de perto, logo esse lugar é melhor. Ele sabia que, ou se tratava dele ou de algum de seus amigos que sentavam perto, e estava bem convencido de que se tratava dele. Nesse momento, Giovane estava pulando de alegria por dentro, mas por fora só se via sua expressão mais comum: a de indiferença. Ninguém simplesmente olhando, poderia saber a felicidade que residia dentro de Giovane naquele instante. Ele foi para casa se sentindo renovado e feliz, só não voltou saltitando por motivos de masculinidade. O que aconteceria depois?
No dia seguinte, Giovane não foi para a escola. Ele havia ido ao médico, e como o sistema de saúde do Brasil não é dos melhores, não conseguiu voltar a tempo de ir para a escola. Ainda nesse dia, pela primeira vez ele decide tirar seu bigode e por incrível que pareça, se achou mais bonito e se sentiu deveras confiante em sua jornada. Por volta das 18 horas, conversa por mensagens com seu amigo Sem Mão e lhe conta sobre o que havia descoberto ouvindo aquela conversa, e para desanimar um pouco nosso herói, Sem Mão diz que o "G" mencionado na conversa, poderia ser de Gustavo, outro aluno da mesma sala, mas Giovane prefere acreditar que ela se referia a ele. Logo em seguida, começa a conversar com Marcos, que também fica ciente da situação e diz:
- Ela está brincando com você, cara...
- Não, estou tão confiante que apostaria cinco reais que ela não está brincando!
- Cinco reais? Apostado então! Mas para você ganhar, ela tem de deixar explícito que aceita você. Assim como para eu ganhar, ela deve deixar explícito que rejeita você.
- Claro.
Giovane não possuía cinco reais, nem sabia onde conseguir, mas estava confiante.
16 de agosto de 2018, nosso protagonista aparece na escola e diferentemente do último dia, não parecia tão tenso, parecia até mesmo confiante do que iria fazer. Logo Marcos apareceu:
- Está fechada a aposta de hoje?
- Com certeza!
- Você sabe que vai perder, né?
- Certamente que não, estou tão confiante que nem trouxe o dinheiro, como sinal de que sei que não vou falhar! – Cada frase que nosso protagonista falava, era dita com convicção.
- Se está tão confiante assim, suba a aposta para dez reais!
Giovane pensou por alguns segundos. Ele não tinha esse dinheiro em mãos, mas para mostrar confiança à Marcos e a si mesmo, subiu a aposta.
- Feito!
No instante que disse isso, o sorriso malicioso que habitava o rosto de Marcos fora substituído por uma expressão de espanto. Não podia acreditar que nosso herói estava tão confiante. Porém, durante toda essa conversa na aula, Marcos decide contar à professora de ciências sobre a aposta, e para a surpresa de ambos, ela havia achado uma aposta interessante.
15:30, havia chegado a hora do intervalo, a hora da verdade. Quando pôs o pé para fora da sala de aula, soube que duas coisas importantíssimas estavam em jogo: Seu futuro amoroso e dez reais, que podem não parecer muito, mas na época que o país estava... Ele achava que seria fácil, mas estava muito enganado, pois quando estava fazendo o reconhecimento do melhor lugar para a abordagem, pôde sentir sua perna fraquejar. Depois de dar algumas voltas na escola e consequentemente acabar encontrando com Sabrina no caminho, ele havia achado que estava pronto e quando foi procurar seu alvo em movimento, não o encontrou, no entanto, logo descobriu que ela estava sentada, com sua amiga já mencionada anteriormente. Não havia mais escapatória, teria de se declarar na próxima volta e podia sentir seu coração bater cada vez mais forte ao se aproximar do local. Infelizmente, ao chegar e estar preparado, se depara com mais 4 garotas conversando com Sabrina e sua amiga, o que fez nosso herói alterar o curso e ao invés de parar, acabou seguindo sua trajetória comum. Faria na próxima volta, não importava o que acontecesse, porém, ao chegar novamente e ver que só estavam ela e sua amiga sentadas, não conseguiu. Era como se uma força desconhecida o impedisse.
Bate o sinal para todos voltarem para suas salas de aula e nosso protagonista entra e percebe que teria uma aula vaga, e logo seu lamento em não ter conseguido se declarar, se tornou em forças para tentar agora que não haviam tantas pessoas lá fora. E mais uma vez não conseguiu, até que Sem Mão propõe um desafio: reproduzir um desenho de seu amigo Raul, um cara vidrado em desenhar, e Giovane aceita, pois ficar andando e se lamentando não era a melhor atividade. Chegando onde Raul estava, Sem Mão explica o desafio, porém, por algum motivo Raul pega uma folha e corta em duas, dando uma parte para Sem Mão e outra a si mesmo. Giovane não se importa. Na verdade, parecia não se importar com mais nada depois de ter fracassado em conversar com uma garota. Sem Mão reproduz um desenho de um homem com terno roxo e gravata que Raul havia feito. A única diferença, no entanto, foi que sua reprodução ficou parecendo o cruzamento de um desenho de uma criança sem talento com um feto malformado em um pote com formol. Após isso, aparentemente Sem Mão ficou tão entediado quanto nosso protagonista e decidiu voltar a andar, quando de repente veem Marcos e o namorado da amiga de Sabrina tentando tirar a namorada de Marcos e a amiga de Sabrina de um banco no qual estavam todas sentadas. Giovane pensou que poderia ser Marcos querendo ajudá-lo a conseguir, mas qual seria sua motivação além de perder dinheiro? E eles conseguiram tirar as garotas do banco, deixando Sabrina sozinha, que decidiu levantar e começar a andar, mas nosso herói não pensou em abordá-la, simplesmente não tinha a coragem para isso. E acontece que ele era um cara muito corajoso quando se tratavam de brigas e tudo mais (até enfrentou um bando de garotos que estavam o incomodando uma vez), mas quando se tratava de garotas, ele não sabia o que fazer. Depois disso voltou para a sala a tempo de acompanhar as duas últimas aulas de geografia. Contudo, no final da última aula, Marcos veio conversar com nosso herói:
- E aí cara, cadê meus dez reais?
- Eu não falei com ela, logo não tomei um fora, o que significa que eu ainda fico com meu dinheiro.
- Porra, cara. Qual a dificuldade? É só chegar lá e falar " eu estou afim de você, vamos ficar juntos? " E acabou.
- Se fosse tão fácil assim, eu já teria feito há um ano e oito meses atrás...
- Mas é fácil!
- Não para mim. Me falta coragem.
Então Marcos decide tomar uma abordagem mais agressiva.
- Olha lá a bunda dela como é grande! Você não quer ter isso?
Giovane continuava dizendo que não tinha coragem.
- Olha lá, o cara foi dar tchau para ela e passou a mão na bunda dela! E ela ainda deu risada! Você vai deixar o cara fazer isso com sua futura esposa?
O sangue de Giovane fervia, como se ele mesmo fosse explodir a qualquer momento, mas ele era um cara calmo e conseguiu se manter normalmente apenas dizendo " calma e tranquilidade " a si mesmo enquanto Marcos dizia:
- Se amanhã você não conseguir, você vai ter de dizer para todo mundo que você é um merda e eu sou superior!
- Okay, já me considero um merda normalmente...
Mas aquela conversa lhe deu forças para o que ele faria no dia seguinte.
Dia 17 de agosto de 2018, nosso herói está prestes a sair de casa, enquanto seu pai assistia tevê, e de relance, pôde ver a notícia mais bizarra que já havia visto em toda a sua vida: " Homem-Aranha do crime " que aparentemente era um ladrão que escalava prédios tão bem que recebeu esse nome.
Chegando na escola, pronto para fazer um trabalho de artes, acaba descobrindo que haveria outra aula vaga, já que sua professora tinha faltado, o que o deixou feliz e enraivecido. Quando já havia saído da sala e estava andando pela escola, começa a falar com Sem Mão desse livro que está sendo escrito agora mesmo.
- Vai ter muita coisa nesse livro!
- Essa conversa também?
- Provavelmente, já que eu vou colocar qualquer coisa que pareça insignificante o suficiente no lugar de alguma informação que seria crucial, ou seja, essa conversa vai direto para ele.
- Bem, isso não seria meio que...
- Um Inseption muito foda!
- Eu ia dizer quebra da quarta parede, mas Inseption também está valendo.
- Não é bem uma quebra da quarta parede. Eu só estaria fazendo isso se eu dissesse: " Ei, você aí que está lendo esse livro, como é que você está? "
- É, realmente...
Ao andar, se deparava algumas vezes com Sabrina andando com Marcos e outra pessoa não apresentada anteriormente: Kauã. Em algum momento, Marcos tentou parar Giovane o empurrando e lembrando que ele tinha de concluir sua tarefa naquele dia, ou então seria um fracassado.
- Você tem até hoje para conseguir.
- Veja bem, meu amigo, até a meia-noite ainda é hoje.
E essa foi uma sacada bem esperta, tenho que admitir. Enfim, nosso protagonista continuou andando um pouco até que...
- Giovane! Chega aqui! – Disse Marcos aos berros sentado em um local perto de uma árvore.
- Porra... – Disse Giovane.
E foi andando até chegar a ele.
- Que foi, cara? – Perguntou em tom de desânimo.
Eu preciso que você tire uma foto.
" Uma foto? " Pensou Giovane, achando que poderia ter um esquema armado por Marcos.
- Ok, vamos lá!
E foram caminhando em direção à uma outra parte da escola. Quando chegaram, nosso herói se pôs em posição e segurando o celular de Marcos, estava pronto para fotografar. Enquanto olhava para a tela do celular, podia ver Sabrina e sua beleza, ao mesmo tempo que pensava " Caralho, eu sou um merda meu irmão! " E tirou a foto. No entanto, o que não sabia, é que quando já ia se retirando do local, Marcos o chamou e disse:
- Não, cara. A gente só quer que pegue essa parte da parede.
- Ah, ok.
E novamente estava em posição observando Sabrina pela câmera, e logo tirou outra foto. E dessa vez, conseguiu voltar à sua rota sem ser chamado mais uma vez. Andava e andava, sem rumo, sem destino, sem coragem, quando com sua super audição pôde ouvir Sabrina discutindo com Marcos, atrás dele.
Ouvindo isso, ela decide desafiar Marcos para uma briga, e ele logo se acovarda. Como Giovane, ele não tinha coragem. Quanta hipocrisia, não é mesmo, caro leitor? No entanto, ele logo teve uma ideia.
- Vai lá e usa essa raiva no Giovane!
E Giovane continuava andando na frente apenas ouvindo essa conversa, quando foi chamado.
- Giovane! Chega aqui!
E lá ele foi conversar com ele.
- O que foi dessa vez?
- A Sabrina quer te dar um soco.
Mas ela não queria.
- Não, eu não vou! – Disse ela.
- Por que não? – Perguntou Marcos
- Porque eu estou com raiva de você, não dele!
Mas depois dessa breve conversa, Giovane notou um olhar de Sabrina dirigido ao nosso herói. Sabrina realmente teria olhado para ele da forma que imaginava? Ou só estava ficando louco? Descobriria tudo isso em breve...
Dia 18 de agosto de 2018, sábado, por volta das 22:30 da noite Giovane é contatado por Marcos com uma mensagem:
- E aí, cara?
- Opa.
- Tudo beleza, cara?
- Tudo de boa.
- Então, cara... eu acho que você perdeu a aposta.
- Não, pois a aposta não tinha prazo. A única coisa que tinha prazo era eu dizer que sou um merda e a sexta já passou, então você foi enganado...
- Aí é que está, meu amigo quem está se enganando é você mesmo. O único que está sofrendo por amor é você.
- Sim, mas ainda assim, a cada dia minha coragem vai aumentando...
- Não se iluda meu pobre amigo. Esse seu coração não merece sofrer!
- Eu estou apenas contando os fatos.
- Não ame aquela garota, ela não merece você.
- Se fosse tão fácil assim... E você não vai me fazer desistir, porque sou brasileiro e brasileiro não desiste nunca!
- Entendo, apenas não quero que sofra por algo que não tem futuro.
- Eu já sofri para caralho, eu tentar isso não vai aumentar a dor que eu sinto por não estar ao lado dela.
- Você realmente quer isso, não quer?
- Sim, porra!
- Para que você possa ver que eu não estou mentindo. Eu nunca disse isso para você, porém... eu realmente não tenho nada para fazer.
- Etcha porra!
- Sim, essa foi a única palavra que você nunca me ouviu dizer.
- E qual seria? – Perguntou Giovane apenas para ver Marcos admitindo que estava tão perdido quanto ele.
- Eu não sei o que fazer.
- Ca ra lhou.
- Por conta dela, não tem muito o que fazer.
- Isso mostra que é um caso absurdamente difícil.
- Sim, porém não impossível.
- Até porque nada é impossível, exceto o Palmeiras ganhar um Mundial. Isso é impossível.
- Kkk verdade. Como eu já vi que você não vai desistir da Sabrina...
- Certamente que não.
- Eu vou pelo menos tentar ajudar.
- Que bondoso.
- Porém, como nada na vida é perfeito, eu vou usar minhas técnicas...
- Caralho. Tenho trauma dessas técnicas.
- Pode apostar! Até porque, eu aprimorei elas...
- Acho bom mesmo, kkk
- Porém não foi para um lado bom! Foi para um lado mais extremo.
- Puta merda.
- Eu já pensei no que vou fazer. Funciona muito em filmes e novelas.
- Diga-me.
- Vou trancar vocês dois, em algum lugar sozinho.
- Caralho. – Giovane já sabia que aquele plano não iria funcionar, porém decidiu ouvir até o fim.
- Vai ser perfeito. Você vai ver, aí é por sua conta. Na verdade, a parte mais difícil sempre vai ser para você.
- Eu estou com um certo medo do que pode acontecer.
- Ela pode falar tudo que sente por você, ou ela pode ficar de fato com você.
- Ou pode não acontecer nada.
Depois de um tempo de conversa Marcos se convenceu de que seu plano não era dos melhores. Até que disse:
- Eu te ajudo e você me ajuda. Eu te ensino o que sei, e você o que sabe...
- O que exatamente você precisa?
- Eu quero saber como você pensa tanto e quero saber como você é tão concentrado, etc....
- Caralho, sério?
- Sim.
- Ok, aqui vai. Não tem segredo: Você só tem que pensar que sua vida dependesse daquilo. Mas, o lance de ser pensativo, acho que é porque eu não tenho muito o que fazer, apenas pensar.
- Ótimo!
- Espero ter ajudado.
- Ajudou sim, muito obrigado. Agora o que você precisa?
- Fora o lance da Sabrina, nada.
- A melhor opção seria chegar nela em alguma hora em que ela estivesse sozinha ou falar que é uma conversa em particular.
- Sim, o lance é que eu preciso de coragem.
- Quer saber, você transmite confiança. Algo que eu queria muito transmitir.
- Só reprimir suas emoções e mostrar nos momentos mais cruciais.
- Como assim?
- Você nunca sabe se eu estou feliz ou triste, certo?
- Certo.
- Mas as minhas emoções mudam. Tudo que eu faço é mostrar o que eu quero que os outros vejam: A minha cara de indiferença de sempre.
- Porra.
- É basicamente só isso.
- Valeu, cara.
- Você me ajuda muito, estou retribuindo.
- Muito obrigado. Mesmo, cara.
- Não há de quê.
Dia 19 de agosto de 2018, Marcos envia uma mensagem por volta das 21:00 para Giovane:
- Cara, estamos na mesma situação. Eu me apaixonei e ela não dá bola para mim. Fudeu, eu me apaixonei. Isso não é natural no universo.
- Vamos conversar.
- Fudeu.
- Você se fodeu.
- Sim, Fudeu. Eu me apaixonei e isso não é normal da porra da natureza! Eu sou Marcos Ribeiro, não posso me apaixonar!
- Agora sente o que eu sinto há quase dois anos. Não é fácil quando é com você, né?
- Literalmente não. Mano, ela é maravilhosa e não me dá bola. Nem com meus truques e experiência não consigo.
- Você sabe que se eu conseguir ficar com a Sabrina e você não pegar essa mina, o mundo deu uma puta volta.
- Sim.
- Algo de errado não está certo.
- Nem um pouco. Mas, mano ela é perfeita! Pensa na Sabrina e multiplica por 20.
- Impossível!
- Juro.
- Para mim não existe nenhuma garota na face da terra que se compare à beleza da Sabrina. Acho que o amor faz isso...
- Mano, Fudeu. Eu me apaixonei. Pera aí...
- Eu poderia ser muito cuzão e não ajudar, mas você tentou me ajudar, então farei o que puder.
- Pronto. Não sou mais apaixonado.
O amor não é brincadeira de criança, é coisa séria e não se livra do amor tão rapidamente. E Giovane sabia disso, então ou Marcos não estava apaixonado desde o início, ou ainda estava apaixonado ou talvez estivesse inventando tudo aquilo.
- Ata kkk.
- Sério, passou. Eu me controlei.
- O amor vai e vem como uma montanha-russa.
- Não. Não comigo.
E foi então que nosso herói se preparou para fazer um dos melhores discursos de todos os tempos.
- Você pode ter esquecido agora, mas vai pensar nela de novo. E aí fodeu. Mas, se tem uma coisa que eu aprendi é que você tem que insistir...
- Não. Foda-se.
- ... até não ter mais forças. Você não vai esquece-la, apenas aceite o destino. Se você não tentar, alguém vai e você vai ficar muito arrependido. Então você não vai desistir, porra! Logo você, o cara que me incentivou a correr atrás da Sabrina, não pode simplesmente desistir. Essa pode ser a mulher da sua vida, então você teria que ser muito burro para deixar de tentar. E é por isso que você vai correr atrás dela.
Esse foi um puta discurso. Foi tão bom que parece que foi redirecionado a si mesmo e deu forças para ele fazer o que faria amanhã.
Dia 20 de agosto de 2018. O que nosso herói fez? Nada! Até tentaria falar com Sabrina, mas o problema é que não a via. Ficou todo depressivo por passar mais um dia sem conseguir e foi para casa. Chegando lá, sente uma certa fome e decide fazer uma omelete. Uma coisa que deve ser dita anteriormente, é que independente de quanta pimenta do reino colocasse, não conseguia sentir a picância que deveria. Fazendo a omelete, coloca pimenta do reino e seus dedos ficam sujos. Logo vem seu pai, com uma má intenção.
- Lambe a pimenta aí para você ver que não arde quase nada.
Giovane confiava em seu pai então provou e por um segundo pensou " nossa, não arde mesmo ", mas estava muito enganado e arrependido, pois depois de dizer isso, pôde sentir sua língua queimando como carvão em brasas, então pensou " vou tomar um copo de leite e estará tudo resolvido ", acontece que no momento a caixa de leite que estava na geladeira, havia acabado e Giovane teve que esperar cerca de trinta segundos de pura dor e sofrimento até conseguir abrir outra caixa de leite.
Esse pequeno conto não interfere em nada nossa história, mas achei que deveria ser compartilhado.
Quinta-feira, 23 de agosto de 2018. Nosso herói já está na escola durante a terceira aula, esperando o sinal para o intervalo. Ao ouvi-lo, Giovane, como sempre, começa a andar em voltas, porém, mais uma vez se depara com Sabrina, mas dessa vez ela não está andando, e sim parada com algumas garotas, o que eliminava completamente a possibilidade de tentar fazer seu plano, então apenas segue seu caminho. Voltando para a sala, ele não sabia, mas sua vida que já era depressiva, estava prestes a ficar pelo menos três vezes pior, por um tempo. Ao entrar e sentar em sua cadeira, pôde ouvir Yasmin, sua prima, dizer claramente que era um cupido, logo em seguida Sabrina conversa com alguém que ele não conseguira identificar, mas ouve a seguinte frase durante a conversa " Eu virei e dei um beijo na mina ". Naquele momento, não sabia o que fazer. Seus olhos começaram a lacrimejar como se estivesse cortando um milhão de cebolas enquanto um anão tailandês chicoteava suas costas. Sentiu que todo o sentido de sua vida havia acabado, sentiu-se como se o chão que estava aos seus pés havia desabado. Para esconder sua tristeza de todos e de si mesmo, Giovane adotou um comportamento bem agressivo, mas enquanto conversava com Marcos ouviu-o dizer:
- Vamos fazer uma aposta amanhã. Tipo os gringos jogam pôquer e apostam salgadinho essas coisas, já a gente que é fudido aposta bala. A gente poderia, sei lá, jogar algum jogo de azar tipo pôquer, truco...
- Eu toparia um truco. – Disse nosso protagonista.
- Ok, então amanhã todo mundo traz bala para apostar e a gente joga um truco.
Chegando em casa, de noite, Giovane decide contar a seus amigos sobre o motivo de ter ficado tão furioso a partir do intervalo, exceto por uma parte que ele não conseguia parar de rir como se fosse um retardado " Bebidas Xabás ". E ao contar para Semeão, ele recebe um discurso motivacional quase tão bom quanto o que havia feito para Marcos.
- Giovane, sabe o que você precisa?
- O que?
- TVNC
- Wtf?
- Tomar vergonha na cara.
- Porra, semeon.
- Criar coragem e ir.
- Sim. Só preciso do meu bigode, ele me transmite segurança.
- Não deixe que coloquem o dedo na sua cara e digam quem você é!
- Minha autoestima começou a subir...
- Virou mó conversa motivacionap. Maldito correto. R.
- Maldito analfabetismo!
- Cara, você é o cara!
- É bizarro que eu nunca pensei que não conseguiria por falta de coragem, mas sim por rejeição.
- Você vai conseguir. Se tiver a lábia mais do que perfeita, você é imbatível!
- Sim, eu só preciso chegar nela.
- E puxar um bom papo.
- Com puxar um papo, você deve saber que eu vou chegar fazendo a proposta.
- Hum, é mesmo?
- Se a porra do Marcos tivesse seguido o plano...
- Então quando você chegar nela, já sabe...
- Agora tenho que ir.
- Vou recobrar o favor do Marcos, mas falous.
- O Kauã está mandando eu jogar com ele.
- Olha só, escravatura, mas falous.
Naquele mesmo dia, ele cobrou o favor e Marcos concordou em ajudar.
Dia 24 de agosto de 2018, na escola durante a primeira aula que deveria ser de artes, mais uma vez é uma aula vaga. Ao andar com Sem Mão e Raul, como sempre nosso herói se depara com Sabrina sentada com algumas amigas. Dando algumas voltas, durante uma delas, ao passar pelo grupo de garotas, nosso protagonista consegue ver claramente Sabrina olhar diretamente para ele por cerca de três segundos. E não era qualquer olhar, era um olhar tão certeiro que não havia a possibilidade de ela estar olhando para algum outro lugar. Esse fator somado às informações que Giovane havia conseguido ouvir ao longo do tempo, lhe dava uma chance de 99% de Sabrina estar afim dele.
Feliz para cacete, depois que a aula vaga acaba, volta para a sala e vai fazendo as lições até chegar a última aula de geografia. Todos haviam se lembrado do que Marcos havia combinado sobre o truco. Mas ninguém trouxe um baralho.
Depois de tudo isso, com sua confiança, nosso herói faz uma das coisas que mais se arrependeria em sua vida, ele decide aumentar a aposta que havia feito com Marcos para 20 reais. Se ele conseguisse, seria ótimo ganhar esse dinheiro, mas Giovane não pensou no caso de não ganhar a aposta, pois estava cego pela ganância do dinheiro fácil. Marcos aceita a proposta e dessa vez foi mais esperto por ter colocado um prazo de dois dias na aposta.
Durante alguns dias, nada de tão importante acontece que deva ser mencionado nesse livro. Isso até o dia 30 de agosto de 2018...
Giovane decide que pediria Sabrina em namoro durante o recreio, mas para isso precisaria da ajuda de Marcos, que concordou em ajudar depois de certas negociações.
É chegado o intervalo e a tensão estava subindo, até porque agora além de Sabrina, 20 reais estavam em jogo, e nosso herói não tinha nem perto disso...
Giovane anda durante o recreio procurando Marcos e acaba o encontrando.
- Então, cara... agora seria uma ótima hora para aquela ajuda...- Disse nosso protagonista.
- Ah, sim claro, claro... A gente só precisa encontrar a Sabrina...
E lá se vão Marcos, Giovane e Thiago (Não o Sem Mão) procurando a garota. Até que Marcos tem uma genial ideia (sem sarcasmo).
- Giovane, faz o seguinte: fica ali na árvore que eu vou ver se eu encontro ela e chamo-a aqui.
Nosso herói concordou com a cabeça e foi se dirigindo à árvore. Chegando lá, não parava de pensar o que iria dizer, até que de relance, consegue ver Marcos caminhando com Sabrina em sua direção. Eles haviam chegado.
- Então, o Giovane tem um negócio para te falar...
"É agora", pensava Giovane. Não havia mais escapatória.
- É então, é sobre o lance que eu ia falar ontem... Sabrina eu sou absurdamente afim de você, e você sabe disso, então... quer namorar comigo?
- Então... no momento eu não estou disponível..., mas se quiser a amizade, estamos aí.
Ele se sentia arrasado, detonado, zuado, fudido, quebrado.
Aquelas palavras ecoaram na cabeça de Giovane, que agradeceu a Sabrina por ter cedido seu tempo e foi embora andando. Por incrível que pareça, ele se sentia libertado. Triste, porém, libertado.
E nossa história termina aqui com um final não tão feliz(ou será que não?).
E com essa finalização, eu agradeço por ter tirado um tempo do seu dia para ler isso.
submitted by YareYareDaze007 to EscritoresBrasil [link] [comments]


2019.07.09 12:18 lipherus Íbis — Capítulo I

Bom dia, é a primeira vez que escrevo em primeira pessoa e gostaria de opiniões. =)
“A voz dos deuses e escolhida de Thot. No começo, era apenas uma Oráculo. Depois, uma bruxa queimada na fogueira do deus pagão. Espírito vagante sem salvação. E agora, protegida pelo crepúsculo Retorna aos braços d’Aquele que sempre a amou. Sob as asas d’Ele, ela se abrigou. E descansou.”
O pequeno e singelo poema cortou o silêncio do salão. Eu estava trêmula e ofegante, pois estava atrapalhando a palestra do meu professor e a grande oportunidade de sua carreira. Os estudiosos olhavam para Heru e depois para mim, à espera de alguma cena dramática que não aconteceu. Ele apenas desceu do palanque e me alcançou, sorrindo e igualmente trêmulo ao tomar o papel de minhas mãos. Murmurou agradecimentos e disse estar surpreso com a tradução, porque aquelas palavras deixavam explícitas que os antigos egípcios eram capazes de prever o futuro. Prometeu uma conversa sobre o papiro depois e pediu que eu me retirasse, mas não sem antes me agradecer de novo. Ao fechar a porta, explodo em lágrimas emocionadas e cansadas. Traduzir o poema foi um trabalho árduo de quase quatro anos, para no final descobrir que Thot havia se apaixonado por uma mortal e enterrou seu corpo em uma tumba sem glamour. Ele queria que sua amada permanecesse anônima, mas que ainda soubessem a quem pertencia. Ela não tinha um nome e sequer corpo, todavia sua existência estava cravada nas paredes de pedra do sarcófago. Levanto-me orgulhosa e volto para o laboratório, à procura de mais pistas sobre os amantes. Havia algo que ainda não tinha visto nas marcas e, mexendo em alguns pertences, um pingente em forma de meia lua cai no chão. Não sou perita em metais preciosos, mas sei que seguro algumas boas gramas de ouro puro. Procuro por escritos no verso da peça, e nada encontro, salvo os hieróglifos que remetiam a Osíris e Thot. Um presente para o deus do submundo? Depois de catalogar o colar, volto minha atenção aos textos até sentir dor de cabeça e sentar na cadeira. — Nailah, o professor Heru te chama no salão de convenção. Engulo em seco e vou até ele, esperando uma bronca por ter interrompido a palestra. Porém, ao entrar, fui recebida por salvas de palmas fervorosas. Ele me abraça e pede que explique aos demais sobre a descoberta, já que o mérito da tradução é todo meu. Sinto um misto de vergonha e emoção, porque Heru não tomou os créditos para si e deixou que eu, uma mera assistente, falasse aos melhores profissionais do mundo por horas a fio. Ele ficou ao meu lado para explicar alguns termos que não conheço, simplificar perguntas e traduzir algum outro idioma que não entendo. Ao terminar, pude respirar. Estou tão cansada que é difícil manter os olhos abertos e pensar, mas eu ainda preciso falar com ele. Despeço dos outros por alguns minutos e Heru me abraça de novo, sugerindo um jantar antes de irmos para casa e dormir. Aceito e nós fechamos o laboratório depois de pegar algumas coisas. "Sob as asas d’Ele, ela se abrigou.” É engraçado como essa frase ecoa na minha cabeça quando estou andando lado a lado com Heru. Eu o conheço há quase dez anos e nunca deixei de me sentir protegida e iluminada por sua presença. Ele é alto e imponente, com a pele tão preta que é quase avermelhada, e olhos espertos e pretos. Mas, basicamente, Heru Monterrey é um cachorro grande e bonachão que ladra e não morde. É muito fácil deixá-lo magoado e à beira de lágrimas, se quer saber. E eu amo ver esse lado sensível e frágil do meu professor, pois o torna humano e acessível. Ninguém imagina que um pesquisador de renome como ele é coração mole. — Eu encontrei isso. — entrego o colar em suas mãos. — Estava perdido no meio dos papéis. Parece que é uma oferenda a Osíris e Thot. — Ou uma oferenda de Thot para Osíris? Coço a cabeça e suspiro. — Não tinha pensado nisso. — confesso. — Nailah, você está esgotada e eu acho que deva tirar umas férias. — ele toca no meu rosto. — Eu estou pensando em dar um tempo também, podemos viajar juntos. — Quem convida é quem paga, viu? — empurro ele com meu ombro e sorrio. — Seria uma bênção poder dormir até tarde. — Pode ficar com a lua. Pego o colar e olho pra ele, chocada. Sabe-se lá de quando é a oferenda e Heru estava entregando casualmente pra mim, como um pingente comprado numa loja qualquer. Abro a boca inúmeras vezes, mas nenhuma palavra decente sai dela e só me limito a levantar as tranças pra facilitar o trabalho dele. Heru me julga por um tempo, ajeita e mexe no colar até deixá-lo bem em cima do meu coração e ficar satisfeito. — Tem certeza? — murmuro. — Isso é da sacerdotisa e não quero que Thot venha me assombrar. — Se Ele deu pra amada d’Ele, acho que não ficará bravo se eu der pra minha, não acha? Abaixo os olhos, subitamente tímida. Nós sempre brincamos com nossos colegas, que consideravam-nos namorados, mas ele nunca falou tão sério quanto aquele momento. Mordo meus lábios e seguro sua mão, sem dar resposta, mas deixando claro que se aquele é o sentimento dele, então é recíproco. Às vezes palavras não ditas fazem mais efeito do que aquelas expressadas aos quatro ventos. — Comida japonesa? — Heru pergunta para quebrar o gelo. — Depois umas doses de anti-histamínico pra não morrer de alergia? — Combinado. Saber que ele é apaixonado por mim tanto quanto sou por ele fez um bem danado pra minha auto-estima. Se antes e em algum momento da minha vida achei que não era bonita ou capaz, estava completamente enganada. Ouvir dos lábios dele que minha inteligência e devoção foram fatores cruciais para que ele se interessasse, tornou-me tão inchada quanto um balão. Depois, Heru começou a enumerar minhas qualidades físicas e só parou quando eu estava com a cara quente e prestes a surtar. Eu sou brasileira e me orgulho disso. Meu país tem os problemas dele, assim como os Estados Unidos também têm, mas nunca pensei que estudar na Unesp ia me levar até onde estou. Lembrei das noites acordada estudando infindáveis textos, das vezes que quis desistir e da minha felicidade por ter sido aprovada na faculdade que ele dá aula. E passei a amar meu corpo em forma de pera, os cabelos trançados e coloridos e, acima de tudo, a cor da minha pele. Antes tinha um grande tabu comigo mesma, por ser preta e ter uma posição de destaque, mas conforme fui aprendendo na faculdade e com a vida, percebi que estar ali é um mérito do meu esforço triplicado. No final da noite, eu e Heru transamos e dormimos juntos. Foi o momento em que eu o vi mais vulnerável, conheci cada cicatriz de seu corpo, os problemas que tinha, as marcas... Tudo. Ele se entregou completamente e assim também fiz, mostrando-lhe as feridas que tenho da época em que me afundei em depressão e cortei meus braços e pernas. — Bom dia. — ouço seu preguiçoso resmungo enquanto ele aperta minha barriga. — Agora posso morrer em paz. — Quer parar com isso? — começo a rir e abro meus olhos. — Bom dia. — Eu sempre quis apertar sua, como é que você chama? Pança. — seu português falho é particularmente adorável. — Eu amo essas dobras, sabia? — Heru! Para, sua mão tá gelada! — Tá bom, tá bom. Permissão pro abraço? — Concedida, senhor Monterrey. Enquanto ele toma banho, vou preparando o café da manhã. É inconsciente, mas eu checo minha barriga e conto as dobrinhas, três no total, pensando em como Heru pode achar aquilo interessante. Ouço seus passos ecoando pelo corredor e me viro para olhá-lo, namorando a cena do homem enrolado na toalha e molhado ainda. Ele se aproxima e ajeita a lua, jogando as tranças sobre meus peitos para tapá-los e evitar que eu pegue mais friagem. Seguro sua mão em meu rosto e fecho os olhos, sorrindo como a trouxa que sou. — Vai querer viajar? — Onde pretende ir? — roubo um selinho dele antes de servir a mesa. — Não vai entregar o artigo científico sobre a tradução? — Não está escrito em lugar algum que sou obrigado a trabalhar durante minhas férias. — ele dispara. — Pensei em alguma praia, sei lá. — Negão desaforado. — acerto a colher de pau na cabeça dele. — Praia é muito clichê e eu não sou muito fã do frio. — Patroa difícil de agradar, viu? Sento ao seu lado e começo a rir. Ele está tão à vontade que até parecemos casados há eras, e eu só sinto que vou desmanchar de felicidade. Nós conversamos um pouco mais sobre a tradução e Heru corrige o inglês, reclamando do quanto sou ruim para escrever. Tal afirmação me ofendeu um pouco, já que escrevo fanfics durante minhas folgas e nem formado nisso ele é. Começo a julgá-lo em silêncio e ele percebeu que tinha me magoado, em seguida pediu desculpas atrapalhadas e disse que ama minha escrita. — Como você imagina Thot de personalidade, Nailah? — Meio parecido com você, mas muito mais apaixonado pelo trabalho. Ele foi um carinha muito ocupado, até ajudar Osíris no submundo ajudou. — acendo meu baseado e deito no sofá enquanto Heru escreve no computador. — Curou o olho de Hórus quando Seth arrancou, depois ensinou magia para Ísis poder reviver o marido, luta contra Apófis quando Amon-Rá traz o sol... Tudo isso e ele ainda fez o calendário e desenvolveu os hieróglifos. — Você tem uma admiração enorme pelos deuses, hum? — A mitologia egípcia é linda, se me permite dizer. Tudo é tão conectado e diferente ao mesmo tempo... A gente não sabe nem um terço do que eles acreditavam e criavam. — E a sacerdotisa? — Não tenho uma imagem dela. — ofereço o cigarro pra ele. — Mas deve ser alguém de personalidade parecida com a de Thot, porque ela pegou o cara pelo colarinho mesmo. Uma pena que não seu nome em lugar nenhum, ia ser muito interessante conhecê-la melhor para entender como funciona esse lance de deuses e amores mortais. — Você viu isso? Sento no colo dele para ler o artigo de um colega nosso, o qual afirmava que Sekhmet e Anúbis tinha um relacionamento secreto. Para mim e meu conhecimento, a afirmação é errada pois eles eram deuses sem sintonia alguma. Ela é a deusa da guerra, tão furiosa que Rá precisou enganá-la com vinho para acalmar seu frenesi sangrento. Já ele parece ser mais pacato e melancólico, servindo fielmente ao propósito do julgamento da pena e à proteção da mumificação. Parecia impossível imaginá-los juntos. Ao terminar de ler, porém, comecei a ter minhas dúvidas sobre o que conhecia até então. — Será que existe algum documento que prova essa teoria? — Antes de Osíris ser quem é, Anúbis tinha o mesmo papel que ele. — Heru contestou ao soprar a fumaça na minha nuca. — Se Sekhmet matou os homens através de sua ira, é bem provável que tenha o encontrado durante a caminhada. — Mas tem uma teoria que diz que Sekhmet é uma face de Hathor e Bastet... Será? — Em Mênfis, ela foi esposa de Ptah e mãe de Nefertun até Mut e sua Tríade tomar lugar e ela passar a considerada como a própria Mut. Nossas informações são bem escassas e temos várias ideias do que pode ou não ser. Cada região tinha seu próprio mito, quem sabe o Richard esteja certo e apenas olhando para outro lugar que não vemos? Deixamos a discussão pra lá quando pegamos fogo levados pela maconha. Quando paro pra pensar nisso, me sinto um pouco culpada por levá-lo ao mau caminho, apesar dele ser bem mais velho que eu. Mas a erva funciona como uma válvula de escape para nós e não é algo que fazemos sempre, resumindo nossas brisas às escavações e trabalho. Pela primeira vez desde que fazemos isso, é que nos preocupamos em elevar a coisa para um nível mais pessoal e físico. Eu namoro o rosto distraído dele e lembro de tratar os arranhões que deixei em suas costas, ouvindo-o dizer coisas em árabe que não fazia nem questão de traduzir. Heru levanta-se num supetão e vira o meu colar, anotando os hieróglifos em um papel improvisado e resmunga ao voltar a deitar. Já sei que tenta entender a oferenda e pronuncia as palavras em sequências variadas, até fazer sentido. Toco em seu lábio para fazê-lo se calar e me aninho em seu abraço. Só hoje, querido, não falemos em trabalho. Roço meu nariz por seu rosto quadrado e reclamo da barba áspera, mas sinto-me protegida por seus braços e mãos sempre geladas. Heru beija a minha testa e desenha com os dedos na minha bunda, me fazendo rir. Ele se lembra de me agradecer pela tradução de novo e mais outras vezes, reforçando o quão honrado se sentiu por me ter como sua assistente, amiga e agora parceira. Confessa que estava a um passo de desistir do texto e eu, novamente, rogo-lhe que não falemos de trabalho. Mas meu amado professor não está contente e me implora para que façamos um artigo sobre Thot e sua amante ao voltarmos de férias.
submitted by lipherus to EscritoresBrasil [link] [comments]


2018.10.23 00:26 L0rDarK Hoje percebi que ainda sou um trouxa

Bem, como me explicar? Sempre fui um cara que se apaixonava fácil e passei todo o fundamental/médio apaixonado por garotas que nunca tive nada. Tive um ótimo relacionamento que durou dois anos, e agora faz um ano que chegou ao fim.
Depois disso, resolvi que não ia mais ser trouxe, por melhor que tenha sido o relacionamento, agora eu queria curtir somente, não digo isso no sentido de sair pegando geral, mas de não apegar. Bem, estava funcionando perfeitamente... Até que ela apareceu!
Estuda comigo na mesma sala, uma 9/10 (talvez 10/10 se eu não tivesse bolado com ela) loira de olhos verdes. Começamos a conversar sem interesse, chamei ela para sair (sem segundas intenções) e ela recusou por ter medo de rolar algum clima e ela não conseguir se controlar (quando ela disse isso eu fiquei: ?!?!?!?) O tempo passou e o interesse da minha parte foi surgindo, mas como nunca tínhamos oportunidade, aquilo foi aumentando cada vez mais, até que chegou meu aniversário e ela disse que íamos fazer alguma coisa para comemorar (eu nunca faço nada no dia).
Saímos para comer hambúrguer artesanal e ficamos conversando por horas, até que eu percebo que era a oportunidade, que eu precisava agir agora ou ia perder a chance de ficar com ela. Era agora ou nunca!
Bem, o problema começou aí...
Depois do hambúrguer, tomamos um milkshake que estava doce pra caralho e meu estômago não aceitou, mas tudo bem, ignorei e bora que bora! Fomos para o carro com o intuito de ir embora e o momento era aquele, precisava agir. Você deve estar pensando: então você foi e beijou ela, né? Então jovem, eu devia ter feito isso, mas não, pela primeira vez na vida (e espero que a última) eu betei! Várias coisas causaram o que se segue, mas posso listar as principais, como o nervosismo pelo momento, a ansiedade pelo beijo que esperava a meses, a pressão por ter que tomar uma atitude, a dor de barriga imensa que o maldito milkshake me deu. Eu simplesmente fiz o clichê de filmes de adolescentes e comecei a falar sem parar, narrando o que queria fazer no momento. Sério, sinto vergonha até de escrever isso, mas tentem imaginar a cena, ela parada me olhando sem entender e absolutamente calada e eu lá, nervoso pra caramba e tentando fazer alguma coisa.
No fim o beijo rolou, foi simplesmente uma MERDA, não tinha sincronia nenhuma, foi um completo desastre! E quando chegamos na casa dela, não aconteceu de novo.
Ficamos sem falar sobre isso por algumas semanas, até que ela diz que não iríamos ficar mais, mas que gostava muito de mim e que não queria perder a amizade. Eu tentei entender o porque daquilo, mas ela não quis conversar.
Obs: ela é do interior e por ter vindo para uma capital estudar em uma universidade, resolveu que precisava sair pegando geral para “ter história pra contar” (palavras dela)
No fim eu percebi que não ia ter como acontecer de novo e decidi que era melhor me afastar para não sofrer por algo que não existe (oba! Alguma coisa aprendeu né?!)
Isso aconteceu a 5 meses e desde então temos pouco contato, nunca conversamos sobre e ficou por isso. Segui minha vida normalmente e nesse tempo já conheci outras garotas e tive experiências ótimas com elas, por mais que aquela vontade de ficar com ela de novo para poder “fazer direito” ainda exista (vulgo orgulho ferido), eu não pretendia fazer mais nada com relação a isso.
Bem, hoje na faculdade, vi ela sentada com o macho dela, está namorando a pouco mais de um mês pelo o que sei, é no momento que vi ela com o cara, senti um puta ciúme! Não aquele ciúme que normalmente as pessoas alimentam, é bem no subconsciente esse. Me vi rindo sozinho por sentir isso, nunca pensei que poderia ser trouxa com alguém que não é nada pra mim, ainda mais depois de ter decidido que iria me afastar para que nada do tipo acontecesse.
Enfim, fui trouxa e aparentemente ainda sou kkkkk’ Será que um dia eu consigo aprender com a vida?
Desculpem o texto gigante, mas nesse momento agora, a única coisa que consegui fazer foi rir e escrever o episódio.
submitted by L0rDarK to desabafos [link] [comments]


2018.08.09 15:43 Masakitos Como tornar o cenário competitivo um lugar melhor!

Galera, este texto é baseado em um texto do Nick Nanavati - que escreve um blog competitivo e também para o https://spikeybits.com. Traduzi a maior parte mas retirei alguns comentários para ficar o menor possível.
Para quem quiser ver o texto original segue o link: https://spikeybits.com/2018/06/play-better-competitive-40k-heres-how.html
"Senhores, vamos falar sobre manter os modos enquanto estiver na mesa. Venha ver como jogar 40K competitivo melhor"
É com este texto que o autor inicia seu discurso. Achei excelente o tema tendo em vista como o cenário competitivo acaba afastando muitas pessoas do mesmo, não pelo ambiente em si afinal é deveras divertido, mas muitas vezes por aflorar algumas atitudes que não são bem vindas.
Além disso, com o aumento dos jogadores novatos e das várias competições, é um tema interessante.
"Mas porque as alguém deveria se importar quanto a maneira que eu jogo? Boa questão...
1 - Jogar decentemente geralmente equivale a menos estresse. Torneios geralmente são estressantes o suficiente com restrições de tempo, pressão para se sair bem, arranjar tempo para comer e beber, então qualquer coisa que torne o jogo menos estressante faz sentido.
2 - Você se importa com seu carátereputação? Nossa comunidade é pequena e por isso não leva muito para que palavras, tais como "Jogador A" é ruim para jogar, se espalhem a todos. Você não quer essa reputação.
3 - Se você estiver jogando de maneira decente, seu oponente geralmente retornará o favor. Então você pode dar-lhes uma colher de chá que em algum momento durante o jogo e eles podem dar-lhe uma em retorno. Perdi a conta do número de vezes que ofereci ao meu oponente a oportunidade de voltar e atirar com um modelo que ele tinha a intenção de assim fazer ou no qual ele possuía Feel no Pain e este esqueceu. Mesmo que não retornem o favor eles podem apenas dizer aos seus amigos que pessoa legal você era, o que é sensacional (veja o ponto 2, acima). E se você lhes der uma colher de chá e eles não deixarem você ter uma depois, bem, você tem a moral elevada e isso é algo.
4 - O que vai volta. Se você é conhecido por ser um bom jogador e por acaso ser um ser humano decente na mesa, as pessoas vão gostar de jogar com você e você terá seu jogo livre de estresse. Você ajudará a melhorar um pouco mais a experiência do torneio e, se foi o primeiro torneio destas pessoas, você dará a elas um motivo para voltarem.
Mentalidade
Você está prestes a passar de duas horas e meia a três horas ao lado de alguém que pode ser um completo estranho. Este é um tempo que você nunca vai ter de volta, então pense em como você aborda o jogo.
Opção 1 - Meu adversário é um obstaculo que me impede de alcançar a glória máxima do 40K e me sagrar campeão. Não importa se eu ou ele estamos tendo um bom tempo e nos divertindo, afinal a vitória é tudo que importa.
Opção 2 - Meu foco é vencer e vou dar o meu melhor para buscar essa vitória, mas não vou tornar o jogo uma experiência miserável para ambos pois isto não é digno nem inteligente de se fazer.
Se a segunda opção é a mais interessante para você, e acredito que o é para a maioria, algumas dicas podem ajudar a chegar neste patamar:
Jogue o Jogo
Jogar bem não significa que você tenha que deixar a outra pessoa vencer. Não significa que você tenha que tirar o pé do acelerador.
Isso também não significa que você tenha que dar chances ao seu oponente ou que você não possa capitalizar em um erro que ele possa ter cometido. No entanto, você provavelmente não deve rir e fazê-los se sentir mal. Não há problema em apontar depois do jogo como algo que eles podem aprender se eles jogarem um exército como o seu novamente.
Nem significa que você não pode questionar as regras das quais seu oponente está se aproveitando. Também é perfeitamente aceitável que um juiz venha e decida sobre algo quando você e seu oponente não concordarem sobre como uma regra deve ser jogada.
Decida se você está confortável jogando o jogo por "intenção" ou se prefere medições exatas. Um exemplo aqui é que eles dizem que a intenção deles é mover uma determinada unidade para que você precise de uma distância de 10 para chegar até eles em combate. Pessoalmente, estou bem com isso, pois sinto que acelera o jogo, mas também é perfeitamente aceitável jogar com medidas exatas. Escolha uma maneira de jogar, combine com seu oponente previamente, e mantenha ela até o final do jogo.
Ajude seu Oponente
Você não precisa. Você pode ter um bom jogo de 40K sem correção de erros ao longo do caminho e no final do jogo vocês podem apertar as mãos em uma batalha bem disputada. Mas você pode ajudar seu oponente a se tornar jogador melhor. Nós tendemos a aprender ser melhores jogadores quando cometemos os erros durante a partida e estes erros nos são apontados durante o próprio jogo. Dessa forma, você pode ajudar seu oponente a melhorar imediatamente. Se você ganhar o jogo, vai se sentir melhor por ter ajudado seu oponente e ainda ter conseguido uma vitória.
Você saberá que venceu porque superou seu oponente ou simplesmente teve mais sorte, em vez de vencer porque este esqueceu de mover um modelo ou que deveria ter feito testes adicionais para uma unidade. Nosso hobby é basicamente uma comunidade muito pequena e, em última análise, quanto mais pessoas jogarem melhor, melhor será. Ao ajudar alguém, eles levarão esse conhecimento de volta à sua loja ou clube local e o passarão para outras pessoas.
Se Divirta
Em seu núcleo, 40K é um jogo. Vidas não estão em jogo e nem grandes quantias de dinheiro (mesmo que todos nós tenhamos gastado um punhado de dinheiro neste passatempo). Alguns de nós podem ficar empolgados pela competição e perder a perspectiva disso. Você não quer se divertir quando joga? Para esse fim, sempre tento me certificar de que estou me divertindo. Com alguma sorte, o meu adversário vai perceber isto e se divertir também, mas no mínimo eu me diverti muito. Muitas vezes as pessoas me perguntam por que a maioria dos meus exércitos são pintados de rosa com flores e a resposta é realmente muito simples. Isso me faz sorrir.
Com alguma sorte, este artigo irá encorajar as pessoas que é perfeitamente possível se sair bem em um torneio e ainda ter um bom jogo com todos os adversários. Se você está lendo isso e você me vê no próximo evento, esperamos que possamos jogar. Estou ansioso por um bom jogo."
É isto ai galera - espero que tenham gostado do texto! Lembre que o crédito criativo vai todo ao Nick Nanavati, apenas traduzi o texto e concordei com as palavras proferidas pelo mesmo.
Excelente jogo a todos!!!
submitted by Masakitos to WarhammerBrasil [link] [comments]


2018.07.18 20:33 Masakitos Jogador de TAU é banido pra sempre!

Ai galera, sei que este assunto é de mês atrás. Mas como muitas pessoas da comunidade brasileira perderam todo a discussão, trago aqui a história do assunto.
Vale lembrar que este evento também foi palco de polêmicas sobre os terrenos - que talvez aborde em outro tópico.
Abaixo segue a descrição traduzida do post no reddit americano sobre o assunto:
Texto copiado do facebook do evento
LGT 2018 Final entre Alex Harrison e Geoff Robinson
No sábado, 19/05/2018 e domingo, 20/05/2018, a Final da LGT 40k Invitational aconteceu entre Alex Harrison e Geoff Robinson. Foi um assunto tenso. Era tarde da noite, ambos os jogadores estavam cansados e tinham acabado de jogar um contra o outro no GT 40k pouco antes e era a final de uma grande competição, transmitida em todo o mundo ao vivo. Além disso, devido ao tempo de fechamento do local, os jogadores tiveram que se apressar, o que só aumentou a pressão. Assim, ambos cometeram erros honestos que foram corrigidos retrospectivamente, e deixamos que eles terminassem a final no dia seguinte para que tivessem tempo suficiente.
No entanto, ao rever as imagens gravadas do jogo, chegamos à conclusão de que Alex não cometeu erros honestos; Ele parece ter se envolvido em má conduta em vários pontos durante o jogo. (Por favor, veja os exemplos abaixo)
O LGT adota uma abordagem de tolerância zero e decidiu banir Alex de futuros eventos do LGT.
Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para pedir desculpas a Geoff Robinson, que acabou ganhando a Final do Invitational, e a todos os espectadores que sintonizaram. Esse tipo de comportamento não pode e não será tolerado no LGT.
EXEMPLOS:
1.) Empurrão premeditado de um modelo para fechar a lacuna entre os Hammerheads com um copo de água: https://www.twitch.tv/videos/263408718?t=00h25m21s
2.) Modificando o dado marcador de vida do modelo de 5 para 3: https://www.twitch.tv/videos/263408718?t=00h15m14s Chamado a atenção 30secs depois: https://www.twitch.tv/videos/263408718?t=00h15m38s
3.) Mentindo sobre troca de objetivos - 32:41 compra carta de objetivos 45:20 não descarta ou declara a intenção de descartar: https://www.twitch.tv/videos/263408718?t=00h45m16s 51:40 menti falando que descartou uma e então diz que vai descartar uma: https://www.twitch.tv/videos/263408718?t=00h51m26s - Geoff o chama a atenção, mas permite ele "roubar" dando o beneficio da duvida.
4.) Sugere que os modelos estão a certa distância, é chamado a atençãi, mede incorretamente e é chamado a atenção quanto a isso também: https://www.twitch.tv/videos/263217667?t=00h24m27s Trapaceiro foi tao ousado a ponto de dizer "Eu pré medi estas distâncias, então se está ligeiramente fora de posição só vou ajustar meu modelo pra frente." Geoff não o deixa fazer isto visto que o modelo estava a 2" fora de alcance.
5.) O maior erro, foi muito possivelmente não intencional, mas Alex representou erroneamente as regras de overwatch do "For the greater good" e usou-o não apenas no SMS dos seus 4 HH, mas também nos tanques (final do vídeo da parte 1). Isso foi pego pelos juízes durante a noite e corrigido, graças a Deus, uma vez que fez uma enorme diferença. Alex provavelmente usou essa regra em seu benefício em seus 6 jogos anteriores no torneio.
6.) Eu não posso dizer se um 3 ou 5 foi rolado devido à iluminação, mas o dado provavelmente foi obstruído do ponto de vista de Geoff e Alex disse que era um 5, Geoff disse que não, era um 3 e pediu para ele rolar novamente isto: https://www.twitch.tv/videos/263408718?t=00h12m21s
Alex Harrison respondeu estes comentários mas deletou seu post 20 minutos - segue post antigo em inglês: http://imgur.com/0c7k33Z http://imgur.com/TNwIFzs
Alex então respondeu novamente:
Resposta adequada (grande post)
Desculpas que isso precisava ser tornado público, mas pelo bem dessa nova comunidade que estamos tentando criar, acho que vale a pena fazer este post.
Então, vamos começar com o evento:
3 Jogos sexta-feira, 4 jogos sábado, 2,5 jogos no domingo. Sim, acabei jogando praticamente todo o final de semana. Eu quase não tinha tempo para comprar comida ou bebida (fila para a comida era piada, sem contar os custos dela).
Depois de chegar à final da Invitational, fui informado de que seria no sábado à noite às 20h, ok, seria tarde, mas aceitável. No entanto, de manhã, não podemos nem entrar no local. Isso empurra de volta os tempos em cerca de uma hora e meia. Por sorte, terminei meu jogo anterior mais cedo, então quando fui jogar o jogo de convite que me disseram, tínhamos cerca de uma hora e meia.
Para o jogo em si. Agora eu tinha acabado de jogar Geoff, era um jogo descontraído e um jogo apertado. O jogo do convite parecia um pouco mais tenso e estávamos cansados ​​e estressados. Nós dois cometemos erros que cada um corrigiu entre nós. No entanto, como o jogo foi transmitido, há os generais do banco de trás que precisam dar sua opinião. Vamos olhar as imagens e responder às acusações.
1) Eu aparentemente bato levemente o meu Hammerhead com o meu copo de água. Então, se isso foi intencional (o que não foi), o que isso me conquistou? Eu não tenho nada INFRONT para overwatch? Aprendemos que o Hammerhead não pode efetuar overwatch (mais sobre isso depois), então o que isso me traz? Seu capitão de escudo voou para a esquerda ao lado do martelo, então o que estou enganando aqui? Me confunde que isso é uma coisa, modelos são derrubados durante o evento, mas você tem que tomar cuidado com esses copos de água, eles são perigosos!
2) Contador de feridas. Eu claramente pego os dados do contador da ferida (não intencional), e percebo que está faltando mais tarde. Eu assumi que ele tinha 3 feridas, mas na verdade era 5. Nós resolvemos e seguimos em frente. Mas isso é classificado como trapaça? Eu posso ver porque as pessoas pensam que eu intencionalmente "tentei" ganhar uma vantagem, ponto tão justo. No entanto, eu tinha matado o capitão três vezes antes e presumi que ele tinha menos feridas do que ele. Misture isso com 4 horas de sono e um jogo tenso, eu fiz um bobagem. Isso afetou o jogo? Não porque foi apontado e me desculpei e segui em frente.
3) "Mentindo" para comprar cartas. Agora Geoff esqueceu de comprar cartas no nosso jogo anterior. Lembrei-lhe inúmeras vezes e quando ele se esqueceu de descartar eu disse que é legal fazer isso. Isso é chamado de acordo de cavalheiros. Eu posso ter esquecido de declarar, mas a intenção estava lá. Eu estava fodido. Eu mal conseguia ficar de pé e, no entanto, isso é trapaça, realmente? Quantas vezes um jogador se esqueceu de descartar uma carta e perguntar se está ok para voltar ou dizer que a intenção era obviamente descartar a carta? É um acordo de cavalheiros como eu disse. Geoff teve a gentileza de continuar com isso, já que realmente não é grande coisa. Tenho permissão para descartar e comprar novamente, ok, não foi exatamente o momento certo, mas isso não constitui trapaça. Eu estava cansada, eu esqueci e estava estressada. Eu não tomei café da manhã, então cometi um erro que teve 0 impacto no jogo.
4) Este é realmente estranho. Eu pré-medi algo, do meu ponto de vista (eu não me inclino como estou cansado neste momento), assumo que estou dentro, ele checa, estou fora. Ok legal, não é grande coisa. Bola pra frente. Eu acho que isso acontece em todos os jogos de 40k que alguém jogou?
5) Os Hammerheads foram minha falha. Eu joguei errado, o que nós voltamos e refizemos. Eu não tinha ideia de que eles não tinham FTGG, mas apenas os drones tem, não estavam claros quando checamos durante o jogo. Nós dois analisamos a regra quando ela foi criada e não notamos. Fui abordado por quase todos os jogadores do Tau no evento e nem eles tinham ideia. Erro genuíno em que voltamos.
6) Dados… agora este realmente me faz rir. Os dados em questão têm um efeito de mármore. Eu não "Sorrateiramente" peguei os dados, estava lá e Geoff ficou olhando para eles, eu fui buscá-lo enquanto olhava para ele e disse 2 hits. Ele então disse que não é um 3, fiquei um pouco perplexo, pois ficou claro para mim que era um 5, então mostrei a ele. Os dados eram respingos brancos em um dado vermelho com pontos brancos, então eu posso ver porque Geoff pode ter assumido que era um 3. Ele diz que definitivamente é um 3 então eu disse ok e eu re-rolei. Literalmente nenhum efeito no jogo. Se eu estava tentando trapacear, por que na TERRA eu estaria tentando ganhar um Markerlight (meu marcador final) para conseguir um segundo ML? Você percebe que os efeitos do segundo ML servem apenas para mísseis seeker, que eu não tenho nenhum? Eu não tenho ideia do por que eu precisaria ganhar uma vantagem tão inútil. Isso afetou o jogo? Não.
Então esse era eu. Fora de todo o material, ele foi separado minuto a minuto para ver se cometi algum erro. Isso fede de alguém lá fora tentando encontrar uma maneira de me manchar, mas ok. Se alguém fizesse isso com meu oponente, eu me sentiria mal por ele. Geoff foi um grande cara e um prazer jogar contra, mesmo que fosse um pouco azedo na noite anterior, eu entendo que estávamos cansados ​​e estressados. Ele tentou re-jogar usando sua relíquia duas vezes, ele errou seu re-draw de suas cartas, ele tentou usar seu estratagema de custódia para comprar uma nova carta de uma carta que ele tinha feito anteriormente, mover alguns modelos longe demais etc. mas você sabe o que? Eu sei que nada disso foi intencional porque erros ... acontecem. Eu nunca ligaria para ele porque estamos todos a par disso. Nós esquecemos as coisas, bagunçamos as coisas. Mas nada disso constitui trapaça. Se houvesse algum jogador que pudesse dizer com segurança que nunca fez o que foi dito acima acidentalmente, eu vou comer meu chapéu. Mas porque é a mesa de topo, muitas pessoas sentaram em casa com 10 horas de sono e uma barriga cheia, eles podem identificar todos os "erros" e assumir sua trapaça. É triste ver os organizadores do evento apontar o dedo mindinho para mim publicamente sem discutir primeiro. Se alguém genuinamente acredita que eu queria enganar meu caminho para derrotar Geoff na frente de centenas e intencionalmente roubar o jogo, por favor, tenha uma boa idéia sobre isso. Por que diabos eu tentaria isso quando era gravado? Tendo sido pregado na cruz antes, eu realmente não acho que seria inteligente enganar a TV ao vivo. Mas ei, se isso faz você dormir à noite, então é justo. Desejo que o evento considere suas próprias falhas antes de me jogar debaixo do carro.
Agora vamos rever todos os jogos em stream e banir os outros, vamos?
Isso ai galera, quais suas opiniões sobre tal fato? Vocês acham que 40K é tão competitivo, e mais do que AOS, a ponto de criar tais jogadores - estes que passam por cima da ética em troca de vitória? E quanto ao BAN do rapaz?
Minha opinião quanto ao BAN é que foi pesado demais, tudo para ofuscar as polêmicas quanto a má organização, péssimos terrenos e custo alto de inscrição.
Quanto a 40K ser mais competitivo, eu não acho que seja tanto o caso - mas sim que lá os valores de prêmios são grandes. Então povo leva a brincadeira mais a séria.
submitted by Masakitos to WarhammerBrasil [link] [comments]


2018.04.20 20:34 CarroR24311 Como eu uso o Tinder pra despertar a “GP” interior em algumas mulheres

PRIMEIRO PASSO - O PERFIL
Bem, meu objetivo no Tinder sempre foi obter encontros com finalidade estritamente sexual, mas ao mesmo tempo precisava manter minha identidade preservada. Não estava buscando uma namorada, amante, crush, ou nada do tipo. "Ah, CarroR24311, mas não seria mais fácil então sair com uma GP?" Sim, seria...mas minhas motivações nem sempre são muito simples de serem definidas ou explicadas; encontro prazer no inusitado, no inesperado, na surpresa. Gosto de jogos, e me pareceu um jogo interessante essa "pescaria"...jogar a isca e ver quem nesse universo tão variado de meninas que aparecem todos os dias na descoberta do Tinder cairia na minha rede. Sabia desde o primeiro momento que seria uma loteria...sair com meninas das quais eu não sabia nada, das quais não tinha nenhuma informação senão meia dúzia de fotos e uma descrição que geralmente se resumia a signo, altura, gosta da série tal, dispensa quem quer apenas sexo (essa parte geralmente era a mais engraçada, por motivos óbvios).
Assim, o primeiro passo foi criar um facebook apenas com a finalidade de usar o Tinder, já que é obrigatório vincular uma conta do face ao Tinder. Feito isso, é hora de criar o perfil...por via de regras, no Tinder as pessoas avaliam as outras com base nas fotos e uma breve descrição. No meu caso a minha foto não mostrava a minha pessoa, mas sim uma sugestão sobre o meu objetivo ali. E minha descrição era bem objetiva, do tipo "Sou casado, busco relacionamento sexual e como retribuição ofereço um valor de até $$$ por cada encontro. Não busco romance ou namoro, ofereço e exijo o máximo de discrição".
SEGUNDO PASSO - A PESCARIA
Nesse momento se define o que se deseja, podendo limitar sua escolha por localização e faixa etária. No meu caso, no começo eu defini que gostaria de visualizar apenas meninas de 18-22 anos e localização de até 160 km do meu local. Nesse primeiro momento eu geralmente dava likes indiscriminadamente, queria mais ter um feeling se meu perfil iria fisgar a atenção de alguém. Logo no primeiro dia consegui 8 matchs, e então passei a ser mais seletivo, reduzindo o "range" de distância e concentrando meus likes apenas nas meninas que de fato me chamavam a atenção.
TERCEIRO PASSO - DEI MATCH, O QUE FAÇO AGORA
Bem, eu uso a seguinte regra: se dei like por último, eu começo a conversa, se a menina deu like por último, espero ela começar. No meu caso, tudo sempre começa com o famoso "Bom dia, tudo bem com você?", e em seguida eu pergunto se ela leu meu perfil por completo, se existe alguma dúvida com relação à minha proposta. Acho isso importante pois reforça a objetividade da oferta e não dá muita margem para a menina ficar de papo furado depois. Na maioria dos casos as meninas afirmam terem lido e estarem de acordo. Mas também na maioria dos casos elas vão querer saber um pouco sobre você, sua motivação, e principalmente, vão querer uma foto sua. Posso afirmar que 99% vão pedir para ver uma foto antes de seguir em frente, e existem mil maneiras que você pode enviar uma foto: colocando no próprio perfil do Tinder e depois tirando (não gosto de fazer isso, pois alguém conhecido pode justamente estar olhando seu perfil naquele exato momento), upando em um tumblr da vida e passando o link, ou então passando a conversa do Tinder para o popular WhatsApp. Eu geralmente uso essa última.
Bem, daí pra frente vai de cada um. Você vai ter que conversar com a menina e combinar o seu encontro. Eu geralmente pergunto à menina se ela prefere encontrar antes para tomar um café, conversar um pouco, quebrar o gelo, afinal de contas são garotas que na maioria das vezes nunca fizeram sexo em troca de dinheiro e ficam preocupadas de você ser um maníaco ao algo do tipo. Para uns 20% isso foi muito importante, e eu não teria sucesso com elas se não tivesse colocado essa possibilidade. As demais foram de boa para abate sem floreios. Também é bom salientar que na maioria dos casos de encontros pelo Tinder não é a menina que vem ao seu encontro. Você vai ter que ir atrás...e isso pode ser um empecilho para alguns.
Outra coisa, eu não pedi nudes para nenhuma menina. Como já disse lá no início, encarei essa experiência como uma loteria, e solicitar fotos sem roupas poderia colocar em risco meu objetivo. Tem muita gente no Tinder que fica só pedindo foto, e as meninas por razões óbvias vão ter muito receio de encaminha-las para um estranho. Em razão disso, tive alguns desapontamentos, mas no fim, como Edith Piaf posso afirmar que "Je ne regrette rien"
Com relação à duração dos encontros, isso também era algo totalmente em aberto. Eu particularmente preferia não definir nada, deixar rolar...assim, para algumas meninas eu paguei para ficar uma noite inteira o mesmo que valor que gastei para passar 20 minutos com outras.
Enfim, o resultado dessa experiência foram encontros com 19 meninas, das mais diversas origens e classes sociais. Vou descrever um resumo de cada um, para que tenham uma ideia do que poderão encontrar...
Menina 1 - Mesquita - 20 anos - Funcionária Pública
Bem, essa foi fisgada ainda na primeira leva de likes. Mulata, não muito bonita de rosto, mas tinha um corpão de passista de escola de samba. Combinamos na praça, e na hora marcada ela estava lá. Eu estava nervoso por ser meu primeiro encontro, e ela nitidamente também estava. Quando ela entra no carro bateu uma bad, pois as fotos haviam pegado apenas seus melhores ângulos, que eu pessoalmente não conseguia enxergar. Enfim, mas eu já estava ali, então ia tentar fazer daquele limão uma limonada. Já no carro ela começa a me elogiar, dizendo que me achou bonito e que não entendia o porque de eu estar pagando para sair com garotas, e no caso, estar saindo com ela. Eu pensei a mesma coisa, mas não disse. Como eu havia combinado antes com ela de sairmos para comer algumas coisa, fomos para o shopping almoçar e conversar um pouco, antes de ir para o hotel. Bem, pelo menos sem roupa ela compensava a cara. Menina bem gostosa, seios médios, bundão. pedia para chamar ela de puta e por fim, me ofereceu atrás que eu claro, não recusei. mas logo em seguida bateu a bad de novo, e disse a ela que tinha um compromisso e ia precisar ir embora. Devemos ter ficado em torno de 1 hora no hotel...na hora de pagar ela ficou muito constrangida, a princípio não quis receber. Mas depois de minha insistência, ela acabou aceitando.
No caminho para deixá-la de volta em casa ela contou que imaginava que iríamos ficar mais tempo, mas que como saiu cedo iria conseguir ir à reunião do grupo de jovens na igreja 54** . Achei essa parte engraçada, mas segurei para não rir. Dois minutos depois de deixá-la no local onde a peguei, descombinei no Tinder e fui seguindo meu caminho pra casa, quando ela me manda uma mensagem pelo WhatsApp perguntando o porque de eu ter descombinado. Enfim, como justamente estava nessa para não ter que dar satisfação a ninguém, não respondi e tratei de bloqueá-la no WhatsApp também. Ela foi a primeira de 36 contatos que estão bloquedos hoje no meu telefone, que vão de garotas que eu já saí e não quis repetir até meninas com quem eu comecei a conversar mas decidi por não encontrar.
Menina 2 - Volta Redonda - 21 anos - Estagiária em Escritório de Advocacia
Sim senhores, nesse afã por ppk eu fui parar em Volta Redonda. Como no começo meu "range" estava de até 160 km, acabei dando match com essa menina de lá, e ela me chamou tanta atenção que decidi que valeria a viagem. Pelas fotos do tinder e instagram ela parecia com a Mulan, personagem de um desenho da Disney. Na conversa pelo WhatsApp se mostrou instruída, tranquila, o que me animou ainda mais em encontra-la. Com ela não teve papo antes...nos encontramos e fomos direto para o hotel. Era a segunda vez que encontrava alguém em troca de grana e estava juntando para por silicone. Dei duas com ela, e poderia ter dado mais se quisesse, mas eu tinha que voltar ao Rio para trabalhar. Enfim, apesar de ter sido legal, não tinha intenção de repetir, então foi para o saco dos blocks também.
Menina 3 - Santa Cruz - 18 anos - Blogueira e Hostess
Fiquei impressionado com as fotos dela. Pelo WhatsApp a menina me pediu um monte de fotos, perguntou um monte de coisas, já estava ficando puto, mas como queria muito conhecê-la fui relevando. Até que ela passou um pouco dos limites, perguntando coisas da minha vida pessoal, daí eu dei-lhe um fora, e já imaginava que ela ia me xingar e cair fora, mas o oposto aconteceu. Ela pediu desculpas e ficou mansinha, me mandou até nudes sem eu pedir. hahahaha
Enfim, fui encontrá-la em Santa Cruz, e a menina queria manter as luzes apagadas no quarto. Muito gostosa, mas tinha um comportamento meio estranho. Parecia sofrer de distúrbio de dupla personalidade. Enfim, essa eu não bloqueei, pois achei que valeria a pena encontra-la novamente, mas três dias depois ela vem com uma história que estava precisando de grana para por implante no cabelo, se eu não podia adiantar, e tal...bem, percebi que essa mulher ia ficar no meu pé, então mais uma foi morar no saco dos blocks.
Menina 4 - Tijuca - 18 anos - Universitária
Quando dei match com ela eu nem acreditei. A menina era muito gata, mas muito mesmo...um corpo perfeito, conforme pude ver pelas suas fotos de biquíni. O relacionamento com ela extrapolou um pouco os limites que eu havia determinado para mim mesmo. Fui dormir na república onde ela morava, falava com ela todos os dias, já não pagava mais, mas a coisa já estava saindo do controle, então preferi me afastar. Dessa eu tenho saudades..
Menina 5 e 6 - Tijuca - 18 e 21 anos - Universitárias
Dei match com a de 21 anos, que durante as conversar informou que uma amiga também estava interessada. Me mandou fotos da amiga, que de fato parecia ser muito gata. Perguntei se ela e a amiga se pegavam, ela disse que não. Eu então questionei o sentido de eu sair com as duas. Elas disse que estava precisando muito de dinheiro, e que poderia fazer "2 pelo preço de 1,5". Bem, como eu estava muito afim de comer a amiga dela, topei. Nesse eu me dei mal...a amiga de fato era gata, mineira, 18 aninhos, branquinha, peitões. Uma delícia. Agora a menina que eu dei match era simplesmente diferente das fotos!!! Uma gordinha baixinha que eu não pegava nem de graça...mas é aquilo, "tá no inferno, abraça o capeta".
No hotel, as duas não podiam ficar no mesmo ambiente pois a mineira (que apesar de linda parecia um bicho do mato), tinha vergonha de dar na frente da amiga. Assim, a comi no banheiro enquanto a gordinha ficava no quarto olhando o que tinha na geladeira. Estava bom com a mineira, até que ela dá um troço e fala "agora vai com ela"...hahaha. Quase me desesperei, argumentei que estava bom ali, que não queria parar naquele momento, mas ela disse que estava ficando com a buceta ardendo por causa da camisinha. Enfim, muito puto fui comer a gordinha, que pelo menos tinha uma buceta quentinha e apertada...botei o travesseiro na cabeça dela e percebi que daquela forma, com ela de 4, até que não estava de todo ruim. Enfim, gozei e quando eu viro por lado a mineira já estava vindo arrumada do banheiro. isso não tinha passado nem 40 minutos de quando havíamos chegado. Pra não me estressar, levei as duas embora com a intenção de nunca mais ver a cara das delas. Até que um dia recebo uma mensagem no whatsapp de um número desconhecido, e para a minha surpresa era a mineira, que estava querendo sair de novo comigo (ou seja, estava precisando de grana). Falei que ela estava doida, que tinha me decepcionado da última vez e não estava afim de me aborrecer novamente. Daí ela falou que ia se esforçar para me agradar desta vez, pediu desculpas, quase implorou. Como ela era gostosa, e estava aparentemente arrependida, lá fui eu encontrá-la. Até que de fato foi melhor, mas ela estava afim de um patrono, e eu não queria ter compromisso de ter de ficar saindo sempre que ela precisasse de grana, então botei ela no saco junto com as outras.
Menina 7 - Baixada - 20 anos
Essa prefiro não relatar, sorry.
Menina 8 - Nova Iguaçu - 18 anos
Essa eu conheci por intermédio da menina 8, então boto na conta do tinder também. Branquinha, linda, uma princesa...essa eu faço questão de encontrar até hoje.
Menina 9 - Duque de Caxias - 18 anos - Lojista
As fotos dela eram sensacionais. Os seios foram os que mais me chamaram a atenção, mas o rosto era lindíssimo. Por isso até fiquei meio cabreiro. Mas ao vê-la pessoalmente fiquei impressionado em como ela era ainda mais bonita. Segundo ela, eu era apenas o segundo cara com quem ela fazia sexo na vida. O primeiro havia sido um namorado com quem ela havia terminado apenas dois meses antes. A menina era muito, mas muito gostosa, e além de tudo ainda deixou eu fazer várias coisas loucas. Detalhe, ela disse ter uma irmã gêmea, o que foi suficiente para aflorar em minha mente os mais perversos pensamentos. Infelizmente não encontrei mais com ela, embora tenhamos nos falado algumas vezes depois. Fico na esperança, pois dessa também tenho muitas saudades
Menina 10 - Magé - 20 anos - Universitária
Loira, 1,75 m de altura, mulherão. Mas com carinha de menina...essa foi engraçada, pois demoramos a nos encontrar. Ela só podia em um dia específico da semana, num espaço de duas horas. Como fui descobrir depois, ela estudava com o namorado, e a única matéria que eles não faziam juntos caia nesse horário. Então eu a pegava na porta da faculdade, saía correndo pro hotel, e antes da aula terminar eu tinha que deixá-la de volta, pois ela ia para casa com o corno. Nos encontramos 3 vezes, e só paguei a primeira...nas outras ela me chamou, pois como o namorado dela não comparecia (eram crentes), ela sentia falta de sexo e acabava pedindo minha "ajuda". Saí fora pois fiquei com receio de dar merda, mas valeu a pena a aventura.
Menina 11 - Duque de Caxias - 22 anos - Comerciante
Me chamou atenção pois parecia ser linda de rosto pelas fotos. E de fato era muito mas muito bonita. Mas tinha um corpo meio estranho. Já era mãe, e a gravidez acabou judiando da menina. Mas tinha os maiores seios que já vi na vida, ainda que um tanto que moles. Gente boa, não tive coragem de dar block de primeira, mas também não queria mais sair com ela. Só que ela ficava me mandando mensagem direto, daí não teve jeito e mandei pro saco também.
Menina 12 - Duque de Caxias - 21 anos - Universitária
Essa foi engraçado. Menina de Goiânia, nos falávamos pelo WhatsApp e seu sotaque dava o maior tesão, aquele "amorrr" fazia o pau subir na hora. Mas a menina era muito carente, e já no chat ficava falando que não ia querer receber pois tinha medo de isso afetar nosso futuro 08** 08** 08** . Bem, no dia do encontro saímos antes para tomar conversar, tomamos um chá, e a menina estava cheia de amor. Já no hotel se mostrou uma devassa na cama, muito gostosa, mas ela estava afim de romance, então tive de sair fora.
Menina 13 - Barra da Tijuca - 18 anos - Só fuma maconha 70**
Essa menina eu já encontrei algumas vezes. Tem um perfil social que difere da maioria das outras pois é de família abastada. Mora em uma mansão em condomínio fechado da Barra, tem tudo o que quer, e sinceramente eu não sei por que está nessa. Acho que ela curte o lance da aventura, sei lá...nunca entendi. Mas enfim, é gostosa demais, muito safada, então eu vou aproveitando.
Menina 14 - Campo Grande - 18 anos - Trabalha mas não sei aonde
Essa menina foi meio estranha, bonita, vivia me mandando nudes perguntando quando eu iria encontrá-la, até que um dia resolvi ir na longínqua Big Field. De fato muito gostosa, mas muito estranha também. Eu a elogiei assim que nos encontramos, tipo "você é muito bonita", e ela "eu sei!" 17** . Já fiquei meio bolado...calada, não falava absolutamente nada até chegarmos ao hotel. Bem gostosa, mas não me senti a vontade em nenhum momento com ela. Até que uma hora ela começa a ter dificuldades para respirar, e eu fiquei super bolado pensando que a menina ia morrer...ela disse que isso era normal, que ela precisava tomar um remédio para melhorar. Daí falei para irmos embora, mas ela não queria ir. Eu ficando desesperado, mas ela aparentou melhorar. Fumava igual um saci....fui puxar assunto, comentando que ela era muito quieta, até estranha. Que eu estava com medo dela...hahaha. Ela começou então a contar a história dela, que tinha vivido em orfanato até os 13 anos, um monte de história triste, daí fiquei na bad e insisti que tinha que ir embora. Finalmente ela aceitou. Nesse dia tive duas alegrias, uma quando a encontrei, e vi que era bonita, e outra quando consegui me ver livre dessa doida. Óbvio que foi para o saco.
Menina 15 - Jacaré - 18 anos - Terminando 2º grau
Menina bonita, mas meio feminista. Não depilava a perna nem as axilas. Estava menstruada quando nos encontramos (só descobri na hora), não chupava (nas palavras dela "não faço aquele job"), enfim, desastre total. E o pior é que ela ficou me ligando depois querendo me encontrar de novo...
Tiveram mais 4, inclusive uma que mora no Leblon, que eu até agora não acreditei que deu match. Conheci-a dois dias atrás e estou praticamente apaixonado. A mulher é tão linda, mas tão linda que só o fato de eu ter saído com ela valeu por todos os infortúnios que passei. Mas agora estou com preguiça de descrever, e esse texto está ficando muito longo. hahahaha
Enfim, fora essas, ainda tem 19 matchs para desenrolar, e isso tudo em pouco mais de 1 mês. As experiências foram das mais diversas, e dá para comer uma menina por dia nesse tinder se você tiver disposição, grana e tempo.
Espero que tenha sido útil para quem ainda tem dúvidas sobre a utilização desse app. Eu já estou perdendo o fôlego, tem umas meninas que ainda quero conhecer pois me chamaram muito a atenção, mas depois disso vou dar uma parada. Administrar a logística para todos esses encontros não foi fácil. Mas valeu a pena!
TL;DR: ofereço grana pra mulheres “normais” no Tinder em troca de sexo e elas aceitam. Seguem também relatos de alguns encontros.
submitted by CarroR24311 to brasil [link] [comments]


2017.10.19 16:50 AlanWake007 Escrevi um texto, sei que ficou bosta mais queria saber no que eu poderia melhorar.

Eu fiz esse texto ontem depois do almoço, eu sei que ficou bosta, mais queria a opinião de vocês no que eu poderia melhorar, levando em conta que foi a primeira historinha que eu fiz e que eu demorei cerca de 30 minutos pra fazer.
19 de março de 2016 west Dubartonshire na Escócia, Brenda acordou as 07:00 da manhã estava com sono, não tinha conseguido dormi bem no dia anterior por ter tido muito insônia ultimamente, isso pode ter sido devido a sua rotina que mudou bastante no últimos dias, além dos estudos ela agora conseguiu um emprego como auxiliar de administrativo. A vida seguia bem, não era a melhor aluna da escola nem a mais esforçada, mais era uma garota comum tinha amigos e uma família que a amava, ela tinha acabado de fazer 15 anos e começava a entrar na vida adulta, apesar de não ser um adulta de fato ela ja pensava no seu futuro, ela não queria se casar ( não era muito religiosa ), mais queria construir uma família se estabilizar em um emprego e ser feliz... Agora já eram 07:30, ela tinha acabado de se levantar da cama, o dia parecia estava nublado o céu cinza e o tempo frio, não tomou café, na verdade nunca gostara de tomar café quando acordava, era uma mania, seu pai já tinha saído pra trabalhar e sua mãe estava terminando de fazer o café, seu irmão estava na sala assistindo as notícias diárias do jornal. Brenda foi pro banheiro se arrumou esperou dar a hora de sair de casa e foi caminhando pra escola, a escola de Page ficava perto de sua casa, por isso nunca se preocupou muito em se atrasar, ela tinha chegado cedo na escola, tinham umas 7 pessoas na sala, 4 estavam conversando sobre o último episódio de game of thrones, e as outras 3 pareciam falar algo relacionado a "legalização da maconha", Page podia ter se juntado a ambos os grupo, já que apesar de ter mais intimidade com seus amigos pessoais, ela sempre foi boa em se socializar e conversava com quase todos de sua classe, mais preferiu sentar em sua cadeira e esperar o resto dos alunos e seus amigos chegarem, pegou seu celular e conferiu se tinha algo importante no se WhatsApp, não tinha nada demais algumas mensagens de suas amigas, uma da sua mãe desejando Bom Dia e outra de uma garoto que ela vem falando a pouco tempo. Nunca tinha gostado de um cara antes e era a primeira vez que ela realmente parecia gostar de alguém, O nome dele era Wallace e ele tinha chamado ela pra conversar fazia umas 2 semanas atrás, ela logo começou a gostar dele, mais não queria ir muito rápido ( não queria deixar uma má impressão), mais sempre que ele chegava perto dela seu coração disparava, se sentia apaixonada mesmo sem saber o que isso significava, suas amigas davam apoio já que ele parecia ser uma boa pessoa... O resto da classe começa a terminar de chegar, incluindo suas amigas, uma delas chegou para Brenda e disse que Wallace queria falar com ela na hora do intervalo, Brenda perguntou o que era mais sua amiga também não sabia, portanto não se tinha oque fazer, o que claro não há fez ficar menos curiosa ou ansiosa. O Professor tinha acabado de chegar na sala era aula de Geografia, apesar de não gostar muito desse professor ela gostava de geografia, mais não estava nem um pouco afim de ver a aula, só conseguia pensar no que o Wallace tinha pra dizer a ela, tentou se acalmar e espera a aula passar, torcendo que passasse rápido, pegou seu caderno e ficou desenhando, era um do seus passatempos, desenhar ha acalmava e deixas as coisas mais felizes e além disso ela era muito boa nisso, gostava de desenhar desde que era pequena, e esse hobby nunca foi tratado com algo esquisito, na verdade seus amigos e até mesmo alguns "conhecidos" sempre pediam ela pra desenhar coisas pra eles , e isso não a irritava, na verdade era uma prazer imenso desenhar pro seus amigos, claro que sempre tinha alguns amigos que pediam umas coisas mais ousadas como desenhos pornográficos ou alguma coisa bizarra, mais não a incomodava muito, ja que ela via aquilo como uma forma de arte... A aula já estava acabando faltava 20 minutos, mais assim que Brenda começou a para de desenhar e olhar as horas parecia que faltava uma eternidade, estava tão ansiosa para saber o que o Wallace queria que começava a roer as unhas, uma de suas amigas comentou com a outra, dizendo como Brenda estava ansiosa e começaram a rir, ela não se incomodava com esses tipos de brincadeira e riu junto.... Estava dando 10:00 a aula tinha acabado, Page não saiu correndo desesperada pra encontrar com Wallace no intervalo por que queria parecer calma, eles não demoraram se encontrar Walalce a esperava perto da fila do refeitório, ele a comprimento, começaram a conversa e ele logo tocou no assunto dizendo que tinha algo para dizer a ela, ela curiosa perguntou o que era, e ele disse queria dizer pra ela mais em outro lugar, então ele deu a ideia dos dois de se encontrarem no mesmo dia numa praça que ficava perto de sua casa, era uma praça que normalmente casais iam pra namorar e até mesmo grupos de amigos iam para se divertir e beber cerveja, ela apesar de ficar mais curiosa ainda, aceitou o convite, despediu do James e foi logo contar pra suas amigas. Suas amigas sentiram a mesma empolgação que ela, e já disseram para ela que com certeza ele queria pedir ela em namoro, o que fez o coração de Brenda ficar ainda mais acelerado, ela se sentia tão feliz com a possibilidade de começar a namorar, ela nunca pensou em namorar cedo, mais se sentia tão contente em começar um namoro com uma pessoa que ela gostava .... As outras aulas passaram rápido, e agora Brenda já se via voltando para casa com mil pensamentos na cabeça, pensava o que o Wallaace queria dizer com ela, o que os pais dela iam achar se ela começasse a namorar, e o que as amigas dela iam achar disso... Era tão coisa na cabeça, que ela decidiu que precisava ficar calma para se encontrar com o garoto mais tarde, então decidiu passar numa padaria e comprar algo pra comer antes de ir pro seu estágio, ela então chegou no local e decidiu que ia comprar um sanduiche, não ia comer o lanche agora, ia deixar pra comer no seu estagio, já que sempre sobrava um tempinho pra um lanche onde ela estagiava, chegou no local( a padaria estava vazia ), Brenda chegou para o dono da Padaria e pediu um sanduiche e uma coca, ele cobrou o valor do lanche e logo após pulou pra cima da Brenda e desferiu uma facada na altura do seu abdômen, Brenda caiu no chão com muita dor mais sem conseguir gritar, então o homem da padaria sem motivo algum começou a desferir várias facadas no peito da adolescente, que demonstrava tentar parar as apunhaladas com a mão, no mesmo momento ela já não parecia estar mais consciente, os olhos começavam a fechar( estava morrendo) , enquanto o homem da padaria continuava a dar facadas no rosto da jovem, que começava a ficar desfigurado( agora já morta) a faca conseguia atravessar todo o rosto e sangue voava por toda parte, foram tantas facadas no corpo de Brenda que mal podia se contar, o corpo estava simplesmente e totalmente mutilado, depois das facadas o homem tirou a roupa da adolescente e a começou a estuprar o corpo já morto enquanto dava socos no cadáver de Brenda, depois de ter terminado, o homem pegou o corpo e jogou no mar que ficava próximo a cidade. FIM
submitted by AlanWake007 to brasil [link] [comments]


Por Que Rimos em Momentos Inapropriados REDAÇÃO PARA JOVEM APRENDIZ, COMO FAZER? - YouTube COMO PROTEGER SEU TEXTO? Texto reflexivo: Fique com alguém - Mulheres (13/02/2019) Mensagem Para Emocionar quem você ama Videoaulas Poliedro  Como fazer uma citação na redação do ... Como fazer ele ficar pensando em você o tempo todo ...

Como fazer uma pessoa rir: 4 segredos da pesquisa Escola ...

  1. Por Que Rimos em Momentos Inapropriados
  2. REDAÇÃO PARA JOVEM APRENDIZ, COMO FAZER? - YouTube
  3. COMO PROTEGER SEU TEXTO?
  4. Texto reflexivo: Fique com alguém - Mulheres (13/02/2019)
  5. Mensagem Para Emocionar quem você ama
  6. Videoaulas Poliedro Como fazer uma citação na redação do ...
  7. Como fazer ele ficar pensando em você o tempo todo ...

Como fazer ele ficar pensando em você o tempo todo? Se você fizer isso com QUALQUER PESSOA, ela ficará pensando em você o tempo inteiro! O que faz uma pessoa... A melhor forma de se declarar pra alguem !! - Duration: 4:16. Marcelo Arruda 56,922 views. 4:16. Tente nao chorar 😢😭Texto sobre amor😍 - Duration: 1:02. Lara S 203,210 views. É hora de pegar o lencinho! O jornalista Sérgio Cursino declama um lindo texto sobre amor. Afinal, todas merecemos ficar com alguém que nos ame intensamente todos os dias, horas e minutos. # ... E se alguém roubar a minha ideia? E se alguém plagiar o meu texto? Vale a pena registrar o meu trabalho na Biblioteca Nacional? Estas são preocupações genuínas de muitos escritores. Então ... Você já riu da dor de alguém? Que tal rir de uma piada da qual na verdade não achou engraçada ou que nem entendeu? A lista continua quando estamos falando sobre situações em que rimos, mas ... Vai fazer a prova para aprendiz e se depara com uma redação que você vai ter que escrever! Não se desespere, veja o vídeo e não se surpreenda mais ao saber q... Muita gente tem dúvidas sobre como fazer uma citação na redação do Enem. Por isso, nossa Coordenadora de Redação, Gabi Carvalho, explica por que, quando e co...